Contribuintes têm até 30 de abril para entregar a declaração do Imposto de Renda; confira como quem pode ser incluído como dependente do IR 2021

Em 2021, a Receita Federal atualizou e criou algumas regras para o Imposto de Renda. Dentre elas, quem pode ser incluído como dependente do IR 2021.

Basicamente, o brasileiro que precisa declarar o Imposto de Renda 2021 pode incluir na declaração quem manteve relação de dependência durante o ano de 2020, mesmo que por menos de 12 meses.

Mas é importante lembrar que caso duas pessoas com declarações separadas tenham dependentes comuns, as informações só devem estar em uma das declarações.

Quem pode ficar como dependente do IR 2021?

De acordo com a Receita Federal, podem ser declarados dependentes no Imposto de Renda:

  • Cônjuge ou companheiro de união estável;
  • Filho(a) e enteado(a) de até 21 anos sem ensino superior;
  • Filho(a) ou enteado(a) em qualquer idade quando incapacitado física ou mentalmente para trabalhar;
  • Menores criados pelo contribuinte, desde que tenha a guarda judicial deles;
  • Filho(a) ou enteado(a) de até 24 anos que esteja cursando universidade ou escola técnica de segundo grau;
  • Irmãos, netos ou bisnetos de até 21 anos, desde que a pessoa tenha a guarda judicial;
  • Pais, avós e bisavós com rendimentos de até R$ 22.847,76 em 2020;
  • Dependentes do(a) cônjuge, desde que declarado como dependente;
  • Ex-cônjuge ou filhos que recebam pensão alimentícia;
  • Pessoa incapaz, da qual o contribuinte seja tutor ou curador;
  • Por fim, dependentes que não moram no Brasil, mas que se encaixam em algum dos critérios acima.

Confira – Como declarar empréstimo no Imposto de Renda 2021?

Como preencher a declaração do Imposto de Renda?

Para incluir os dependentes no Imposto de Renda, basta preencher a ficha “Dependentes” no programa da Receita Federal. Nessa aba, basta informar os seguintes dados dos dependentes:

  • Nome;
  • CPF;
  • Data de nascimento.

Quem precisa entregar a declaração do Imposto de Renda?

O principal critério para a declaração do Imposto de Renda 2021 é ter tido mais de R$ 28.559,70 em rendimentos tributáveis em 2020.

Mas, além disso, também existem outras regras e condições que podem eleger o brasileiro para declarar o imposto. Dentre elas:

  • teve receita bruta superior a R$ 142.798,50 com atividade rural;
  • recebeu rendimentos isentos, não tributáveis ou tributados direto na fonte, superiores a R$ 40 mil;
  • obteve ganho de capital de alienação de bens ou direitos, sujeito à incidência do imposto;
  • realizou operações em bolsas de valores;
  • por fim, quem teve a posse ou propriedade de bens de valor superior a R$ 300 mil.

Confira – Como declarar saque emergencial do FGTS no IR 2021?

Qual prazo para a entrega da declaração?

O contribuinte tem até 30 de abril às 23h59 para entregar a declaração do Imposto de Renda.

Quando receberei a restituição?

O pagamento da restituição do Imposto de Renda acontecerá em cinco lotes. Por isso:

  • 1º lote em 31 de maio;
  • 2º lote em 30 de junho;
  • 3º lote em 30 de julho;
  • 4º lote em 31 de agosto;
  • Por fim, 5º lote em 30 de setembro.

Por fim, ficou com mais alguma dúvida sobre quem pode ser incluído como dependente do IR 2021? Deixe nos comentários e não se esqueça de seguir a FinanZero nas redes sociais: @finanzero no Instagram, /FinanZero no Facebook e @finanzero no Twitter.