Usuários reportam dificuldades para acessar o aplicativo Caixa TEM apesar de aprovação do auxílio emergencial no app Caixa Auxílio Emergencial

A primeira parcela do auxílio emergencial de R$ 600 já foi paga para cerca de 50 milhões de brasileiros, conforme informações divulgadas pelo Ministério da Cidadania. Contando que o Brasil soma cerca de 209,5 milhões de habitantes de acordo com o Banco Mundial, o benefício já foi liberado para quase 1/4 da população total.

Entretanto, uma grande parcela dos brasileiros encontram dificuldades para acessar o aplicativo que libera o pagamento: o Caixa TEM. Apesar do cadastro para recebimento ser feito no app Caixa Auxílio Emergencial, o pagamento para os correntistas que não são da Caixa Econômica Federal (CEF) ou do Banco do Brasil (BB) é feito exclusivamente pelo Caixa TEM.

Veja abaixo algumas soluções para o acesso no Caixa TEM, caso a mensagem de erro que apareça seja “Não foi possível cadastrar o dispositivo” ou “Ocorreu um erro interno”.

Veja também – “Dados inconclusivos” no auxílio emergencial: o que fazer?

4 soluções para a mensagem “Não foi possível cadastrar o dispositivo” no Caixa TEM

Feche a janela da mensagem ao invés de sair do app

Em uma ação similar ao ato reflexo, muitas pessoas saem do aplicativo quando o mesmo apresenta alguma mensagem de erro. E em seguida, retornam ao mesmo, em uma espécie de reinicialização.

Contudo, caso a mensagem de erro apareça, existe a opção de simplesmente fechá-la e tentar executar a ação novamente. No canto superior esquerdo existe um “x”. E clicando nele será possível tentar novamente, sem necessariamente abrir o app de novo.

O processo para abrir um aplicativo consome comunicação entre o aparelho móvel e o servidor da Caixa. Este servidor está sobrecarregado, e a cada ação um “consumo” de sua capacidade ocorre.

Ao reinicializar várias vezes o aplicativo uma capacidade desnecessária é consumida. Uma vez dentro do app, o ideal é tentar continuar nele para não interromper a comunicação já estabelecida entre o smartphone e o servidor do banco.

Acesse o aplicativo em um momento com menos “pico”

O pico de acessos no aplicativo Caixa TEM ocorre dentro do horário comercial, das 9h às 18h. Afinal, este é o horário que a população está majoritariamente acordada. Até mesmo um pouco antes ou um pouco depois deste horário ainda há muitos acessos.

O principal motivo para a mensagem “Não foi possível cadastrar o dispositivo” aparecer é o alto pico de acessos no aplicativo. O que faz com que o servidor da Caixa fique sobrecarregado e não consiga processar tantas ações em paralelo.

Desta forma, tente acessar o aplicativo antes das 8h ou após às 20h. Para obter mais chances de conseguir acessar o app, o ideal é acessá-lo durante a madrugada. Muitos usuários do Twitter relataram sucesso ao fazê-lo.

4G x wi-fi: alterne as conexões até encontrar a ideal

No que consta a conexão com a internet, os usuários divergem sobre qual o melhor caminho para conseguir cadastrar o dispositivo móvel no app Caixa TEM.

Alguns tiveram sucesso com o 4G, outros com o wi-fi. Isto dependerá da região na qual a pessoa mora e qual a velocidade do wi-fi contratada. Vale tentar ambas as conexões para saber qual a melhor.

Caso a alternância de conexão não surta efeito, é importante lembrar das dicas anteriores. E do fato que o grande problema em acessar o app é o alto número de acessos simultâneos, que geram uma sobrecarga no sistema da Caixa.

Veja também – Não consigo acessar o app Caixa TEM, o que fazer?

“Ocorreu um erro interno”

Caso a mensagem que apareça não seja “Não foi possível cadastrar o dispositivo”, mas sim “Ocorreu um erro interno”, as dicas acima são válidas da mesma forma.

Como dito anteriormente, para que o usuário obtenha sucesso em executar a ação do aplicativo, uma comunicação é estabelecida entre o aparelho do beneficiário e o sistema da Caixa. Ou seja, ambas as partes devem estar aptas para que essa comunicação aconteça.

No caso da mensagem sobre impossibilidade de cadastrar o dispositivo, o app aponta que o erro é com o aparelho do usuário. Mas isso nem sempre é fato: afinal, o sistema da Caixa é que está sobrecarregado. Já no caso do erro interno, o aplicativo aponta que há falhas na operação da Caixa.

Ficou com mais alguma dúvida sobre Caixa TEM? Deixe nos comentários e não se esqueça de seguir a FinanZero nas redes sociais: @finanzero no Instagram, /FinanZero no Facebook e @finanzero no Twitter.