Um empréstimo pode ser uma solução para quem está precisando limpar o nome e se livrar das dívidas; confira quais são as modalidades de empréstimo com nome sujo

O empréstimo para pessoas com nome sujo funciona como uma linha de crédito normal. Isso porque todas as modalidades de empréstimo estão à disposição de quem está negativado.

No entanto, o que pode ocorrer são melhores ou piores condições depende do tipo de empréstimo escolhido e do perfil do cliente. Isso tudo vai depender da análise de crédito.

Por isso, é importante comparar as linhas de crédito e entender qual se encaixa melhor no seu perfil e no que você precisa no momento. Confira abaixo os tipos de empréstimo mais solicitados.

Peça uma cotação grátis e receba ofertas de empréstimo de até 10 parceiros FinanZero!

Quais são os tipos de empréstimo com nome sujo?

Como dito anteriormente, todas as linhas de crédito estão à disposição de pessoas com nome sujo. Isso porque ter restrição no CPF não impede que o cliente solicite um empréstimo, ou qualquer outro produto financeiro.

No entanto, o que pode acontecer é que pessoas negativadas acabam encontrando maiores dificuldades na hora de solicitar um crédito. Já que:

  • Muitos bancos e financeiras não trabalham com esse perfil de cliente;
  • Algumas linhas de crédito oferecem taxa de juros mais altas para essas pessoas, por conta do risco de inadimplência, isto é, do não pagamento das parcelas.

Além disso, as condições das modalidades podem variar e, por isso, é importante comparar e entender o que encaixa no seu perfil e na sua situação:

Empréstimo pessoal

O empréstimo pessoal, também conhecido como crédito pessoal, é uma das linhas de crédito mais solicitadas nas instituições financeiras. Isso acontece porque nessa modalidade não há necessidade de colocar um bem pessoal como garantia de pagamento das parcelas. Logo, o processo de análise de crédito é menos burocrático.

Além disso, ela tem as seguintes condições:

  • Apenas pessoas físicas maiores de 18 anos podem solicitar um empréstimo pessoal;
  • Taxa de juros a partir de 1,49% a.m.;
  • O cliente pode parcelar o crédito pessoal entre 6 e 24 meses.

Por fim, para solicitar um empréstimo pessoal basta ter em mãos os seguintes documentos:

Saiba mais em – O que é crédito pessoal?

Empréstimo com garantia de imóvel

Mais conhecido como refinanciamento de imóvel, é uma modalidade de crédito na qual o cliente precisa deixar um bem pessoal como garantia de pagamento das parcelas. Nesse caso, um imóvel, seja comercial ou residencial.

Por isso, durante o tempo de contrato, o imóvel fica no nome do banco. Enquanto o pagamento das parcelas estiver em dia, o cliente pode usar o imóvel como desejar.

No entanto, em casos de não pagamento do empréstimo, a instituição financeira pode tomar o imóvel da pessoa.

Além disso, o refinanciamento de imóvel oferece as seguintes condições:

  • Taxas de juros a partir de 0,75% a.m;
  • Parcelas entre 36 e 240 meses para quitar;
  • 70% do valor do imóvel residencial ou 30% do valor do imóvel comercial.

Leia também – Por que meu refinanciamento de imóvel foi recusado?

Empréstimo com garantia de veículo

Mais conhecido como refinanciamento de veículo, funciona da mesma forma que o anterior. Isto é, nessa modalidade o cliente precisa deixar um bem pessoal como garantia, nesse caso: um automóvel.

Por isso, durante o tempo de contrato o veículo fica em nome da instituição financeira. Mas não se preocupe, isso não significa que o proprietário não vai mais poder usá-lo.

Enquanto as parcelas estiverem em dia, o banco não interfere no uso do veículo. No entanto, em casos de não pagamento, a instituição pode tomar o bem do cliente.

Além disso, essa modalidade tem as seguintes condições:

  • Taxa de juros a partir de 1,39% a.m.;
  • Parcelas entre 6 e 48 meses;
  • Cliente pode solicitar até 70% do valor do veículo;
  • Mas apenas automóveis com menos de 15 anos de fabricação podem ser usados como garantia de pagamento.

Leia também – Por que meu refinanciamento de veículo foi recusado?

Empréstimo com garantia de celular

O empréstimo com garantia de celular é uma modalidade na qual o cliente precisa deixar um bem pessoal como garantia de pagamento das parcelas. Nesse caso, o celular.

No entanto, as consequências do não pagamento das parcelas são diferentes das dos refinanciamentos.

Isso porque quando o cliente fecha o contrato ele concorda em instalar um aplicativo em seu celular. Basicamente, esse aplicativo serve para bloquear o smartphone em casos de não pagamento do empréstimo.

Mas não se preocupe: o banco não tem acesso aos dados e mensagens que estão no celular.

Saiba mais em – Empréstimo com garantia de celular: o que é e como pedir?

Empréstimo consignado

O empréstimo consignado é uma linha de crédito em que o pagamento das parcelas acontece direto na folha de pagamento do cliente, seja salário ou benefício do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social).

Por isso, apenas algumas categorias de trabalhadores podem solicitar esse crédito:

  • Aposentados e pensionistas do INSS;
  • Trabalhadores com carteira assinada;
  • Funcionários públicos, e
  • Militares.

Além disso, o empréstimo consignado tem as seguintes condições:

  • Taxa de juros a partir de 1,29% a.m.;
  • O cliente pode solicitar apenas 30% da sua renda, seja salário ou benefício e 5% do limite do cartão de crédito.

Empréstimo na conta de luz

Também conhecido como empréstimo com desconto na conta de energia elétrica, é uma linha voltada para pessoas que têm dificuldade em contratar um crédito.

Isso porque quem escolher essa modalidade, precisa pagar as parcelas mensalmente por meio da fatura da conta de luz. Por isso, os riscos de inadimplência são menores.

Saiba mais em – Empréstimo na conta de luz: o que é e como pedir?

Como conseguir um empréstimo com nome sujo?

Para solicitar um empréstimo, de qualquer modalidade, basta seguir o passo a passo:

  • Acesse o simulador da FinanZero;
  • Coloque o valor desejado;
  • Selecione o número de parcelas que deseja;
  • Preencha o formulário com as informações solicitadas;
  • Por fim, após aprovação, escolha qual a melhor oferta para o seu perfil.

Quais documentos preciso ter em mãos no empréstimo com nome sujo?

Isso depende de qual linha de crédito foi escolhida. Mas normalmente os bancos e financeiras solicitam as seguintes informações:

  • RG;
  • CPF;
  • Comprovante de residência;
  • Comprovante de renda – holerite, extrato bancário ou suas notas fiscais.

No entanto, em caso de refinanciamentos, o bem da pessoa precisa passar por uma análise também. Por isso, em um refinanciamento de imóvel a pessoa precisa ter em mãos:

  • Certidão de Matrícula do Imóvel;
  • IPTU (Imposto sobre Território Urbano);
  • Certidão Negativa de Tributos Imobiliários.

E em um refinanciamento de veículo:

Empréstimo com nome sujo, negativado e restrição no CPF: qual a diferença?

Basicamente, os três termos servem para definir o mesmo perfil de consumidor: o do inadimplente. Isto é, uma pessoa que não paga suas dívidas.

Nos três casos, o cliente está com uma dívida em seu nome nos órgãos de proteção ao crédito. Por isso, não há diferença entre os termos.

Preciso fazer depósito adiantado no empréstimo com nome sujo?

Não! Essa prática é considerada ilegal e configura crime, de acordo com as normas do Banco Central.

Por isso, caso alguma pessoa ou financeira ofereça empréstimo e solicite algum pagamento adiantado: fuja! É um sinal de golpe.

Saiba mais em – Como saber se um empréstimo é golpe?

Por fim, ficou com mais alguma dúvida sobre empréstimo com nome sujo? Deixe nos comentários e não se esqueça de seguir a FinanZero nas redes sociais: @finanzero no Instagram, /FinanZero no Facebook e @finanzero no Twitter.