É possível transferir o FGTS para outra conta bancária através da opção Saque Digital, disponível no aplicativo FGTS.

O Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) foi criado em 1966 e funciona como uma conta poupança, que tem como objetivo assegurar o trabalhador em situações de vulnerabilidade, como a demissão sem justa causa.

Sendo assim, quando uma pessoa começa a trabalhar em uma empresa em regime de contratação CLT, a empregadora deve abrir e manter uma conta FGTS, via Caixa Econômica Federal. Nela, serão feitos depósitos mensais no valor equivalente a 8% do salário bruto do funcionário.

Isso significa que um trabalhador que recebe R$4 mil, contará com depósitos mensais de R$320. Além disso, em caso de recebimento de valores adicionais, como horas extras e adicional noturno.

Vale ressaltar ainda que a conta FGTS é considerada um benefício para o trabalhador, e por isso não há descontos na folha de pagamento, acontece com o recolhimento do INSS. O pagamento mensal do FGTS é de responsabilidade integral da empresa.

Como saber se o FGTS está sendo depositado?

Como consultar o saldo do FGTS?

A consulta ao saldo do FGTS pode ser feita através do aplicativo FGTS ou no site da Caixa Econômica Federal. Em ambos os casos é possível verificar o valor da conta ativa, referente à atual empresa que o funcionário trabalha, e também o saldo das contas inativas, que são as contas referentes os empregos anteriores, mas que não recebem mais depósitos.

Na prática, isso acontece porque cada emprego conta com uma conta FGTS diferente, logo, ao realizar a consulta, é possível que haja diversas contas, cada uma com um valor disponível, desde que não tenha sido feito o saque-rescisão ou outra modalidade.

Aplicativo

Disponível para Android e iOS, o aplicativo FGTS permite a consulta ao saldo e também disponibiliza a abertura de solicitação para saque. Portanto, ao baixá-lo, o app solicitará permissão para realizar o login através da conta gov.br, então, será preciso informar o CPF, clicar em “Não sou um robô” e inserir a senha.

Se for o primeiro acesso, será preciso realizar o cadastro, para isso, é solicitado o CPF, nome completo, data de nascimento, CEP, e-mail e cadastro de uma senha. Após inclusão dos dados, será enviado um link para o e-mail informado, que tem como intuito ativar a conta criada. Sendo assim, basta clicar no link em questão e concluir o cadastro da conta.

Na tela inicial do aplicativo, é só clicar no ícone “Meu FGTS” para ter acesso a todas as contas, seja ativa ou inativa, bem como verificar o saldo total disponível e também o saldo de cada conta. Para consultar informações mais detalhadas, é possível acessar o extrato completo através da opção “Ver extrato”, que fica logo abaixo de cada conta.

Portal Caixa

Outra opção para consulta ao saldo do FGTS é o Portal Caixa, que em caso de primeiro acesso, também será necessário criar um cadastro. Quem já possui cadastro, por outro lado, deverá realizar login através do CPF, NIS ou e-mail e senha.

Na página inicial do Portal, é só clicar na opção FGTS, disponível no canto superior esquerdo da tela, e escolher entre as opções Extrato ou Extrato Completo. Em ambos os casos é possível consultar o saldo das contas inativas e ativa.

Como tirar o extrato do Banco BMG?

Como faço para transferir meu FGTS para minha conta?

O aplicativo FGTS conta com a opção Saque Digital, que na prática permite que o beneficiário indique uma conta de sua titularidade, que pode ser Caixa ou de outros bancos, para receber o valor liberado. Com isso, é possível receber as quantias de saque imediato, saque-aniversário, saque rescisão e outras modalidades em uma conta de preferência do trabalhador.

Para isso, basta realizar o seguinte passo a passo:

  • clique no botão “Meus saques”, na parte inferior da tela;
  • no final de tela, selecione a opção “Minha conta bancária”;
  • então, na tela seguinte, clique em “Cadastrar conta bancária”.

Quem possui conta Caixa, pode informá-la na opção “Conta Caixa”, já que preferir cadastrar a conta de outros bancos, precisa clicar na opção abaixo, em “Conta outros bancos”. Vale destacar que são aceitas somente contas de mesma titularidade, e não são permitidas contas conjuntas.

Então, na etapa de cadastramento da conta bancária, informe o nome do banco, especifique o tipo de conta, se poupança ou corrente, insira o número da agência sem o dígito e também o número da conta, dessa vez com o dígito verificador. Por fim, clique no botão “Confirmar”, logo abaixo.

Ao cadastrar uma conta bancária no aplicativo FGTS, o valor do benefício automaticamente será transferido para a conta em questão.

Quando pode sacar o FGTS?

Como dito inicialmente, a conta FGTS funciona como uma reserva financeira, que deve ser utilizada em momentos de vulnerabilidade do trabalhador. Dessa forma, o saque do saldo pode ser realizado em situações específicas, conforme explica a Caixa Econômica, são elas:

  • em caso de demissão sem justa causa;
  • em término de contrato por prazo determinado;
  • falência da empresa, nulidade do contrato ou falecimento do empregador;
  • encerramento de contrato de trabalho por culpa recíproca ou força maior;
  • aposentadoria;
  • necessidade pessoal, urgente e grave, decorrente de desastres naturais;
  • quando o trabalhador de idade igual ou superior a 70 anos;
  • falecimento do trabalhador;
  • se o trabalhador ou qualquer de seus dependentes for portador do vírus HIV;
  • se o trabalhador ou qualquer de seus dependentes estiver em estágio terminal, decorrente de doença grave;
  • se o trabalhador ou qualquer de seus dependentes for diagnosticado com câncer;
  • quando o trabalhador permanecer por três anos ininterruptos fora do regime do FGTS;
  • em caso de aquisição de casa própria, liquidação ou amortização de dívida;
  • em caso de pagamento de parte das prestações de financiamento habitacional.

Correção do FGTS: o que é e quem tem direito?

Como solicitar o saque do FGTS?

O saque do FGTS pode ser solicitado diretamente pelo aplicativo, portanto, ao acessá-lo, o beneficiário deve clicar na opção “Meus saques” e escolher a modalidade que deseja solicitar.

De modo geral, na maior parte das modalidades é necessário apresentar documentos comprobatórios para concluir o processo, como documento de identificação, laudos médicos e cópia da Carteira de Trabalho, a depender da modalidade solicitada.

Contudo, essas informações estão disponíveis na aba de cada modalidade de saque, além disso, a apresentação dos documentos pode ser feita através do próprio aplicativo, após a solicitação.

Tem mais algum assunto sobre FGTS que você quer ver por aqui? Deixa nos comentários. E para ficar por dentro desse e outros assuntos, não deixe de acompanhar a FinanZero por aqui e nas redes sociais: @finanzero no Instagram, /FinanZero no Facebook e @finanzero no Twitter.