Trabalhador tem até hoje para sacar o dinheiro do FGTS emergencial

De acordo com a Caixa Econômica Federal, o dinheiro do saque emergencial do FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço) que estava na conta poupança social digital em nome do trabalhador, e não foi retirado, será devolvido às contas vinculadas ao FGTS nesta segunda-feira (30).

Isso porque uma das opções dadas pela instituição financeira para caso a pessoa não quisesse o recurso era deixar o dinheiro parado – isto é, sem movimentações seja pelo aplicativo ou por transferência bancária – até hoje, 30 de novembro.

Por isso, a Caixa entendeu que quem não sacou até o momento não tem interesse no dinheiro.

Veja mais – Simule seu empréstimo e encontre as melhores taxas de juros do mercado!

Me arrependi e quero fazer o saque emergencial do FGTS. E agora?

Apesar de a partir de 30 de novembro o trabalhador não ter mais acesso ao dinheiro, ainda é possível realizar o saque. Isso porque a legislação estabelece que caso trabalhador mude de ideia e decida retirar o dinheiro, basta fazer uma solicitação à Caixa. No entanto, esse pedido só pode ser feito até o último dia do ano.

De acordo com a Caixa “caso o trabalhador queira receber o valor, poderá realizar a solicitação pelo aplicativo FGTS até o dia 31 de dezembro. O valor será creditado na poupança social digital e poderá ser movimentado pelo aplicativo Caixa Tem”.

Por isso, após esse prazo, do último dia do ano, não será possível resgatar o valor.

Saque emergencial é a mesma coisa que saque-aniversário?

Não. São duas opções diferentes. Por isso, o saque emergencial não interfere no saque aniversário.

Isso porque:

  • saque emergencial: aprovado e liberado em 2020, tem por objetivo estimular a economia durante a época de crise econômica causada pelo novo coronavírus;
  • saque-aniversário: é uma modalidade, também aprovada e liberada em 2020, para que o trabalhador possa todo ano sacar uma parcela do FGTS.

No entanto, é importante ressaltar que caso o trabalhador opte por aderir a segunda opção, ele pode retirar uma parte do saldo de suas contas anualmente – entre 5% e 50%, mas isso depende de quanto está depositado em sua conta -, mas depois disso, em casos de demissões sem justa causa, ele não pode retirar o fundo integral, apenas a multa rescisória de 40%.

Como sacar o FGTS emergencial presencialmente?

Caso o trabalhador queira fazer o saque presencialmente é necessário ir até uma agência da Caixa com os seguintes documentos:

Como conferir o saldo das minhas contas?

Para o saque emergencial do FGTS considerando as contas ativas e inativas. No entanto, o saque é único, por isso, nenhum trabalhando pode retirar mais do R$ 1.045, isso somando todas as suas contas vinculadas.

Qual a diferença entre contas ativas e contas inativas?
Contas ativas são do contrato de seu trabalho atual, já as inativas são de empregos anteriores.

Para conferir o saldo dessas contas basta acessar o aplicativo e acessar sua conta. Para isso informe seu CPF e senha cadastrada. No entanto, caso seja um primeiro acesso é necessário fazer um cadastro com os dados solicitados da Carteira de Trabalho.

Leia também – Como alterar o e-mail cadastrado no FGTS?

Posso transferir meu FGTS para qualquer conta bancária?

Sim. Para isso basta cadastrar uma conta para receber o dinheiro. Por isso:

  • entre no aplicativo com CPF e senha;
  • selecione a opção “meus saques”;
  • clique em “minha conta bancária”,
  • por fim, informe os dados da conta que deseja receber o valor do FGTS emergencial.

Ficou com mais alguma dúvida sobre o saque emergencial do FGTS? Deixe nos comentários e não se esqueça de seguir a FinanZero nas redes sociais: @finanzero no Instagram, /FinanZero no Facebook e @finanzero no Twitter.