Como poupar, quanto, onde investir… Pensar no futuro é algo que precisa ser feito no presente. Comece agora!

Pensar em qualidade de vida é pensar no futuro. Por mais que hoje você tenha um trabalho fixo, seja dono de uma empresa ou tenha um ritmo de vida mais agitado, mais para frente será necessário diminuir. Seguindo a tendência de países em desenvolvimento, o Brasil passa por um processo de envelhecimento da população, o que faz com que os investimentos em cuidados com a 3º idade sejam maiores. Ainda assim, é sempre importante se prevenir.

O que eu preciso para me aposentar?

Apesar de não ser uma jornada muito simples, algumas decisões precisam ser tomadas quando se pensa na aposentadoria. Algumas perguntas são centrais e precisam ser levadas em conta, como:

  • Qual é o seu estilo de vida?
  • Quanto você recebe?
  • Quanto você gasta?
  • Quanto disso vem de investimentos e renda?
  • Quanto você quer ter mensalmente na sua conta para o momento em que se aposentar?
  • Você terá dependentes na sua família?

Como todas essas questões impactam diretamente na sua renda, elas precisam ser pensadas com cuidado. 

Com essas informações, pense em quanto você gostaria de usufruir por mês da sua aposentadoria. Assim você saberá quanto precisará poupar para se aposentar. Reflita no seu padrão de vida hoje. Supondo que você queira ter R$ 7 mil por mês, durante 30 anos, é necessário ter juntar R$ 2.520.000.000! Como fazer para ter esse dinheiro?

Quanto mais cedo começar a poupar, melhor!

Uma opinião unânime entre coaching de finanças, conselheiros, amigos, bancários, parentes e quem quer que seja é que: quanto mais cedo você começar a se preocupar com isso, melhor será a transição e armazenamento de dinheiro. E não poderia ser mais verdade! Se você demorar mais, terá que investir mais para poder atingir o valor desejado. 

Investimentos no Tesouro IPCA+, por exemplo, são uma ótima opção. É como se você “emprestasse” dinheiro para o governo durante um tempo, e esse valor rende anualmente de acordo com a inflação mais a taxa de juros definida no momento do investimento. 

Esse investimento de renda fixa é ótimo, pois você não perde o seu poder de compra e o valor se mantém relativamente estável até em períodos de economia meio balançada. Afinal, o governo dar um calote é praticamente impossível. Existem duas subdivisões dos títulos no Tesouro IPCA+: com juros semestrais e sem juros semestrais. Como os próprios nomes sugerem, no primeiro o investidor recebe a cada seis meses, e, no outro, recebe tudo de uma só vez no vencimento. O mais indicado para quem quer poupar para se aposentar com folga é a segunda opção, pois garante a reposição da inflação independente do que aconteça, além de pagar uma taxa de juros acima da inflação num bom número – hoje em dia, algo em torno de 4%.

A desvantagem desse método é que não é possível retirar o valor mensalmente – ou seja, você só vai poder mexer em tudo de uma só vez e nem pode pedir para outra pessoa retirar em seu nome. 

Além disso, vale procurar outras formas de complementar essa renda, como fundos de investimento em imóveis, ações na Bolsa de Valores se você tiver o perfil mais arriscado, dividendos, e mais. O mercado financeiro tem inúmeras opções, então vale pesquisar bastante. É importante lembrar, no entanto, de nunca deixar todo o seu dinheiro em um lugar só. Espalhe, invista em diferentes áreas, pois assim você não ficará na mão.

Qual a melhor forma de poupar para me aposentar?

É claro que, se você preencher os pré-requisitos como contribuinte, terá acesso ao seu dinheiro no INSS. Tem direito a esse benefício todo contribuinte do INSS no período estimado ou com a idade necessária. No entanto, vale lembrar que o rombo no INSS chegava a quase R$ 200 bilhões no final do ano passado, o que afeta diretamente o valor que entrará na sua conta – valor esse que pode ser muito mais baixo do que você espera, aliás. 

Aposentadoria pública

A vantagem da aposentadoria pública é que você automaticamente contribui quando começa a trabalhar em carteira, ou seja, não precisa se preocupar ativamente com isso. Além disso, ela garante auxílio-doença, salário durante a maternidade e outros benefícios sociais para o trabalhador. A desvantagem é que o teto é bem baixo, algo em torno de R$ 5.839,45 – ou seja, se dentro dos seus cálculos o valor esperado era maior, vai precisar de um complemento de renda. 

Aposentadoria privada

Na previdência privada, por outro lado, você tem maior controle do seu benefício. Você escolhe quanto quer colocar na previdência, por quanto tempo, e pode selecionar beneficiários desse investimento. Dentro dela existem duas modalidades: o Vida Gerador de Benefício Livre (VGBL) e o Plano Gerador de Benefício Livre (PGBL). Elas se diferenciam pela tributação.

De forma simplificada, o VGBL serve mais para quem deseja diversificar os investimentos e quer aplicar mais de 12% da sua renda bruta. O PGBL já funciona melhor para quem declara o IR no modo completo, uma vez que você pode deduzir o valor das suas contribuições, com o limite de 12% da renda anual bruta. É possível diminuir os impostos a serem pagos ou aumentar a restituição. 

Elas se diferenciam pela tributação. De forma simplificada, o VGBL serve mais para quem deseja diversificar os investimentos e quer aplicar mais de 12% da sua renda bruta. O PGBL já funciona melhor para quem declara o IR no modo completo, uma vez que você pode deduzir o valor das suas contribuições, com o limite de 12% da renda anual bruta. É possível diminuir os impostos a serem pagos ou aumentar a restituição. 

Debaixo do colchão, não: onde guardar esse dinheiro

Se você não tem um bom controle da sua vida financeira, é o momento ideal para correr atrás disso. Aqui nós já demos várias dicas de como proceder, então navegue pelo nosso blog e planeje o seu futuro. Além disso, especialistas indicam que o ideal é investir de 20% a 30% da sua renda nesse setor. Com um aumento desse valor conforme você for ficando mais velho. Não deixe para pensar no futuro amanhã: já que você conferiu nossas dicas para poupar para se aposentar, comece agora e tenha uma aposentadoria tranquila!