FinanzeroBlogBenefícios do Governo

Auxílio emergencial: verdades e fake news

Auxílio emergencial: verdades e fake news

Compartilhe esse post:

Com a ascensão de fake news nas mídias digitais, muitas informações geram dúvidas aos leitores; veja o que é verdade sobre o auxílio emergencial

As controvérsias do auxílio emergencial são inúmeras, e alguns aspectos auxiliam a confusão de informações sobre o benefício. Veja abaixo as principais causas que geram dúvidas à população brasileira:

Manutenção do auxílio emergencial

Dentro do governo, quem gerencia o coronavoucher é o Ministério da Cidadania. E sob o guarda-chuva da Pasta fica a Caixa Econômica Federal (CEF) e a Empresa de Tecnologia e Informações da Previdência (Dataprev). O banco articula somente a liberação do dinheiro, enquanto a Dataprev faz a seleção de quem pode receber o benefício.

Projetos de Lei de ampliação

Além disso, tramitam na Câmara e no Senado desde março as propostas que os parlamentares fazem para ampliar quem recebe o benefício. Contudo, até que estas propostas sejam sancionadas pelo Presidente da República Jair Bolsonaro (sem partido), as ideias ficam somente no papel.

Compare ofertas de empréstimo pessoal com taxas de juros a partir de 1,49% ao mês!

O Ministro da Economia Paulo Guedes é um dos principais idealizadores do auxílio, e suas falas também causam grande repercussão no noticiário político. Entretanto, mesmo as suas ideias sobre o auxílio emergencial só saem do papel após sanção por Bolsonaro.

Fake News

Por fim, o último fator que auxilia na confusão de informações sobre o auxílio emergencial é a disseminação de correntes em redes sociais. Dentro das quais estão inseridas as fake news, que são notícias falsas sobre o benefício.

É verdade que o auxílio emergencial vai ser prorrogado?

O presidente da República Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou na última quarta-feira (3) que a prorrogação do auxílio emergencial é “quase certa”. Ou seja, apesar de existirem fortes indícios de aprovação do prolongamento do benefício, a ideia permanece no papel.

Parlamentares discutem as diretrizes desta extensão, mas o projeto ainda não foi votado nem na Câmara nem no Senado Federal. Bolsonaro já chegou a dizer que podem existir uma 4ª e uma 5ª parcelas, com valores gradativamente menores entre “R$ 300 ou R$ 200” respectivamente.

Já Guedes afirmou que estas parcelas adicionais poderão assumir o valor de R$ 200.

Veja também – Quarta parcela do auxílio emergencial: como vai funcionar?

É verdade que o auxílio emergencial foi cancelado?

Para algumas pessoas sim. Muitos beneficiários que chegaram a receber a 1ª parcela do auxílio emergencial estão contestando o cancelamento do benefício a partir da 2ª parcela, que não chegaram a receber. Contudo, este cancelamento não foi massivo, e ocorreu somente para alguns perfis que se cadastraram.

Devido às inúmeras críticas feitas ao sistema de análise dos pedidos, e também por conta dos erros de aprovação que foram encontrados, a Dataprev têm sido mais cautelosa ao analisar os solicitantes. Inconsistências que liberaram a 1ª parcela indevidamente estão sendo revistas.

Inclusive, esta melhora na análise dos dados poderá travar a 3ª parcela do benefício para muitos brasileiros. Mas o solicitante pode contestar em caso de cancelamento do coronavoucher, caso cumpra os requisitos e tenha direito ao benefício.

Veja também – A 2ª parcela do auxílio emergencial foi cancelada, e agora?

O Ministro Bruno Dantas do Tribunal de Contas da União alega que a investigação sobre a liberação do auxílio levantou a hipótese do benefício ter sido pago erroneamente a mais de 6 milhões de brasileiros.

Além disso, já foi confirmado pelo Ministério da Defesa que 73 mil militares das Forças Armadas, dentre anistiados, pensionistas, temporários, ativos e inativos, receberam o coronavoucher sem ter direito. O programa “Fantástico” da Rede Globo também apurou que 27 mil foragidos da Justiça também receberam o benefício.

E, por fim, mais recentemente o “Valor Econômico” identificou que um terço dos pertencentes às classes A e B fizeram o pedido pelo auxílio emergencial, e deste total 69% foram aprovados.

Veja também – Como fazer a devolução do auxílio emergencial?

É verdade que vai precisar devolver o auxílio emergencial em 2021?

As pessoas que receberam o auxílio emergencial erroneamente terão que devolver as parcelas recebidas ao governo. Veja quem precisará devolver o benefício:

  • Militares das Forças Armadas;
  • Pessoas cujos rendimentos em 2020 superem R$ 28.559,70;
  • E outras pessoas cujos dados não cumpram os critérios de recebimento e tiveram o benefício pago de forma indevida;

Especula-se que o desconto para as pessoas com rendimentos superiores a R$ 28.559,70 será feito diretamente na declaração do Imposto de Renda. Outras formas de devolução ainda serão anunciadas pelo governo.

Ficou com mais alguma dúvida as verdades e mentiras do auxílio emergencial? Deixe nos comentários e não se esqueça de seguir a FinanZero nas redes sociais: @finanzero no Instagram, /FinanZero no Facebook e @finanzero no Twitter.

Próximo artigo

Sou mãe menor de 18 anos e não consigo me cadastrar no auxílio. O que fazer?

Veja as respostas das principais dúvidas das novas beneficiárias do Auxílio Emergencial, após sanção do presidente Jair Bolsonaro.

Ler artigo completo

0 respostas para “Auxílio emergencial: verdades e fake news”:

  1. Não existe nenhum comentário nesse post ainda. Seja o primeiro!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Navegue por:

Benefícios do GovernoCréditoDestaquesFinanças PessoaisImpostosMercadoNegócios
PáginasFlip – Empréstimo para Pessoa JurídicaZippi – Empréstimo para Pessoa JurídicaJuvo – Empréstimo com garantia de celularBanco Inter – Crédito Consignado OnlineMycon – Consórcio OnlineFortBrasil – Cartão de CréditoSeguro de AutomóvelCrefaz – Empréstimo OnlineFinanciamento imobiliário – FinanZeroConsórcio de serviçosWill Bank – Cartão de Crédito OnlineBrasilCard – Cartão de Crédito OnlineQred: Empréstimo Empresarial OnlineCréditoJá – Refinanciamento de Imóvel OnlineNovo Saque: Crédito Pessoal OnlineFinnsaúde – crédito para saúdeConsórcio de imóveisConsórcio de automóveisApê 11 – Financiamento Imobiliário OnlineQindin – serviços onlineSuperdigital – serviços 100% onlineMister Money – Empréstimo onlineFinanZero- uma nova parceria ParcelexZanTomPay – Soluções em pagamentosZanTom – Empréstimo OnlineBLU365 – Empréstimo onlineTopsolus – Soluções financeiras online98 Pay – Soluções para pagamentosAqui Tem Cred – Empréstimo OnlineAmbler Bank – Empréstimo OnlineL&M – Consultoria em meios de pagamentoRodobens – Empréstimo com garantia de imóvelup.p – Antecipe seu FGTSJeitto – Crédito para pagar suas contas do mêsJBcred – Empréstimo Pessoal OnlineCentral da Visão – Procedimentos mais acessíveisQery – Empréstimo Pessoal OnlineVivo Valoriza EmpresasZema – Empréstimo Pessoal OnlineQista – Empréstimo Pessoal OnlineEmpréstimo com garantia de imóvelCapital Empreendedorhome 2022 teste abEmpréstimo com garantia de veículoEmpréstimo com Garantia de CelularEmpréstimo para MEISimulador de Empréstimo OnlineHome EquityEmpréstimo FGTSEmpréstimo para empresas
Solicite seu empréstimo