Empréstimo: o que é preciso para fazer, pagamento, o crédito na FinanZero e as informações relevantes de um contrato de empréstimo

Segundo dados do Instituto Nacional de Geografia e Estatística (IBGE) são mais de 6 milhões de pedidos de empréstimo, apenas no primeiro trimestre do ano de 2021. O dado citado no mostra a consequência da pandemia do Covid-19 na economia brasileira, o que afeta grande parte da população, com altas taxas de desemprego e inflação.

Diante disso, muitas são as dúvidas geradas em relação aos serviços de crédito, como características de cada modalidade, exigências e motivos de atenção. Por isso, abaixo estão algumas questões sobre o empréstimo, suas modalidade e informações relevantes sobre contratos de empréstimo.

Como ficará o Bolsa Família após o Auxílio Emergencial?

O que é preciso para fazer um empréstimo?

Existem muitas linhas de crédito e cada uma possui exigências e condições para serem liberadas ao solicitante. Porém, em geral, alguns requisitos são comumente cobrados em relação ao cidadão que deseja o crédito, como:

  • Ser maior de 18 anos;
  • Ter conta bancária, todas as contas são válidas com exceção da conta salário;
  • Apresentar comprovante de renda, como holerite, extrato bancário, imposto de renda ou pró-labore;

Para as modalidade de empréstimo com garantia, além dos requisitos mencionados, as instituições costumam exigir algumas condições em relação ao bem que será usado como garantia, são elas:

  • O bem precisa estar em boas condições de uso;
  • Estar no nome do solicitante;
  • Com os documentos atualizados;
  • E com 50% do valor quitado;

Além disso, a linha de consignado exige outras condições por ter características que a diferem das demais. As condições para o empréstimo consignado são:

  • Os solicitantes precisam fazer parte das seguintes categorias: pessoas com carteira assinada, funcionários públicos, militares e aposentados ou pensionistas do INSS (Instituto Nacional de Seguro Social);
  • As informações pessoais do cidadão precisam estar atualizadas;
  • E o comprometimento do valor do empréstimo não deve ultrapassar um limite da renda do solicitante;

Contudo, todas as informações mencionadas devem ser consultadas e confirmadas com a instituição credora, já que cada uma pode exigir dados diferentes para cada situação.

Como é feito o pagamento de empréstimo?

Existem algumas modalidades de empréstimos e cada uma possui formas diferentes de pagamento. Em geral, é possível realizar o pagamento do crédito solicitado das seguintes formas:

  • Boleto bancário;
  • Cheque;
  • Débito em conta;

Cada um possui as suas especificidades, que devem ser levadas em consideração no momento de escolha pelo solicitante do crédito. Além das maneiras mencionadas, o crédito consignado possui uma única forma de pagamento, que é automática e descontada diretamente da folha de pagamento ou benefício INSS.

A escolha entre as opções disponíveis deve ser bem analisada, já que a duração do crédito está relacionada ao pagamento total das parcelas. Isso significa que o cidadão terá uma relação com o banco e uma dívida até o final do período determinado para o pagamento do valor que foi emprestado.

Como se cadastrar no auxílio Brasil?

Como fazer um empréstimo online na FinanZero?

A FinanZero é um buscador online de empréstimo e ao realizar a simulação no site, o cidadão pode ter acesso a até 10 ofertas pré-aprovadas para escolher a que apresenta a melhor opção para ele. Para fazer a simulação basta seguir o passo a passo abaixo:

  1. Entre no site da FinanZero;
  2. Escolha o valor que deseja emprestado no simulador encontrado ao abrir o site, o valor pode ser escolhido ao movimentar a linha ou nos botões de (-) para diminuir ou no (+) para aumentar o valor;
  3. Após a escolha do valor clique em “Avançar”;
  4. Informe os dados pessoais que serão solicitados e aguarde as propostas serem enviadas;

Como entender um contrato de empréstimo?

Contratos de empréstimo podem ter nomenclaturas e informações que não são de entendimento comum dos cidadãos. Contudo, todas as informações contidas nele devem ser analisadas, já que o contrato de empréstimo, após a assinatura, pode causar grande impacto na vida financeira do cidadão. Dessa forma, cada informação desconhecida pelo solicitante deve ser pesquisada e e conferida com a instituição financeira credora.

As modalidades de crédito variam assim como as características de cada uma, por isso os contratos de empréstimo não são iguais e podem conter informações diferentes. O indicado é que o solicitante do crédito não assine e feche o contrato sem que todas as suas dúvidas sejam tiradas pela instituição ou um advogado. O banco credor deve informar e deixar todas as informações claras para o seu cliente, além disso pesquisas podem ser feitas a fim de entender solucionar algumas dúvidas pertinentes.

O imóvel precisa estar quitado para refinanciar?

Como saber se o contrato de empréstimo é válido?

Existem muitos golpes aplicados utilizando o nome de bancos e financeiras, principalmente relacionados as linhas de crédito. Por isso, a importância de verificação do contrato que deve conter todas as informações que foram negociadas entre o cliente e a instituição. Então, é preciso que o solicitante analise se as condições financeiras e demais informações que são relevantes sobre o crédito, como taxas de juros e tempo para pagar a dívida estão devidamente informadas.

Além disso, é importante que o cliente feche o seu contrato apenas se for comprovada a seguridade da instituição, ou seja, apenas que se o contrato enviado for realmente o da instituição desejada. Para se certificar disso, é preciso prestar atenção nas informações que precisam estar de acordo com o que foi negociado e precisam estar alinhadas com as encontradas em sites e canais oficias da empresa.

O que devo pagar em um contrato de empréstimo?

O contrato de empréstimo possui as informações referentes ao crédito que foi concedido e as condições negociadas entre o banco e o solicitante. Dessa forma, estão informadas:

  • Taxas de juros;
  • Tempo de quitação do empréstimo;
  • Valor que será emprestado;
  • Demais taxas de contrato;
  • Custo efetivo total, que contabiliza a soma de todas as taxas aplicadas no empréstimo;

Além das demais informações referentes a formas de pagamento, dados da empresa e do cliente também estão contidas no contrato. O pagamento das taxas que são cobradas se dá por meio das parcelas do empréstimo, então, os valores já estão contidos nas parcelas mensais que serão pagas até o final do contrato. Sendo assim, o cidadão deve desconfiar de cobranças feitas fora do valor pago por mês, assim como cobranças antecipadas ao recebimento do valor que foi emprestado. A FinanZero, por exemplo, não cobra nenhum valor antecipado ao crédito concedido.

Também, é válido ressaltar que cada instituição pode cobrar por diferentes taxas, mas cada uma deve estar especificada no contrato e de forma clara ao cliente.

Empréstimo do Bolsa Família: entenda como funciona

E então, restou mais alguma dúvida sobre o que se deve pagar em um contrato de empréstimo? Se sim, deixe aqui o seu comentário que nós lhe ajudamos.

Além disso, siga a FinanZero nas redes sociais para mais dicas e para nos acionar quando quiser: @finanzero no Instagram, /FinanZero no Facebook e @finanzero no Twitter.