Por causa da pandemia de coronavírus, TSE adotará medidas de segurança nas eleições deste ano

As Eleições 2020 acontecerão presencialmente, apesar da pandemia da Covid-19. Em razão disso, o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) divulgou que tomará medidas de precaução para os cerca de 1.6 milhão de mesários que trabalharão nas eleições municipais.

O número de mesários é uma estimativa do TSE e considera, além de todas as seções eleitorais do Brasil onde acontecerão as votações, os 406 locais designados para aqueles que justificarão o voto.

Seguirão sendo quatro mesários, no mínimo, por seção eleitoral. Abaixo, confira o passo a passo das Eleições 2020.

Deve ser testado, ainda este ano, uma nova forma de votação, completamente online, segundo o TSE. O teste, no entanto, servirá para criar um modelo para eleições de anos posteriores.

Saiba mais: O que é dívida pública ou dívida governamental?

Quais as medidas de prevenção ao corona nas Eleições 2020?

Além da já vigente determinação de apenas um eleitor por vez dentro da sala de votação, o TSE adotará neste ano medidas de prevenção em função do coronavírus.

A primeira delas foi abordada já na convocação dos mesários, que aconteceu via WhatsApp ou e-mail. Em casos sem resposta, a Justiça Eleitoral fez contato por carta.

Para o dia do primeiro turno, os mesários que trabalharão nas zonas de votação e também aqueles responsáveis pelos locais de justificativa de votos deverão ter, entre si, pelo menos um metro de distância.

Além disso, usarão máscaras, face shield (aquela proteção de acrílico, transparente, que cobre a frente do rosto) e usar álcool em gel a cada novo eleitor.

Leia mais: Como economizar na Black Friday? Veja 5 passos

Passo a passo para as Eleições 2020:

O TSE divulgou também como será o esquema para os eleitores. Haverá uma ordem específica para limpeza das mãos e dos documentos:

  • Passo 1: eleitor apresenta o título na mesa da seção;
  • Passo 2: o mesário encontra o nome do eleitor no caderno de votação;
  • Passo 3: o presidente da seção lê nome e número do título em voz alta;
  • Passo 4: o eleitor guarda o documento e limpa as mãos;
  • Passo 5: o eleitor assina o livro, com caneta própria, e recebe o comprovante;
  • Passo 6: o eleitor vota na cabine eletrônica;
  • Passo 7: o eleitor limpa as mãos e está liberado.

Ou seja, o eleitor deve levar às Eleições 2020:

  • Máscara de proteção;
  • Caneta;
  • Título de eleitor;
  • Documento com foto;
  • Preferencialmente, álcool em gel

O primeiro turno será no domingo, 15 de novembro.

Simule o empréstimo ideal para você!

E você, quer saber mais sobre as Eleições 2020? Comente suas dúvidas!

Siga a FinanZero nas redes sociais: @finanzero no Instagram, /FinanZero no Facebook e @finanzero no Twitter.