A liberação do FGTS emergencial tem causado muitas dúvidas na população devido as incertezas para o saque em 2021

O FGTS, fundo de garantia por tempo de serviço, foi anunciado em abril de 2020 pelo Governo de Jair Bolsonaro (sem partido), foi liberado em junho e ficou disponível até dezembro do mesmo ano. Sua liberação foi destinada aos trabalhadores para conter as consequências econômicas causadas pela primeira onda da pandemia do covid-19.

Com a segundo onda do vírus em 2021, o Governo Federal estuda a volta do saque emergencial do FGTS a fim de ser novamente um amparo aos trabalhadores.

Como resolver o erro do SICPF no Caixa TEM?

Como funcionou o saque emergencial do FGTS em 2020?

No ano de 2020 foi liberado o saque no valor de até R$ 1.045, quantia referente a um salário mínimo, para pessoas que tinham saldo no FGTS, em contas ativas ou inativas.

Os trabalhadores que realizaram o saque emergencial do FGTS puderam ter acesso ao valor por meio do aplicativo Caixa TEM. O caixa TEM é utilizado para o recebimento de amparos sociais disponibilizados pelo Governo.

Sendo assim, o valor foi liberado para saques, pagamentos e transferências dentro do próprio aplicativo. O FGTS emergencial durou até o dia 31 de dezembro de 2020.

O pagamento foi realizado dependendo da data de nascimento do trabalhador, de acordo com um calendário de saque por aniversário e sua retirada era optativa.

Quem pode receber o FGTS emergencial?

Em 2020, as pessoas que tiveram o direito de receber o FGTS foram aquelas que trabalharam e tiveram suas carteiras assinadas, com contas ativas ou inativas. Para contas inativas era possível o acesso ao FGTS emergencial por meio do Caixa TEM.

Ou seja, quem recebe o FGTS emergencial precisa necessariamente ter a carteira de trabalho assinada independente da data de assinatura. Foi possível receber o FGTS emergencial mesmo em casos de desemprego pois só era necessário ter saldo no FGTS.

Não recebi o e-mail de confirmação do Caixa TEM: O que fazer?

Liberação do saque emergencial do FGTS em 2021

No ano de 2020, segundo o Governo Federal, a liberação do saque emergencial do FGTS conseguiu ajudar mais de 60 milhões de trabalhadores. Dessa maneira, a sua volta para 2021 está sendo estudada pelo Governo que espera que o benefício seja liberado até junho desse ano.

O esperado é que o saque emergencial do FGTS siga nas mesmas condições do anterior. Ou seja, seguindo o calendário de saque por aniversário e permitindo a retirada de até um salário mínimo, que atualmente está no valor de R$ 1.100.

Até o momento, a decisão da liberação do saque emergencial do FGTS ainda não foi comunicada. O que se sabe então são apenas especulações sobre a sua volta.

De qualquer maneira, a decisão tomara pelo Governo Federal será informada em breve, já que a previsão é que o saque emergencial do FGTS volte até junho de 2021.

E então, restou mais alguma dúvida sobre o saque emergencial do FGTS em 2021? Se sim, deixe aqui o seu comentário que a FinanZero te ajuda.

Além disso, siga a FinanZero nas redes sociais para mais dicas e para nos acionar quando quiser: @finanzero no Instagram, /FinanZero no Facebook e @finanzero no Twitter.