Mercado Livre vai ampliar seus serviços financeiros, veja todas as novidades já anunciadas pela empresa em ascensão

Em decisão publicada no Diário Oficial no dia 15 de outubro, o Mercado Livre recebeu um determinado aval do Banco Central (BC) para atuar como uma instituição financeira.

O anúncio foi divulgado pela companhia por meio de nota oficial à imprensa. Contudo apenas na última segunda-feira (9) o banco deu confirmação de autoridade monetária para fazer o que precisa.

Além disso, a divulgação do aval do Banco Central para que o Mercado Livre possa atuar como instituição financeira chegou logo após a companhia ter recebido um aporte de cerca de R$ 400 milhões, da Goldman Sachs. Os quais são voltados para a ampliação do serviço de crédito da instituição.

O que muda para o Mercado livre?

Assim, com a autorização do Banco do Central, agora o Mercado Livre ganha espaço para dar continuidade e alavancar a sua atuação no segmento de crédito.

Aliás, a companhia já vem trabalhando no setor desde o ano de 2017. Porque foi quando começou a atuar com o Mercado Crédito. Desde então vem fazendo empréstimos para os usuários que possuem conta no Mercado Pago.

Além disso, o Mercado Pago também poderá acessar diversas fontes de financiamento, a fim de complementar a estratégia funding.

Veja a nota divulgada pela empresa

Por nota, o vice-presidente do Mercado Pago, Tulio Oliveira, explica que, com a autorização, o foco é que a empresa consiga expandir ainda mais os serviços de crédito.

A licença de instituição financeira permitirá reforçar o foco da companhia em expandir as operações de crédito dentro de seu ecossistema. Desde o início da oferta, em 2017, o grupo já concedeu mais de R$ 4 bilhões em créditos no Brasil.

Confira também – Eleições 2020: como funcionam as cotas raciais?

Em um total de mais de 10 milhões de transações. Essas operações alcançaram principalmente consumidores e empreendedores sem acesso ao crédito no sistema financeiro tradicional”, disse Oliveira.

Já o diretor do Mercado Crédito, Pedro de Paula, expõe as expectativas com a nova oportunidade no mercado de créditos.

Ter um rol de instrumentos de financiamento mais completo beneficiará de forma estrutural toda a área de fintech e trará maior solidez, além de resiliência para o negócio”, afirmou de Paula.

Crescimento do Mercado Livre:

A instituição criada em 1999, a companhia está hoje entre as maiores instituições de comércio eletrônico.

Não só do Brasil, como também da América Latina. Presente em 18 países, já superaram mais de 200 milhões de usuários.

As principais áreas de atuação se concentram como Mercado Livre e Mercado Pago.

Além disso, há também o Mercado Livre Publicidade, Mercado Envios e Mercado Shops.

Faça sua simulação de Refinanciamento de Veículo!

Além disso, ficou com mais alguma dúvida sobre o assunto? Deixe aqui e não se esqueça de seguir a FinanZero nas redes sociais: @finanzero no Instagram, /FinanZero no Facebook e @finanzero no Twitter.