CPF: como saber se está regular, como fazer a regularização pela internet e como evitar cair em golpes no momento de regular o documento

A Receita Federal alerta aos cidadãos brasileiros de golpes que estão sendo realizados por meio da regularização do CPF. De acordo com o órgão, golpistas estão enviando mensagens para o celular das vítimas com links que ao serem acessados podem roubar dados pessoais, bancários e fiscais. A regularização do documento é importante para receber benefícios como o auxílio emergencial.

Com a relevância do tema e o aumento de golpes sofridos pela internet, segundo pesquisa realizada pela Federação Brasileira de Bancos (FEBRABAN), os cidadãos devem se informar para não serem vítimas de golpes. Abaixo estão as principais questões sobre o assunto a fim de sanar as dúvidas que possam surgir entre a população.

Como resgatar o dinheiro do CPF na nota fiscal?

Como ver se CPF está regular?

A consulta da situação do CPF pode ser feita por meio do site da Receita Federal ao selecionar a opção “Meu CPF”. A plataforma informará o cidadão da situação do seu documento e as etapas caso ele precise ser regularizado. Existem algumas nomenclaturas que indicam a condição do CPF, são elas:

  • Suspenso: falta de informações ou dados incorretos;
  • Cancelado: CPF inscrito mais de uma vez ou cancelado por pedido judicial;
  • Regular: documento sem nenhuma pendência;
  • Pendente de regularização ou bloqueado: possibilidade de atrasos em declaração de imposto de renda;
  • Nulo: fraude comprovada na inscrição do CPF;
  • Titular falecido: constatado o falecimento do portador do documento;

Como fazer a regularização do CPF pela internet?

A regulação do CPF pela internet pode ser feita por cidadãos que se encontram nas seguintes situações:

  • Situação cadastral dada como suspensa;
  • Cidadãos que não precisaram entregar a declaração do Imposto de Renda física nos últimos 5 anos;

Os indivíduos que não se encaixam nas condições descritas encontraram as instruções para a regulação do documento no site da Receita Federal. Em algumas situações a suspensão do CPF pode estar relacionada a desatualização de dados, como estado civil, mudança de endereço e entre outras questões. A atualização dos dados pode ser feita pelo site da Receita Federal e para os indivíduos menores de 16 anos, a mudança de informações pode ser feita pelos responsáveis.

Para regularizar o CPF pela internet basta seguir o passo a passo:

  1. Acesse o site ou aplicativo da Receita Federal e clique na opção “Meu CPF”;
  2. Escolha o serviço “Atualizar CPF”;
  3. Vá até a opção “Etapas para a realização desse serviço”;
  4. Role a barra lateral para baixo e clique em “Web: Regularizar CPF que esteja suspenso” na aba de “Canais de Prestação;
  5. Preencha o formulário com as informações solicitadas e ao terminar clique em “Enviar”;

Após seguir os passos será possível regularizar o CPF e em casos de alguma irregularidade o indivíduo será informado ao acessar novamente o site da receita federal.

Microcrédito Caixa TEM: quem tem direito e como solicitar

Como evitar golpes na regularização do CPF?

Segundo a Receita Federal os golpes aplicados para a regularização do CPF estão sendo feitos por meio de SMS. Os golpistas enviam a proposta de regularização por meio de um link que ao ser clicado pode acessar os dados da vítima. Além das mensagens pelo celular, o link fraudulento também pode ser enviado por e-mail e o indicado é que os cidadãos realizem o bloqueio do número ou e-mail que enviou a mensagem.

Uma outra tentativa de golpe é a cobrança para que o documento seja regularizado. Os golpistas podem enviar boletos ou solicitar transferências bancárias, contudo a regularização do CPF é feita de forma gratuita apenas pelo site oficial da receita federal. Os anúncios de profissionais golpistas podem ser encontrados facilmente e por isso é preciso buscar por informações oficiais.

Abaixo estão listadas algumas dicas de como evitar cair em golpes de regularização de CPF, são elas:

  • Evite acessar links desconhecidos enviados por e-mail ou SMS;
  • Não informe dados pessoais sem a confirmação de que o site é oficial;
  • Busque informações em canais confiáveis;
  • Não pague por boletos ou faça transferências para regularizar o CPF, pois a ação pode ser feita de forma gratuita;

É possível solicitar um cartão de crédito com o nome sujo?

E então, restou mais alguma dúvida sobre como evitar golpes na regularização do CPF? Se sim, deixe aqui o seu comentário que nós lhe ajudamos.

Além disso, siga a FinanZero nas redes sociais para mais dicas e para nos acionar quando quiser: @finanzero no Instagram, /FinanZero no Facebook e @finanzero no Twitter.