O PIX é hoje um dos meios de pagamento mais utilizados, porém, muitos usuários ainda não sabem como funciona o processo de estorno

Um estudo recente feito pelo Centro de Estudos em Finanças (FGVcef) da Escola de Administração de Empresas de São Paulo da Fundação Getulio Vargas (FGV EAESP) em parceria com a Toluna, apontou que mais de 90% dos brasileiros estão satisfeitos com o PIX, um dos meios de pagamentos do Banco Central (BC).

Devido a praticidade de seus serviços instantâneos, aproximadamente 88% dos entrevistados definiram o PIX como prático e inovador. Isso porque, através do PIX os usuários conseguem realizar e receber transferências em menos de 10 segundos. Além disso, todas essas funcionalidades estão disponíveis 24 horas por dia, durante os 7 dias da semana e de forma gratuita.

Entretanto, alguns consumidores ainda não conhecem as funcionalidades do estorno, por exemplo. Através das redes sociais, os usuários costumam manifestar suas dúvidas e, por isso, reunimos nesse post tudo o que você precisa saber sobre o processo de estorno do PIX.

Como solicitar o empréstimo pessoal online com a FinanZero?

Estorno de transferências

Tendo em vista que as transferências via PIX são instantâneas, uma vez que a confirmação é feita, não há como recuperar o valor depositado. Entretanto, o remetente pode entrar em contato com o destinatário para negociar a devolução do valor que foi transferido de forma equivocada.

Desse modo, um acordo pode ser feito para que o dinheiro seja devolvido para sua conta de origem. Contudo, em casos de transferências com dados de destino incorretos, o consumidor consegue entrar em contato diretamente com o banco e solicitar a devolução. Em geral, esse processo é similar aos erros em TEDs e DOCs.

Portanto, a principal dica é que o pagador sempre faça a checagem de todos os dados antes de confirmar a transferência. As chaves do PIX já foram criadas para otimizar o processo do pagador em não precisar inserir diversos dados bancários (agência, número da conta CPF etc), então, é imprescindível que antes de digitar a senha de 4 dígitos na última etapa, o remetente revise a chave que o valor será destinado.

Fiz um PIX errado, e agora? O que eu posso fazer?

Estorno de compras

Para efetuar o estorno em casos de compra, por outro lado, o cliente deve solicitar o valor junto com a instituição financeira que o PIX foi feito. Só para exemplificar, o cliente terá que localizar no próprio extrato de compra a retirada do valor e no menu de opções selecionar a aba “devolução ou estorno de compra”. Após a solicitação, será necessário aguardar o processamento do estabelecimento.

Vale ressaltar que a devolução do PIX só pode ser feita em até 90 dias depois da data do pagamento original. Caso contrário, o caberá ao estabelecimento verificar a possibilidade de efetuar uma transação manual. Em resumo, o reembolso do valor pode ser integral ou parcial (a depender das condições da compra).

Como evitar golpes no PIX?

Qual é a melhor chave para o PIX?

Conforme mencionado, as chaves do PIX foram criadas para facilitar a vida dos usuários. Na prática, a ideia é que os dados bancários convencionais não sejam inseridos e que, apenas com uma única informação a transferência possa ser feita. Atualmente, quatro chaves podem ser cadastradas:

  • CPF;
  • Celular;
  • E-mail;
  • Chave aleatória.

Também é importante reforçar que as chaves não podem ser repetidas. Então, uma vez que o CPF foi cadastrado como chave no banco A, ele não poderá ser cadastrado como uma mesma chave no banco B. Acerca da melhor chave, neste caso, cabe ao usuário definir o que ele acha mais vantajoso para si.

As quatro chaves disponibilizadas pelo Banco Central (BC) são igualmente seguras e garantem a privacidade dos dados. O cliente só precisa tomar cuidado, por exemplo, ao divulgar a chave do CPF em redes sociais para evitar fraudes e golpes. Só para ilustrar, no caso de um autônomo que precisa divulgar sua chave PIX em grande escala, o mais adequado é utilizar o número de celular ou e-mail.

O real digital brasileiro vai substituir a moeda física?

PIX cobra taxa?

Não há cobrança de nenhum tipo de taxa para transações feitas entre pessoas físicas. Todavia, as instituições financeiras podem cobrar algum tipo de taxa em relação as pessoas jurídicas. Em suma, os valores podem variar de acordo com a política interna de cada banco.

Além disso, redação da FinanZero já disponibilizou um post mais detalhado acerca desse assunto. Para conferir basta clicar aqui.

Como recuperar a senha do Gov br?

Por fim, ficou com dúvidas sobre o PIX? Se sim, deixe aqui nos comentários que a FinanZero te ajuda.

Ademais, siga a FinanZero nas redes sociais para mais dicas e para nos acionar quando quiser: @finanzero no Instagram, /FinanZero no Facebook e @finanzero no Twitter.