Ainda que o IR seja uma prática anual, alguns contribuintes ainda enfrentam dificuldades na hora de fazer a declaração e têm dúvidas sobre o que fazer caso não consigam declarar

Em 2020, cerca de 3 milhões de contribuintes ainda não haviam enviado suas declarações no último dia do prazo. Mesmo que o prazo tenha sido prorrogado em detrimento da pandemia, ainda faltavam aproximadamente 10% do volume esperado pela Receita.

Do mesmo modo, em 2021, o prazo também foi adiado e a entrega da declaração passou do dia 30 de abril para o dia 31 de maio. Ainda por conta do coronavírus, a ideia é evitar aglomerações nos postos de atendimento.

Por isso, esse post reúne as principais dúvidas dos contribuintes para que nesse ano as declarações do Imposto de Renda sejam entregues dentro do prazo e não caiam na malha fina.

O que é a malha fina no IR?

Em geral, a malha fina é quando o contribuinte omite informações ou coloca algum dado incorreto na declaração. No momento em que a Receita detecta alguma dessas duas atividades, a declaração é retida.

O contribuinte consegue localizar através do portal da Receita se a declaração caiu na malha fina, pois o próprio sistema indica se houve alguma irregularidade no documento.

Como conseguir um empréstimo com os melhores juros?

Quais são as dificuldades e erros mais comuns no IR?

Nesse sentido, abaixo é possível entender o que mais tem afetado os contribuintes na hora da declaração e como reverter essa situação:

Preenchimento da declaração:

A falta de atenção ainda é um ponto importante a ser levantado. Digitar algum valor com um número a mais, por exemplo, é algo que impacta diretamente na divergência dos dados e faz com que declaração seja retida pela Receita.

Nesse caso, a principal dica é fazer uma revisão de todas as informações e se atentar aos números, pontos e vírgulas. Caso ocorra algum equívoco, o contribuinte consegue corrigir a tempo antes de enviar a declaração.

Ou ainda, adquirir um certificado digital. Já que com esse documento, a declaração é pré-preenchida e cabe ao contribuinte apenas atualizar algum dado caso seja necessário.

Declaração incorreta dos investimentos:

Alguns tipos de investimentos são isentos de tributação do Imposto de Renda. Como é o caso da LCI (Letras de Crédito Imobiliário) ou da LCA (Letras de Crédito do Agronegócio). Contudo, isso não significa que o contribuinte não precise fazer a declaração sobre tais investimentos.

Sendo assim, é importante salientar que mesmo que algum investimento seja isento do tributo, o contribuinte precisa fazer a prestação de contas sobre os mesmos no IR.

Dificuldades para acessar o site da Receita:

Anualmente existem diversos relatos de instabilidade ao acessar o site da Receita. Isso pode acontecer, por exemplo, pela quantidade de acessos simultâneos que sobrecarregam o servidor ou até mesmo por alguma restrição do próprio navegador que o contribuinte está utilizando.

Portanto, a sugestão para essas situações seriam: ou que o contribuinte tente acessar o site num outro horário caso seja algum problema com a instabilidade, ou que entre em contato com a Receita através dos canais de atendimento para verificar o ocorrido.

Não declarar renda dos dependentes:

Um erro ainda muito comum entre os contribuintes, é não declarar a renda de seus dependentes por acreditar que não seja necessário. Porém, essa é uma informação imprescindível e deve ser preenchida na declaração.

Não declarar aposentadoria ou pensão:

Estando em próprio nome ou em nome de algum dependente, a aposentadoria ou pensão também devem ser declaradas. O valor do benefício do INSS deve constar no IR para que a declaração do contribuinte não caia na malha fina.

Quando será liberada a transferência via PIX pelo Caixa TEM?

E se eu atrasar ou esquecer de declarar o IR?

O contribuinte que atrasa ou não declara o IR poderá regularizar suas pendências com a Receita, mas vale ressaltar que o mesmo fica sujeito a penalidades de acordo com seu caso.

As penalidades variam de: multa, processo, bloqueio no CPF ou passaporte e até mesmo danos ao score do contribuinte. Por isso, é tão importante estar em dia com a declaração dos impostos.

Como vai funcionar a nova forma de pagamento offline do PIX?

Por fim, ficou com dúvidas sobre o IR? Se sim, deixe aqui nos comentários que a FinanZero te ajuda.

Além disso, siga a FinanZero nas redes sociais para mais dicas e para nos acionar quando quiser: @finanzero no Instagram, /FinanZero no Facebook e @finanzero no Twitter.