Programa visa beneficiar 1.200 pequenas e médias empresas brasileiras

O Facebook Brasil havia anunciado no dia 10 de agosto que doaria 14 milhões para mais de 1.200 pequenas e médias empresas. A ação faz parte do Global Grants, programa que visa apoiar 30 mil pequenas empresas em todo o mundo.

O prazo original para inscrições era até dia 14 de agosto. No entanto, depois de receberem pedidos para estender o período de cadastros, o Facebook decidiu prolongar o prazo até dia 31 de agosto, às 23h59.

O que é o programa do Facebook para pequenas empresas?

A iniciativa teve início por conta da pandemia do novo coronavírus. A ideia é atuar em duas frentes: manter as pessoas informadas e estruturar as empresas afetadas com recursos e ferramentas para que possam continuar funcionando.

Além disso, de acordo com o Facebook, o Global Grants visa ajudar pequenas e médias empresas a dar suporte para seus funcionários, otimizar os custos operacionais e conectar com mais clientes.

Veja também – Simule seu empréstimo e encontre as melhores taxas de juros do mercado!

Quais são os requisitos que o Facebook pede?

Para participar do programa do Facebook para pequenas e médias empresas é preciso:

  • Ter uma pequena ou média empresa;
  • Estar no mercado por pelo menos um ano;
  • Negócio ter sido impactado pela Covid-19
  • Ter empregado de 2 a 50 pessoas até dia 31 de janeiro de 2020 – o proprietário da empresa entra nessa contagem,
  • Ter endereço comercial nas áreas metropolitanas de São Paulo ou de Brasília – locais em que o Facebook têm escritórios.

Empresas de qualquer setor podem participar e não há necessidade de ser cadastrados nas redes sociais Facebook ou Whatsapp para ter participar e se inscrever. No entanto, é necessário estar em São Paulo ou em Brasília.

Importante ressaltar que a inscrição do empresário não significa automaticamente que ele vai receber o valor. Todos os dados serão avaliados para que a empresa se certifique de que o empresário é realmente elegível para o programa.

Como fazer a solicitação?

Como dito anteriormente, os brasileiros têm até dia 31 de agosto para fazer sua inscrição. Para solicitar acesso ao programa é simples, basta:

  1. Acesse o site do Programa de Subsídio para Pequenas Empresas;
  2. Role a página até o final até achar a sessão “Como faço para me candidatar”;
  3. Na aba “Escolha sua localização” clique em “Brasil”;
  4. Selecione a região que sua empresa está localizada – São Paulo ou Brasília;
  5. Clique em “Ir para o site do parceiro”;
  6. Na nova página selecione “iniciar sua inscrição no programa”;
  7. Responda às perguntas de elegibilidade;
  8. Cadastre-se na plataforma;
  9. Ative sua conta no e-mail que receber;
  10. Preencha o formulário com as informações sobre sua empresa,
  11. Por último, envie sua inscrição.

Veja também – Pronampe: apoio para pequenas empresas é prorrogado por três meses

Quais documentos são solicitados?

Após a inscrição, a empresa vai avaliar os dados do empresário. Caso seja selecionado para a 2ª fase vai ser necessário enviar alguns documentos, como:

  • Número de CPF do representante legal;
  • Cartão CNPJ atualizado;
  • Última versão do contrato social ou ata da constituição da empresa;
  • Guia de pagamento do FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço),
  • Certidão de Regularidade Fiscal.

Veja também – Taxa de desemprego na pandemia continua subindo. E agora?

Qual valor vou receber?

De acordo com o Facebook, caso o empresário seja selecionado no programa ele poderá receber R$10.927.

Ficou com mais alguma dúvida sobre como funciona o programa de subsídio do Facebook para pequenos e médios empresários? Deixe nos comentários e não se esqueça de seguir a FinanZero nas redes sociais: @finanzero no Instagram, /FinanZero no Facebook e @finanzero no Twitter.