Você tem até 13 de novembro para se inscrever no Fies. Garanta sua vaga: é por ordem de inscrição

Começaram hoje (6) as inscrições para vagas remanescentes do Fies (Fundo de Financiamento Estudantil). 50 mil vagas estão disponíveis. Você deve se inscrever pelo site do Fies.

Antes de mais nada, vale dizer que as vagas remanescentes do Fies são aquelas que não foram ocupadas porque o candidato desistiu ou não entregou todos os documentos.

Você pode se inscrever até:

  • 13 de outubro, 23h59, se você não está matriculado em uma faculdade;
  • 13 de novembro, 23h59, se já está matriculado.

Veja também: Cresce número de mulheres nas eleições, mas como vice

Como funciona a seleção para as vagas remanescentes?

A seleção para as vagas remanescentes do Fies é por ordem de inscrição. Por isso, C O R R A e junte os documentos necessários:

  • Documento de identificação;
  • CPF;
  • Certidão de casamento, CPF e documento de identificação do cônjuge, se casado;
  • Comprovante de residência e renda.

O MEC (Ministério da Educação), entretanto, alerta: tenha atenção no preenchimento da inscrição. Afinal, uma vez que você enviar os dados, não poderá corrigi-los.

Mas e se errar? Se acaso isso acontecer, comece uma nova inscrição.

Simule um empréstimo com a FinanZero!

Cursos determinados têm prioridade

Entre 6 e 8 de outubro, terão prioridade para as vagas remanescentes do Fies os cursos de

  • áreas da saúde;
  • engenharias;
  • licenciaturas; e
  • ciências da computação.

Logo, se você está de olho em uma vaga em uma instituição privada nesses cursos, não perca tempo!

No entanto, se seu curso for de outra área, reúna os documentos para se inscrever a partir de 9 de outubro.

Leia mais: Governo amplia para 40% margem de empréstimo consignado no INSS

Quais os requisitos para inscrição no Fies?

Para se inscrever no Fies, você precisa ter feito pelo menos uma prova do ENEM (Exame Nacional do Ensino Médio) desde 2010.

Além disso, deve ter alcançado ao menos 450 na pontuação da prova e não pode ter zerado a redação.

Por fim, terá que comprovar renda de até 3 salários mínimos (R$ 3135).

O que é Fundo de Financiamento Estudantil?

É o programa governamental que facilita o acesso a crédito estudantil para famílias de baixa renda. O Fies existe em duas modalidades, desde 1999:

  • Fies: sem juros, é destinado a famílias com rendimento até 3 salários mínimos;
  • P-Fies: com juros, destinado para estudantes com renda familiar de até 5 salários mínimos.

O programa foi criado com o propósito de aumentar o número de graduados no país.

Leia mais: Como um empréstimo consignado pode te ajudar?

O que mais você gostaria de saber sobre Fies? Comente suas dúvidas!

Siga a FinanZero nas redes sociais: @finanzero no Instagram, /FinanZero no Facebook e @finanzero no Twitter.