Day trade ganhou muitos adeptos, dobrou no primeiro semestre de 2020, mas é importante ter conhecimento nessa área, os ganhos podem ser altos, mas as perdas também

O day trade é uma estratégia de operação financeira de curto prazo, mas deve ser usada por pessoas experientes. Isso acontece porque as operações em bolsa de valores são arriscadas e, por isso, existe a possibilidade de perder muito dinheiro se você não souber o que está fazendo.

As operações de compra e venda podem ser de ações de empresas ou contratos futuros de índice e de dólar. É importante lembrar que essas operações têm descontos.

Essa estratégia funciona da seguinte forma, a pessoa compra um ativo e monitora as variações na bolsa para vendê-lo no mesmo dia quando estiver custando mais do que ele pagou. Ou seja, ela consiste em acompanhar todos os dias comprando e vendendo.

Para investir no day trade a pessoa deve estar ciente e disposta a prejuízos financeiros. Para investir em ações você também precisa de bastante conhecimento e prática, se você não conhece não adianta apostar que o ativo X vai valorizar. Além disso deve ter tempo, porque em um minuto o ativo que você comprou pode começar a ter uma queda e te dar prejuízo.

Para ter as melhores condições no seu empréstimo confira o simulador da FinanZero!

Número de day traders dobra em 2020

Devido a pandemia e da perda de rentabilidade de alguns investimentos, bem como o aumento do desemprego, o número de day traders subiu muito.

O número de pessoas físicas que investem em day trade no Brasil começou a crescer muito nos últimos dois anos. O crescimento de 2019 e 2020 foram de mais de 100%, em 2020 dobrou de janeiro até o mês de agosto. Ou seja, cerca de 486 mil pessoas fizeram pelo menos uma vez uma operação de day trade em 2020.

Desde o ano de 2018 o aumento foi de 322,6% de pessoas investindo, cerca de 19,4% dos investidores brasileiros fazem day trade.

Outro motivo para o aumento de pessoas investindo no day trade é a baixa da taxa Selic. No ano passado a Selic alcançou baixa histórica, chegando a 2%. Essa é a taxa que vai direcionar o rendimento da poupança, que no momento é de 70% dela.

Ou seja, é um dos investimentos com rendimento mais baixo no mercado. O rendimento do PicPay e da Nuconta, por exemplo, são maiores pois são de 210% e !00% do CDI, que é 1,9%. Por isso também muitos resolveram começar a investir em produtos mais arriscados, o caso do day trade.

Leia: O que é CDB?

Riscos

Um day trader pode ter ganhos que cheguem a R$ 11.500, mas isso acontece com um que tenha conhecimento e experiência. E esse é o problema: as pessoas acreditam que basta querer para fazer.

Aqui surge o primeiro risco que é investir muito dinheiro sem ter conhecimento do mercado e perder tudo. E é exatamente isso que acontece com muitas pessoas, já que os valores podem mudar em questão de segundos.

Ao investir com day trade a pessoa deve saber o que está comprando, para saber as chances de ter um lucro real, deve acompanhar ao longo dia para saber a melhor hora de vender e também deve ter uma reserva de emergência.

A reserva de emergência é uma constante para qualquer pessoa, todos devem ter uma. Então se você não tem é melhor não arriscar em investimentos de risco ou de longo prazo. Porque os de longo prazo de impedem de movimentar esse dinheiro no período e os de alto risco podem te levar a perder tudo.

Além disso também existem os cursos de pessoas que se dizem especialistas na área, e na verdade não são. Tais cursos são caríssimos e acabam não dando a base que a pessoa precisa para lidar com um mercado tão cheio de riscos.

Veja: O que é rentabilidade?

Recomendações para fazer day trade

Se acaso você ficou interessado, mesmo com os riscos, e acha que consegue fazer esse tipo de investimento, tudo que você precisa é acesso a internet e cadastro em uma corretora. Se você não tem experiência é recomendável que comece com simuladores. Com eles você pode testar suas teorias sem arriscar perder dinheiro.

Além disso, ao buscar informações você deve usar fontes confiáveis, como a própria B3 e as corretoras. Você pode achar outras fontes que podem não ter informações verdadeiras e querem te vender os cursos.

A reserva de emergência de quem faz day trade deve ser um pouco maior que o geral, algo próximo a um ano. Isso é bom para que você não use esse dinheiro no investimento e não perca o controle. Além disso também é bom que você crie limites de perdas diárias e mensais, para que não entre no ciclo de recuperar o que perdeu. Assim você evita de perder muito mais do que já perdeu na sede de ganhar.

Você precisa saber que vai perder dinheiro em algum momento, por isso é importante impor limites de perdas. Sabendo que isso vai acontecer você também evita as decisões impensadas, como tentar recuperar a qualquer custo.

Confira: Nova lei de falência: o que é e como funciona?

Então, ficou com alguma dúvida? Pergunte nos comentários.

E, por fim, não esqueça de seguir a FinanZero nas redes sociais: @finanzero no Instagram; FinanZero no Facebook e @finanzero no Twitter.