Auxílio emergencial: 5ª parcela liberada, quem tem direito ao benefício e como sacar.

O auxílio emergencial foi prorrogado por mais quatro parcelas e os pagamentos seguem até o mês de outubro.  
 
De acordo com o Ministério da Cidadania, em agosto, será liberada a quinta parcela para aqueles que recebem o Bolsa Família. Isso porque o calendário para este público seguirá o cronograma já tradicional de pagamentos.  

Os demais beneficiários precisam aguardar a liberação de um novo calendário, que pode sair ainda esta semana. Neste caso, as datas de pagamento do benefício serão informadas através do Whatsapp. A informação será enviada por um perfil oficial da Caixa Econômica Federal (CEF).  

Os inscritos pelo CadÚnico precisam estar atentos às mensagens, que serão enviadas diretamente ao telefone informado no ato do cadastro. 

Como fazer crédito pessoal com cheque com restrição?

Como consultar as datas de pagamento do auxílio emergencial? 

A consulta pode ser feita diretamente no Portal Dataprev. Através do CPF o usuário consegue verificar se o benefício está liberado ou não.  

Nesta plataforma é preciso inserir o número de CPF, o nome completo, a data de nascimento e o nome completo da mãe.  

O portal fornece outras informações além do pagamento do auxílio emergencial. O usuário consegue ver o motivo da negativa no pedido do benefício e também pode contestar esse resultado.  

Datas de pagamento aos beneficiários do Bolsa Família 

Os beneficiários do Bolsa Família já possuem os calendários liberados da quinta, sexta e sétima parcela. Confira abaixo:  

NIS final Quinta parcela Sexta parcela Sétima parcela 
NIS 1 18 de agosto 17 de setembro 18 de outubro 
NIS 2 19 de agosto 20 de setembro 19 de outubro 
NIS 3 20 de agosto 21 de setembro 20 de outubro 
NIS 4 23 de agosto 22 de setembro 21 de outubro 
NIS 5 24 de agosto 23 de setembro 22 de outubro 
NIS 6 25 de agosto 24 de setembro 25 de outubro 
NIS 7 26 de agosto 27 de setembro 26 de outubro 
NIS 8 27 de agosto 28 de setembro 27 de outubro 
NIS 9 30 de agosto 29 de setembro 28 de outubro 
NIS 0 31 de agosto 30 de setembro 29 de outubro 

Meu INSS: como posso fazer um novo cadastro?

Quem tem direito ao auxílio emergencial e quais os valores? 

O auxílio emergencial continua sendo pago para os beneficiários inscritos ainda em 2020. Mas é importante ressaltar que essa regra é válida para quem não começou a trabalhar com carteira registrada. Para estas pessoas, o auxílio deve ser suspenso. 

Além disso é necessário ter renda familiar de até três salários-mínimos, mais precisamente R$ 3.300. A renda per capita precisa ser de meio salário-mínimo (R$ 550).  

Neste ano, o auxílio emergencial tem um valor menor se comparado à 2020. No começo dos pagamentos do benefício, o valor ficava entre R$ 600 e R$ 1.200 (pago para mães chefes de família). Atualmente os valores estão entre R$ 150, R$ 250 e R$ 375. 

O pagamento tem a limitação de um beneficiário por família e é definido da seguinte forma: 

  • Indivíduo que mora sozinho recebe o valor de R$ 150; 
  • Beneficiário com dependentes, mas que não seja mulher chefe de família, recebe R$ 250; 
  • Família chefiada por mulher deve receber R$ 375. 

Como solicitar certidão para o saque do PIS Pasep?

Como é feito o pagamento do auxílio emergencial? 

Desde o ano passado foram criadas contas digitais da Caixa para todos os beneficiários do auxílio. Essa conta é gratuita e está disponível para movimentação através do aplicativo Caixa Tem. Esse app pode ser baixado gratuitamente na Google Play Store (Android) e Apple Store (iOS). 

De acordo com os calendários, existem duas datas diferentes para cada parcela. A primeira é referente ao depósito do valor em conta e a outra é a liberação para saque.  

O dinheiro pode ser retirado diretamente em uma agência da Caixa ou através de uma unidade lotérica. De qualquer forma, o usuário precisará estar com o celular em mãos para utilizar o Caixa Tem e gerar o código de liberação.  

Lembrou de alguma dúvida sobre o auxílio emergencial? Deixe nos comentários, e não se esqueça
de seguir a FinanZero nas redes sociais: @finanzero no Instagram, /FinanZero no Facebook e @finanzero no Twitter.