O banco não é obrigado a te ajudar a recuperar dinheiro após depositar; no entanto, veja o passo a passo para pedir isso

Tem muita coisa que pode nos fazer querer recuperar recuperar dinheiro após depositar:

  • Ter mandado o valor para a conta errada ;(
  • Enviar o valor errado – especialmente se for a mais, né?
  • Ou, então, puro arrependimento.

E aí fica a dúvida: dá para recuperar dinheiro após depositar?

A resposta é: sim, mas nem sempre isso é praxe nos bancos.

Enfim, bora entender.

IPVA SP 2021: confira calendário de pagamento do imposto

O que fazer se me arrependi do depósito?

Em primeiro lugar, entre em contato com o seu banco. Explique o seu caso e, então, pergunte sobre um possível cancelamento do depósito.

Há um ponto relevante nisso: quanto mais rápido você avisar a instituição, maiores as chances de conseguir recuperar dinheiro após depositar.

Portanto, contate o banco o mais cedo possível, com dados como:

  • Seu número de CPF;
  • O valor desse depósito;
  • Para qual conta enviou;
  • De que conta saiu o dinheiro;
  • O horário da transação; e,
  • Por fim, por qual meio ela foi feita.

Assim, o banco fica ciente do caso de forma completa e entende, então, como seguir.

Isenção de IPTU: descubra quem tem direito

Dá para recuperar dinheiro após PIX?

Aí a situação fica mais difícil. Afinal, o dinheiro do PIX cai, em média, em dez segundos após você completar a transação.

Por isso, é fundamental que você se atente aos dados e ao valor do depósito. Além disso, se suspeitar de golpe, opte por entender melhor o cenário antes de fazer um PIX.

Isso pode evitar que você perca dinheiro.

Como funciona o PIX, a evolução do TED e DOC

Por que quero recuperar dinheiro após depositar?

Esse é outro dado importante: o motivo. Se for por um erro na conta de destino ou no valor, o banco toma um tipo de atitude.

A instituição pode, por exemplo, cancelar a transferência ou entrar em contato com o dono da conta que a recebeu para confirmar informações.

Não se aflija: em geral, isso não tem custo para você e é fácil de resolver.

Agora, se você se arrependeu por razões como golpe do empréstimo, a ação do banco será outra. Você, primeiro, precisará de um boletim de ocorrência e, enfim, de todas as conversas que teve com o golpista.

Ou seja, tenha em mãos documentos como:

  • Seu número de CPF;
  • O valor desse depósito;
  • Para qual conta enviou;
  • De que conta saiu o dinheiro;
  • O horário da transação;
  • Prints ou comprovantes da conversa; e
  • Enfim, um Boletim de Ocorrência.

O banco pode pedir informações a mais, mas isso deve ficar a critério de cada instituição.

De novo, em ambos os casos, o tempo é um fator importante: quanto mais rápido, melhor. No entanto, no caso do golpe, isso é ainda mais marcante.

Portanto, se notar que foi vítima de uma fraude, contate o banco na mesma hora. Além disso, pode ser benéfico para você contatar também o banco ao qual você enviou o dinheiro, avisando do golpe com os mesmos dados.

Quer saber mais sobre isso? Falamos aqui.

O banco pode se recusar a me estornar?

Sim. Por lei, de acordo com o Banco Central, um banco não é obrigado a te estornar. Isso porque pode entender que há má fé no seu pedido.

Entretanto, não se desespere antes de tentar. Afinal, a instituição te atende e conhece o seu histórico. Portanto, provavelmente vai investigar o seu caso e entender exatamente o que aconteceu.

Por isso é tão importante que você tenha todos os dados que comprovem um erro ou um golpe: porque isso permite avaliar a sua posição no caso.

Fase Vermelha em SP: o que funciona com as novas restrições de fim de ano?

O banco não me estornou. E agora?

Como dissemos, o banco não é obrigado a te dar aquele valor de volta, nem mesmo em caso de golpe. Por isso, não há muito a fazer além de negociar.

Contudo, caso você sinta que não foi ouvido, pode entrar com um processo na Justiça. Vale o alerta de que pode ser caro e demorado. Além disso, pode não ter um resultado favorável para você.

Agora, se estamos falando de um depósito errado que o banco não estornou, você pode entrar em contato com o banco para o qual enviou o valor ou até com quem é dono da conta para a qual o dinheiro foi enviado.

Mais uma vez, você depende da boa vontade desse outro. Mas não há muito mais o que fazer.

Empréstimo pelo WhatsApp. É golpe?

Por fim, ficou com mais alguma dúvida sobre como recuperar dinheiro após depositar? Então, deixe nos comentários.

E, enfim, siga a FinanZero nas redes sociais: @finanzero no Instagram, /FinanZero no Facebook e @finanzero no Twitter.