O investimento mais popular entre os brasileiros, a poupança, teve retorno negativo, pelo segundo ano seguido

Muitos brasileiros ainda acreditam que a conta poupança é um investimento, mas a verdade é que o rendimento dela é baixíssimo. A conta poupança rende 1,4%, e a conta PicPay, por exemplo, rende três vezes a poupança, com 210% do CDI.

Com a crise causada pela pandemia também, o rendimento da poupança caiu muito, batendo sua menor taxa em 18 anos. Com a inflação, fechando 2020 em 4,52% a poupança teve retorno negativo de 2,3%. Além disso, esse foi o segundo ano seguido em que a poupança perdeu para a inflação. Mas em 2019 a perda foi de 0,05%, descontando o IPCA nos dois casos.

Essa redução acontece por conta da redução dos juros da taxa Selic, que ficou em 2%. E por isso também acontece a baixa na poupança que rende 70% da Selic de acordo com regras atuais. Esse foi outro recorde negativo, a taxa Selic nunca esteve tão baixa, sendo assim os investimentos de renda fixa não foram tão vantajosos.

Mas os depósitos em poupança até maio de 2012 continuam rendendo 6,17% ao ano. Conhecida como velha poupança, está rendendo mais que o triplo da Selic e mais que muitos investimentos seguros no momento.

Varejo tem pior desempenho no natal desde 2003

O que é IPCA?

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo é meio oficial de medir a inflação, o IBGE o mede todo mês para que acompanhe a variação de preços no comércio. Além disso o Banco Central (BC) o considera o índice oficial da inflação ou deflação no país.

Ele funciona também ajustando os preços para mais ou menos de acordo com a inflação. Nas décadas de 80 e 90 ele deu origem a hiperinflação, já que os preços precisavam ser ajustados várias vezes ao dia, com uma inflação que chegou a 80%. Entre 1990 e 1994 a média anual do IPCA chegou a 499,2%, em 2019 a média anual foi de 4,31% para níveis de comparação.

Além disso, ele também é instrumento de correção de algumas aplicações, como alguns títulos do tesouro direto por exemplo. A inflação afeta diretamente na poupança porque quanto mais ela sobe mais a poupança tem que render para compensar. Quando a rentabilidade da poupança está baixa e o IPCA alto você acaba perdendo dinheiro, já que ele não consegue compensar a inflação.

Leia: O que é taxa Selic?

Investimentos alternativos para a poupança

Se você quer investir em outras opções, além da poupança, e ter um rentabilidade maior existem muitas opções. Mas as opções vão variar sua carteira de investimentos vão depender do seu perfil de investimentos.

Em primeiro lugar temos o CDB como uma opção, nesse investimento você empresta seu dinheiro para instituições financeiras e recebe ele de volta com juros, após o período pré-determinado.

Mas seu rendimento irá varias, porque ele normalmente vai render parte ou 100% do CDI, que no geral fica próximo a Selic. Existem opções de CDB que rendem mais que 100% do CDI, podem chegar até a 170%, mas quanto mais ele rende mais tempo deve ficar aplicado.

Em seguida temos o Tesouro Selic, ele é um título público no qual você também vai emprestar seu dinheiro, mas dessa vez parta o governo. Assim como no CDB você também vai receber seu dinheiro com juros, mas como o nome sugere ele rende de acordo com a Selic, que está em torno de 2%. Mas ainda assim é mais rentável que a poupança já que rende 100% da taxa enquanto a poupança rende 70%.

O Tesouro Selic tem mais algumas vantagens, como por exemplo a aplicação inicial de apenas R$ 100 e liquidez diária. Ou seja, ele vai render diariamente e você pode retirar quando quiser. Mas ele não tem a garantia do Fundo Garantidor de Crédito (FGC), o que não diminui sua segurança já que o governo Federal é o melhor credor do mercado.

Fundo de investimento: o que é e quais os tipos?

Fundo imobiliário

Um investimento que se beneficiou com a baixa da Selic, diferente da poupança, foi o fundo imobiliário. Nele você pode não precisar pagar imposto de renda e investe em imóveis sem precisar comprar um. Com a Selic em baixa o mercado ficou melhor para quem queria comprar um imóvel, sendo assim aqueceu o mercado.

E essa é uma boa oportunidade, já que fica mais barato investir e os retornos tendem a ser melhores. Mas é importante prestar atenção as taxas que podem ser altas e impostos se aplicam aqui.

Além disso, se o mercado imobiliário mudar e a taxa subir, ou os materiais de construção subirem de preço por exemplo, o lucro pode não ser tão bom quanto você espera.

Independente do seu perfil de investimento ou quanto tem para investir, é importante avaliar suas opções e pesquisar atentamente.

Veja também: O que são fundos imobiliários?

Quer saber mais? Ficou com alguma dúvida? Se precisar, é só perguntar.

Por fim, não esqueça de seguir a FinanZero nas redes sociais: @finanzero no Instagram; FinanZero no Facebook e @finanzero no Twitter.