Pagar cobrança antecipada de taxas ou tarifas para concessão de empréstimo é contra as normas do Banco Central

O empréstimo é uma ferramenta de concessão de crédito para quem busca por dinheiro de forma simples para suprir de forma emergencial, ou não, alguma despesa. Entretanto, durante a quarentena provocada pelo novo coronavírus (Covid19) o crédito pessoal tornou-se um aliado eficaz devido a crise na economia do País.

Com isso, a procura aumentou, mas a taxa de aceitação do crédito não seguiu a mesma lógica. Isso pois, com a instabilidade mais pessoas se tonaram inadimplentes e, assim, negativadas, tornando a concessão de crédito ainda mais dificultosa para quem precisava de uma renda de emergência.

Dessa forma, a busca por dinheiro fácil aumentou mais que o esperado e quem lucrou com isso foram os golpistas.

Veja também – Faça uma cotação e receba ofertas pré-aprovadas com o simulador de empréstimo pessoal!

Empréstimo pessoal rápido e sem taxas para negativados, existe?

Existem modalidades de crédito que diminuem e muito a a taxa de juros para quem está inadimplente. Como o refinanciamento, o empréstimo consignado entre outros.

Mas, empréstimo pessoal sem juros e, ainda com condições de pagamento de anos a fio não só parece com mentira, como é mentira.

Fraudadores percebem a condição vulnerável financeira de quem está negativado ou de quem necessita de dinheiro com urgência e entram em contato oferecendo uma oferta de empréstimo suspeita e irregular e que necessita de uma entrada antecipada para o recebimento do empréstimo.

Exemplo: Há quem manda para as pessoas propostas de empréstimos de R$10 mil reais com apenas R$ 700 reais de juros. E para conseguir esse empréstimo basta depositar um valor o juros em questão na conta de uma pessoa física antes de o valor entrar na conta.

Mas, o que voltamos a ressaltar, é que em nenhuma hipótese deve haver o pagamento antecipado de empréstimo!

Sofri um golpe do empréstimo, e agora?

Os golpistas costumam entrar em contato com você por meio do WhatsApp ou pelas Redes Sociais. Explicando sempre de forma clara sobre o empréstimo e como é feita a concessão do crédito.

E, por fim, pedem um depósito de taxa de abertura ou de avalista para que haja a concessão do valor do crédito o quanto antes.

Contudo, o valor nunca chega na conta bancária de quem fez o depósito inicial.

Nesse caso, os golpistas sempre se passam por empresas de renome. Como, por exemplo, a FinanZero.

Com isso, ao perceber o golpe é natural que a pessoa venha até a nossa empresa pedir ajuda. O que fazemos é dar aconselhamento jurídico por meio de nossos advogados.

Assim, é aconselhado:

  • Ser feito um boletim de ocorrência (BO);
  • Comunicar os familiares e conhecidos para que não passem pelo mesmo problema.

Veja também – Golpe do empréstimo falso: “ela falava bem, foi muito convincente”

Quem processa a empresa consegue o dinheiro de volta?

Infelizmente não! Diversos usuários entram com uma ação contra a FinanZero e tentam solicitar o valor depositado de volta. Entretanto, esse dinheiro não está em posse da nossa empresa.

E é muito difícil conseguir localizar os fraudadores, pois os mesmos usam contas de WhatsApp clonadas para conseguir fugir da localização da polícia o mais rápido possível. Isso de acordo com informações passadas pelo nosso corpo jurídico.

O que fazer em caso de suspeita de fraude?

O pedido de qualquer pagamento antecipado para empréstimo ou taxa para liberação de crédito já são fortes indícios de golpes ou falsos empréstimos.

Logo, se houver insistência para o pagamento de taxas ou depósito antecipado sempre desconfie e não conclua nenhum pagamento.

Como fazer um empréstimo seguro?

Para fazer um pedido de empréstimo pessoal online pelo site da FinanZero, basta preencher o formulário da página seguindo os passos:

  1. Escolher o valor desejado (entre R$ 500 e R$ 50 mil)
  2. Escolher o número de parcelas (até 24 meses)
  3. Clicar em avançar.
  4. Inserir os dados pessoais solicitados.

Tudo é feito online.

Além disso, você tá com mais alguma dúvida sobre o assunto? Deixe aqui e não se esqueça de seguir a FinanZero nas redes sociais: @finanzero no Instagram, /FinanZero no Facebook e @finanzero no Twitter.