Com a alta do número de investidores em 2019 da B3, cada dia mais pessoas se interessam pela compra de ações

Em abril de 2019, a Bolsa de Valores de São Paulo (B3) superou a marca de 1 milhão de investidores pessoa física. De acordo com os dados mais recentes disponibilizados pela B3, em janeiro de 2020 o total de investidores em renda variável era de 1.973.302. Número muito próximo de 2 milhões.

Com a quantidade de influencers, corretoras e casas de análises de investimentos crescendo, o interesse entorno de lucros provindos da renda variável também aumenta. Com isso, confira as respostas às principais perguntas dos novos investidores.

O que são ações?

Ações, também chamados de “ativos”, são fatias de uma empresa. O conceito de ação está intimamente ligado ao de fração. Quando uma pessoa diz que tem ações em uma empresa, ela está dizendo que possui uma determinada fração daquela companhia.

O número total de ativos de uma empresa varia de uma para outra. Podem existir centenas ou milhares de ações de uma empresa. Assim, apesar de você possuir sua fatia da empresa, o poder de comando na determinada empresa dependerá do tamanho da sua fatia com relação aos outros investidores.

Deste modo, se somente Ana, Juliana e Maria possuem as ações de uma empresa, e a distribuição se dá da seguinte forma:

  • Ana: 50% das ações
  • Juliana: 40% das ações
  • Maria: 10% das ações

Pode-se dizer que quem possui o maior poder de decisão dentro desta companhia é Ana. Pois ela possui o maior número de ativos, a maior fração desta empresa. Neste caso:

  • Ana é acionista majoritária
  • Juliana é acionista minoritária
  • Maria é acionista minoritária também

Para o maior acionista da empresa, designa-se o termo “majoritário”. Para os demais, o termo “minoritário”.

Quais os tipos de ações?

Existem dois tipos de ações principais:

  • Ação preferencial (PN): seu maior atributo é a preferência para recebimento de dividendos.
  • Ação ordinária (ON): seu maior atributo é o poder de voto em assembleias de acionistas da companhia.

Há também as units, que nada mais são do que combinações dos dois tipos de ativos acima.

Veja mais – Quanto preciso poupar para me aposentar?

Quais empresas têm ações na Bolsa de Valores?

A lista de empresas com ações na B3 pode ser encontrada neste link. Divididas por setor, somam cerca de 400 companhias no total.

O que é o Ibovespa?

O Ibovespa é o principal índice acionário da Bolsa de Valores de São Paulo. Um índice acionário é uma carteira teórica montada por especialistas da área para agrupar algumas empresas, e acompanhar o crescimento conjunto das ações desta lista.

Assim, o Ibovespa é a carteira teórica da própria B3 e é composto pelas principais apostas da própria instituição. Atualmente, existem cerca de 60 empresas compondo o índice. É possível ver a lista neste link.

O que é ticker de uma empresa?

Ticker é o código que cada empresa recebe na Bolsa de Valores. Por exemplo: o ticker da companhia aérea Gol é GOLL4.

O ticker é composto por quatro letras somado a um ou dois algarismos. Veja o que significa cada algarismo acrescido ao fim do ticker:

  • 3: para ações ordinárias;
  • 4: para ações preferenciais;
  • 11: para ações units;

Assim, GOLL4 é um ticker que identifica uma ação preferencial da Gol.

O novo investidor que deseja comprar ações deve saber qual o ticker da companhia que deseja comprar. Afinal, na escolha de ativos por um aplicativo, a pessoa poderá se confundir ao simplesmente digitar o nome da empresa em alguns casos.

Por exemplo: ao digitar “Petrobras” na compra de ações por aplicativos, aparecerão os tickers:

  1. PETR3 (ação ordinária da Petrobras)
  2. PETR4 (ação preferencial da Petrobras)
  3. BRDT3 (ação ordinária da distribuidora da Petrobras)

A distribuidora da Petrobras possui o próprio Initial Public Offering (IPO) na B3 (o IPO é a inscrição na Bolsa de Valores).

Como comprar ações?

Para comprar ações na Bolsa de Valores é necessário ter uma conta em uma corretora de valores. No post “Qual o melhor aplicativo de corretora para investir?” da FinanZero há mais informações sobre algumas corretoras do Brasil.

O que é uma corretora?

Uma corretora é uma intermediadora entre a pessoa física e a Bolsa de Valores. Pelo serviço, as corretoras podem cobrar algumas taxas:

  • de custódia: tarifa cobrada pela “guarda” das ações;
  • de corretagem: tarifa cobrada pelas operações (compra e venda de ações). Geralmente é um valor fixo, não sendo proporcional às quantias investidas.

Importante: há também as tarifas cobradas pela própria Bolsa de Valores, que podem ser consultadas neste link. Mas o valor costuma ser bem menor do que aquele cobrado pelas corretoras.

Veja também – Simule seu empréstimo e encontre as melhores taxas de juros do mercado!

O que é uma casa de análise de investimentos?

Uma casa de análise de investimentos é uma empresa cujo principal produto é um relatório feito por especialistas, com indicações de investimentos. Tais investimentos incluem tanto renda variável (ações), quanto renda fixa.

Diferentemente da corretora, a casa de análise não faz o intermédio entre a pessoa física e a Bolsa.

O que significa o “F” no ticker da ação?

O ticker com quatro letras e um ou dois algarismos identifica um lote de 100 ações. Quando a pessoa física deseja comprar uma quantidade menor do que 100 ativos, deverá optar pelo ticker que vem seguido do “F” (Ex: GOLL4F, PETR3F, PETR4F, BDRT3F, etc). O “F” é da palavra fração.

Deste modo, se GOLL4 significa 100 ações da Gol, GOLL4F significa somente 1 ação da Gol.

Que horas abre a Bolsa de Valores?

A Bolsa de Valores inicia a negociação às 10h e encerra às 18h00 em dias comuns (exceto feriados). Mas nem sempre é possível negociar ações dentro desses horários em aplicativos de corretoras nas contas mais simples.

Em algumas corretoras, o horário de negociação total, que equivale ao horário de abertura da B3, só fica disponível para contas premium.

Ficou com mais alguma dúvida sobre como comprar ações? Deixe nos comentários, e não se esqueça de seguir a FinanZero nas redes sociais: @finanzero no Instagram, /FinanZero no Facebook e @finanzero no Twitter.