Residentes de São Paulo podem parcelar o IPVA que está em atraso, imposto de veículos com débitos de 2019 e de anos anteriores podem ser pagos com a facilidade do parcelamento

Foi divulgado uma notícia para quem deseja dar fim as dívidas ativas do IPVA (Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores).

Isso porque a partir de hoje, quarta-feira (23), a Procuradoria Geral do Estado de São Paulo fará acordos com cidadãos que têm IPVAs atrasados de 2019 e de anos anteriores. As dívidas poderão ser quitadas com parcelamento de até dez vezes, e o sistema só é válido para o estado de São Paulo.

Veja também – Faça a cotação e receba ofertas pré-aprovadas com o simulador de empréstimo pessoal!

Qual a forma de pagamento do IPVA?

Todos os proprietários de veículos com o IPVA atrasado poderão limpar o nome por pagamentos em boleto bancário.

O programa também serve para quem já fez acordo de parcelamento de dívida do IPVA anteriormente com a Procuradoria e não cumpriu. Nesse caso os valores poderão sofrer alterações devido as seguintes questões:

  • ajuste de taxas;
  • verificação de juros da dívida.

Desde quando o parcelamento está sendo feito?

Essa não é uma condição nova para o Estado. Há dois anos, São Paulo permite o parcelamento do IPVA pendente.

Em 2019 foram realizados ao todo 103.787 parcelamentos, totalizando R$ 162 milhões de receita. Para 2020, a Procuradoria estima realizar 600 mil acordos sobre dívidas de 2018 e 2019, além dos IPVAs anteriores que já haviam sido parcelados.

Pois na atual situação de pandemia, provocada pelo novo coronavírus (Covid 19), pessoas de todas as regiões de SP deixaram de quitar o tributo anual.

O que acontece com quem não paga o IPVA?

Há consequências para quem não realiza o pagamento obrigatório do tributo. Ficar em dívida no IPVA gera bloqueio: o proprietário do carro não consegue licenciar o veículo e fica impossibilitado de circular com ele no Brasil, estando sujeito a multas e pontos na carteira de motorista.

Veja também – Receita Federal abre programa de renegociação de dívidas

Como parcelar o IPVA atrasado?

Saiba como realizar o parcelamento do imposto obrigatório:

  1. Consulte os débitos no site da Procuradoria de SP, com o número do documento do veículo, acessando o portal Dívida Ativa ;
  2. Clique em “Consultas” e, depois, em “Consultar débitos”;
  3. No “tipo de pesquisa”, escolha “Renavam” e coloque o número do seu documento;
  4. O sistema vai retornar ao contribuinte, informando as dívidas do veículo que poderão ser parceladas;
  5. Na opção “Parcelamento”, o sistema te leva para as condições de pagamento;
  6. Emita o termo de adesão ao acordo e as guias de recolhimento. Boletos gerados pelo site podem ser pagos em agências bancárias ou lotéricas pelo código de barras.

Precisa de dinheiro para pagar o IPVA atrasado?

Assim como outras dívidas o IPVA pode acarretar juros e problemas no nome de quem deixa de realizar o pagamento devidamente. Nesse caso, a forma mais fácil de conseguir sair com seu veículo sem problemas é quitando esse imposto obrigatório.

O problema, entretanto, é conseguir dinheiro para deixar o IPVA para traz. Nesse caso, saiba que a FinanZero pode te ajudar! Com diferentes tipos de empréstimos e taxas de juros variadas, a plataforma que busca o melhor crédito para sua condição financeira é um auxílio e tanto para que você não precise mais se preocupar com a dívida do IPVA.

Para conseguir um empréstimo é rápido e muito fácil. Basta acessar o nosso site e escolher o valor desejado, depois preencher o formulário e pronto! Com um único cadastro você pode receber até 10 ofertas de crédito de acordo com o seu perfil e com as melhores taxas do mercado. Clique aqui para fazer o seu cadastro sem sair de casa!

Veja também – O que fazer com as dívidas do cartão de crédito?

Ficou com mais alguma dúvida sobre o parcelamento do IPVA em São Paulo? Deixe nos comentários e não se esqueça de seguir a FinanZero nas redes sociais: @finanzero no Instagram, /FinanZero no Facebook e @finanzero no Twitter.