Beneficiários podem solicitar o saque do FGTS pelo aplicativo e cadastrar a conta bancária em que desejam receber a quantia.

O Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) foi criado para funcionar como um tipo de reserva financeira para o trabalhador, de forma que o assegure em determinadas situações, como em caso de demissão sem justa causa. A conta FGTS, criada e mantida pela empregadora, funciona como uma poupança, via Caixa Econômica Federal, e recebe depósitos mensais, no valor equivalente a 8% do salário do funcionário.

O valor depositado nessa conta, por sua vez, pode ser sacado em determinados contextos, conforme mostramos a seguir.

Como consultar o saldo do FGTS pelo CPF.

Como acessar o FGTS pelo aplicativo?

Lançado pela Caixa, o aplicativo FGTS unifica diversos serviços, como a solicitação de saque e consulta ao saldo. Para acessar o FGTS pelo aplicativo, é necessário baixá-lo em uma de suas versões, disponível para Android e iOS. Após instalá-lo, o login será realizado pelo cadastro Caixa, portanto, é solicitado o CPF e senha cadastrada previamente.

Contudo, em caso de primeiro acesso, será preciso realizar o cadastro, para isso, clique na opção “Cadastre-se”, disponível abaixo, e informe nome completo, data de nascimento, CPF, telefone, e-mail e uma senha numérica.

Em seguida, será enviado um link de ativação da conta para o e-mail cadastrado, então, após ativá-la e abrir o aplicativo novamente, informe o CPF e senha. Neste primeiro acesso ao aplicativo, é comum que o usuário tenha que confirmar alguns dados pessoais, por motivos de segurança.

Quem pode sacar o FGTS

A solicitação do saque do FGTS pelo aplicativo pode ser feita em diversas circunstâncias, desde que dentro dos critérios estabelecidos pela Caixa Econômica Federal.

Saque-rescisão

O saque-rescisão é uma das modalidades de saque mais conhecida, pois fica disponível quando o trabalhador é demitido sem justa causa. Neste caso, é possível sacar todo o saldo da conta, junto a uma multa adicional de 40% do valor, paga pelo empregador.

Contudo, quando o trabalhador pede demissão ou é demitido por justa causa, o valor fica retido na conta FGTS. Além disso, quem optar pelo saque-aniversário, não terá direito ao saque-rescisão, mesmo em caso de dispensa sem justa causa. Apesar disso, a multa de 40% do valor do FGTS permanece obrigatória, logo, o trabalhador pode receber normalmente.

Como tirar extrato do Pix do Nubank.

Saque-aniversário

O saque-aniversário, por sua vez, permite ao trabalhador sacar uma parte do saldo da conta do FGTS, anualmente, no mês de aniversário. Essa modalidade é opcional e pode ser ativada através do aplicativo.

No entanto, conforme citado acima, quem optar pelo saque-aniversário, não terá direito ao saque-rescisão. Além disso, quem ativar essa opção, poderá retornar para o saque-rescisão somente após dois anos.

Outras modalidades

Além do saque-rescisão e saque-aniversário, é possível realizar a solicitação de outras modalidades do FGTS pelo aplicativo, são elas:

  • doença grave e estágio terminal de vida;
  • falecimento do trabalhador;
  • calamidade pública;
  • aposentadoria;
  • inatividade no regime FGTS por três anos ininterruptos;
  • afastamento por culpa recíproca ou força maior;
  • suspensão do trabalho avulso;
  • trabalhadores com saída definitiva do Brasil;
  • trabalhador com cotas no PIS/PASEP.

Como recuperar dinheiro de golpe?

Como solicitar o saque do FGTS pelo aplicativo

Quem tem direito ao saque do FGTS e deseja realizar a solicitação através do aplicativo, ao acessá-lo, deve clicar na opção “Meus saques”, disponível na parte inferior da tela. Então, basta escolher a modalidade que deseja solicitar e ler os termos e condições.

Vale destacar que, na maior parte das modalidades, é necessário apresentar documentos comprobatórios, como documento de identificação, laudos médicos e cópia da Carteira de Trabalho, por exemplo. Como dito, a relação de documentos varia de acordo com a modalidade da solicitação.

Contudo, essas informações estão disponíveis na aba de cada modalidade, e a apresentação dos documentos pode ser feita através do próprio aplicativo, logo após a solicitação.

Cadastrar conta bancária

Além da solicitação do saque FGTS pelo aplicativo, também é possível cadastrar uma conta bancária para recebimento do benefício. Para isso, siga o seguinte passo a passo:

  • clique no botão “Meus Saques”, na parte inferior da tela;
  • no final da página, selecione a opção “Minha conta bancária”;
  • então, na tela seguinte, clique em “Cadastrar conta bancária”, caso ainda não possua nenhuma.

Quem possui conta Caixa, pode informá-la através da opção “Conta Caixa”. Por outro lado, quem preferir cadastrar a conta de outros bancos, é só clicar na opção abaixo, “Conta outros bancos”. É importante lembrar que são aceitas somente contas da mesma titularidade.

Na etapa seguinte de cadastramento da conta bancária, será necessário informar o nome do banco, por exemplo, Bradesco ou Nubank. Em seguida, especifique o tipo de conta, se poupança ou corrente, e informe o número da agência sem dígito. Por fim, é só informar o número da conta, dessa vez com o dígito verificador, e clicar no botão “Confirmar”, logo abaixo.

Ao cadastrar uma conta bancária no app do FGTS, o valor do benefício será creditado na conta em questão, caso tenha direito.

Tem mais alguma assunto sobre o FGTS que você quer ver por aqui? Deixa nos comentários! Acompanhe também a FinanZero nas redes sociais: @finanzero no Instagram, /FinanZero no Facebook e @finanzero no Twitter.