Ao pesquisar para uma viagem a passagem pode ser a parte mais cara, confira as dicas para economizar

Passagens aéreas são coisas normalmente mais caras, uma passagem de voo doméstico custa em média R$ 330, de acordo com estudos da ANAC para o terceiro trimestre de 2020. Essa é a média para voos nacionais, em um ano em que o número caiu muito, mas pode ser bem mais caro que isso.

A passagem de avião mais cara do mundo custa cerca de R$140 mil, ida e volta. Um voo pode ter o custo de um item de luxo e cerca de 30% dos brasileiros nunca viajou de avião, de acordo com pesquisa de 2016.

Por isso a maioria das pessoas planeja muito e com antecedência antes de fazer uma viagem do tipo. Mas se sua viagem for de última hora existem alguns sites, apps e horários que podem te ajudar.

Dicas para menores preços

Para tentar garantir preços melhores você deve antes de tudo pensar na época em que irá viajar. Se você quiser ir para o nordeste em janeiro, por exemplo, pode pagar bem mais caro por ser alta temporada.

Se puder procure épocas de baixa temporada, mas que te permitam aproveitar. Seguindo o exemplo anterior, você pode aproveitar o nordeste em setembro e evitar épocas óbvias como as férias escolares. Um bom indicativo para saber se é alta temporada são os hotéis, nessas épocas ele ficam lotados.

Outra dica valiosa é: não deixe as passagens para última hora. Voos de última hora vão ser sempre mais caros, assim como você também não precisa comprar um ano antes, a não ser que seja uma promoção imperdível. Ao comprar com muita antecedência você também pode perder promoções.

Além disso o dia de embarque também influencia no preço, um voo em uma terça-feira costuma ser 11% mais barato, em seguida estão segunda e quarta. Bem como o dia, o horário do voo influencia no valor também, voos entre 18:00 e meia noite costumam ser mais baratos.

O dia em que você compra a passagem pode fazer a diferença, de acordo com o Hopper, site de pesquisa de viagens, as empresas costumam fazer mais promoções em quartas e quintas. Mas isso não é uma regra, as chances são maiores mas não está garantido.

Leia: Poupança tem pior rentabilidade em 18 anos

Aplicativos e sites de compra de passagens

Para achar os melhores preços você também deve ficar de olho em apps e sites de descontos de passagens. O Decolar.com é um deles, nele você pode conferir preços de passagens, comparando as melhores épocas do ano e vários sites diferentes. Lá você também encontra preços de hospedagens e experiências, como excursões por exemplo.

O Passagens Imperdíveis, que começou como app (Android, iOS e Windows Phone) tem promoções diferentes todos os dias para destinos nacionais e internacionais. Diferente do anterior ele não oferece promoções de hospedagem, mas compensa com ótimas ofertas de passagem, que muitas vezes esgotam em minutos.

A MaxMilhas é uma plataforma que dá descontos de até 80% por contar com milhas. Ao pesquisar lá você encontra valores direto de companhias, mas também de vendedores cadastrados que vendem com milhas.

O Skyscanner(iOs e Android), assim como o passagens imperdíveis, é focado em promoções. Sendo assim você vai encontrar diversas ofertas diferentes todos os dias, mas também pode fazer pesquisas específicas. Você pode ia a aba explorar e ver as sugestões de promoções deles, além disso o app também conta com opções de hotéis e carros.

Existem vários sites, inclusive os das agências de viagem, mas lembre-se de conferir em vários porque eles podem tem ofertas diferentes.

Cartão Méliuz: o que é e como funciona?

Pacote de viagem vale mais a pena?

Ao pesquisar para suas férias é natural que você fique tentado a comprar um pacote fechado e tenha menos trabalho. Entretanto ao pesquisar com cuidado em algumas plataformas você pode encontrar opções mais vantajosas.

O que não quer dizer que as agências vão ter sempre opções mais caras, mas no geral ao pesquisar separadamente passagens, hospedagens e montar seu próprio roteiro você pode economizar muito e fazer mais.

Para se organizar você pode usar o app PackPoint (Android e iOS), nele você insere os dados da sua viagem e planeja as coisas que vai fazer. Com base nisso ele vai gerar uma lista de itens que você não pode esquecer de acordo com as atividades que você vai fazer.

Para saber se vale mais a pena comprar um pacote vai depender de quanto você pode gastar, em dinheiro e tempo. Se você tiver como pesquisar antes, vale a pena perder um tempinho na pesquisa para fazer sua viagem por menos.

Estorno no cartão de crédito: como funciona

Quer saber mais? Ficou com alguma dúvida? Se precisar, é só perguntar.

Por fim, não esqueça de seguir a FinanZero nas redes sociais: @finanzero no Instagram; FinanZero no Facebook e @finanzero no Twitter.