Empréstimo: como conseguir com taxas de juros mais baixas, qual a taxa do empréstimo pessoal, como calcular e reduzir as taxas do crédito solicitado

As operações financeiras como empréstimos possuem taxas de juros, que são um valor cobrado pelas instituições financeiras sobre o valor emprestado nas opções de crédito. Contudo, algumas modalidades apresentam opções de juros mais baixos e com isso o valor total a ser pago pelo solicitante é reduzido.

Segundo o Serasa Experian, os pedidos de empréstimo aumentaram cerca de 26,2%, no período de pandemia do Covid-19, em comparação com o ano passado. Por isso, abaixo estão mencionadas as opções de empréstimo com juros mais baixos, as principais questões sobre o valor cobrado e a possibilidade de redução quando o crédito está em andamento.

Qual é o calendário de pagamento do Auxílio Brasil?

Como conseguir no banco um empréstimo com juros mais baixos?

O empréstimo é uma operação financeira oferecida por bancos que emprestam uma determinada quantia de dinheiro para o solicitante do crédito. As instituições que disponibilizam a opção financeira podem apresentar diferentes modalidades, cada uma com características distintas.

Dentre as linhas de empréstimo existentes, a mais conhecida é o crédito pessoal. Contudo essa modalidade é indicada aos cidadãos que precisam do valor com urgência, sendo então uma opção que conta com taxas de juros mais altas pela rapidez com que o valor é liberado.

Dessa maneira, existem algumas possibilidades de crédito que o solicitante pode escolher que possuem taxas de juros mais baixas. A escolha depende de alguns fatores já que cada uma exige diferentes condições do solicitante. Abaixo serão explicadas as duas modalidades mais conhecidas que possuem juros menores.

Refinanciamento de veículo

O empréstimo com garantia de veículo, também chamado de refinanciamento, é uma modalidade que exige um bem móvel como garantia do crédito solicitado. Dessa forma, um carro, moto ou caminhão podem ser usados no pagamento em casos de inadimplência por parte do solicitante do crédito. Em comparação com o empréstimo pessoal, essa modalidade apresenta taxas de juros mais baixas e é indicado para os indivíduos que possuem um veículo em seu nome e que não precisam da liberação do pedido com urgência.

Refinanciamento de imóvel

O refinanciamento de imóveis também é conhecido como empréstimo com garantia de imóveis ou Home Equity e para a sua aprovação é necessário o uso de uma casa, apartamento ou terreno. Essa modalidade funciona como o refinanciamento de veículo e então utiliza o bem imóvel do solicitante como garantia do valor emprestado, caso as parcelas não forem pagas no tempo determinado. Assim como a modalidade anterior, essa opção apresenta taxas de juros mais baixas pela garantia que o banco possui.

Qual a taxa média de juros para empréstimo pessoal?

Conforme mencionado, a modalidade de empréstimo pessoal possui taxas de juros mais elevadas, quando comparada com as demais opções de crédito. As taxas cobradas na operação variam conforme os meses, porém, segundo um levantamento rescendo do Procon-SP os juros estão em média de 6,38% ao mês. Apesar do número médio do valor da taxa de juros, essa quantia pode variar de acordo com alguns fatores descritos abaixo.

Score

O score é uma pontuação que demonstra o risco de inadimplência do indivíduo, ou seja, o risco das parcelas do empréstimo não serem pagas, de acordo com o histórico de pagamento do cliente. A pontuação do score é medida da seguinte maneira:

  • Abaixo de 300 pontos, o cliente possui alto risco de inadimplência;
  • De 300 a 700, o risco de inadimplência é médio;
  • Acima de 700, a inadimplência é baixa;

A partir do significado dos pontos do score, o empréstimo pode apresentar altas taxas de juros, para os clientes que possuem uma pontuação baixa, indicando alto risco de inadimplência. Além disso, a pontuação também pode ser um fator de não liberação do pedido de crédito.

Análise de crédito

A análise de crédito é realizada com o mesmo intuito do score, ou seja, para contribuir com a tomada de decisões da instituição, no caso para o empréstimo com garantia de celular. Por meio dela, o banco pode conhecer melhor o solicitante analisando questões como:

  • Idade;
  • Gênero;
  • Profissão;
  • Grau de escolaridade;
  • Quantidade de dependentes;
  • Renda;
  • Histórico de residência;
  • Quantidade de veículos, quitados ou não;
  • Bens imóveis;
  • Histórico de pagamentos;
  • Cartão de crédito;

Carnê: como funciona essa forma de pagamento?

Como calcular o juros de um empréstimo?

No geral, os juros cobrados em operações de crédito são os juros compostos. O funcionamento dessa taxa é baseado no seguinte cálculo:

  • Primeiro mês:

Valor da primeira parcela do empréstimo + taxa de juros = valor total a ser pago;

  • Segundo mês:

Valor total da primeira parcela + taxa de juros;

Dessa forma, a cálculo para saber o valor que será pago mensalmente deve ser a partir do total pago na última parcela com acréscimo da porcentagem de juros. Abaixo estará exemplificado o cálculo com número:

Valor total pago na primeira parcela do empréstimo= R$1.080;

Cálculo do valor a ser pago na segunda parcela do empréstimo= R$1.080 x 8% (taxa de juros);

Tem como reduzir os juros de um empréstimo?

As taxas de juros podem ser reduzidas de algumas maneiras, como:

Antecipação das parcelas

Os cidadãos que já possuem um pedido de empréstimo e desejam reduzir a taxa de juros, podem contar com essa possibilidade ao anteciparem as parcelas. Então, quando um número de parcelas são antecipadas, ou seja, pagas em uma única vez antes do tempo previsto, o banco diminui os juros que seriam cobrados sobre elas. A ação pode ser feita com o auxílio de um planejamento financeiro que indicará ao solicitante como guardar o valor necessário para quitar as parcelas.

Score alto

Como mencionado, o score é uma pontuação que é levada em consideração no momento de decisão sobre as taxas de juros e demais condições do empréstimo solicitado. Por isso, o investimento em aumentar a pontuação pode contribuir para a aquisição de um crédito de juros mais baixos. Contudo, essa opção apenas é válida para os pedidos que ainda não foram fechados, ou seja, que ainda não tiveram o seu contrato assinado.

Solicitação de empréstimos com juros mais baixos

Existem modalidades de crédito que apresentam taxas de juros mais baixas e essa condição está relacionada à garantia que o banco possui de que receberá o valor emprestado. Então, as opções de empréstimo com garantia de imóvel e veículo podem garantir taxas mais baixas em comparação com o crédito pessoal, modalidade mais conhecida e solicitada pela população. Contudo, a aquisição dessas modalidades exige condições dos solicitantes que devem ser analisadas.

Como reduzir juros de empréstimo consignado?

O empréstimo consignado é uma modalidade de empréstimo que também possui baixas taxas de juros. No consignado as parcelas são descontadas de forma automática da folha de pagamento ou benefício INSS e por isso, algumas análises são feitas pelos bancos para garantir que a renda essencial do indivíduo não seja comprometida. A solicitação para esse crédito depende do banco ligado à empresa que o trabalhador possui vínculo ou às instituições ligadas ao INSS.

Para contratar essa opção de crédito é necessário que o solicitante se encaixa nas seguintes condições:

  • Ter carteira assinada;
  • Ser militar, funcionário público ou aposentados e pensionistas do INSS;

O consignado conta com algumas possibilidades de redução das taxas de juros já embutidas nas parcelas, são elas:

Refinanciamento

O refinanciamento do consignado consiste em um novo acordo entre o solicitante e a instituição que oferece o crédito. Nessa opção, o cidadão pode renegociar o valor das parcelas e as taxas de juros para que a melhor condição seja estabelecida tanto para ele quanto para o banco credor.

Portabilidade

A portabilidade é também uma opção de redução das taxas de juros, ela consiste na mudança do banco vinculado ao empréstimo. Dessa forma, o cidadão precisa transferir o seu crédito para um novo banco para que um novo acordo seja estabelecido. Porém, a nova instituição precisa ser vinculada ao seu emprego ou ao INSS.

Como transferir dinheiro do ticket alimentação

E então, restou mais alguma dúvida sobre como reduzir os juros de um empréstimo? Se sim, deixe aqui o seu comentário que nós lhe ajudamos.

Além disso, siga a FinanZero nas redes sociais para mais dicas e para nos acionar quando quiser: @finanzero no Instagram, /FinanZero no Facebook e @finanzero no Twitter.