Se você precisa de capital e tem dinheiro a receber de vendas a prazo, a antecipação de recebíveis pode te ajudar

A antecipação de recebíveis é uma opção para empresas no geral, nela a empresa pode adiantar o que receberia com vendas a prazo. As compras a prazo podem acontecer por meio de duplicatas, cheques pré-datados ou cartão de crédito.

Entretanto ela não deve ser uma opção a todo momento, sendo apenas um recurso emergencial. Se acaso o empreendedor precisar para cobrir gastos necessários para capital de giro ou qualquer outra conta que não possa esperar, esse dinheiro é uma saída.

O que é antecipação de recebíveis?

A antecipação de recebíveis pode ter dois resultados para o seu negócio, pode ajudar muito, mas também pode causar inúmeros prejuízos caso seja mal planejada ou desnecessária.

Se você souber fazer os cálculos e análises das taxas, fizer isso com responsabilidade, pode ser uma ótima opção. Isso pode ser um investimento bem-vindo, e pode trazer uma movimentação financeira melhor e mais rápida.

É comum que as empresas recorram aos bancos para isso, mas é necessário ficar atento, já que as taxas e juros podem ser muito altos. Sendo assim, essa ação pode acabar trazendo mais prejuízos que vantagens. Antes de tudo você deve considerar se realmente precisa antecipar, se é necessário ou se será um investimento com bons retornos.

Se esse dinheiro for necessário para contas que você não pode deixar para depois, como salário de funcionários por exemplo, antecipar pode ser uma boa opção. No momento de crise que enfrentamos, muitos procuram adiar contas e adiantar os recebíveis, para ter capital de giro.

A antecipação é um processo simples, que consiste em adiantar com um banco o valor que você tem a receber no futuro. Esse valor pode ser não só de compras à prazo no cartão de crédito, como também cheques. Mas ao pagar o valor de volta ao banco juros e outras taxas podem se aplicar.

Natal: dicas de presente por até R$ 50

Como funciona

O processo é, muitas vezes, rápido e o dinheiro pode ficar disponível na hora. Existem algumas formas de antecipar os recebíveis, são elas:

  • Em primeiro lugar temos a antecipação com garantia real, nela as taxas mudam muito com base nos valores, nos prazos dos recebíveis e na garantia. Os bancos geralmente cobram menos garantias de microempresas;
  • Em seguida temos o fomento, aqui o empresário deve enviar as notas fiscais e o banco repassa o valor menos as duplicatas. O valor normalmente fica disponível rápido;
  • Existe também a antecipação compromissada, essa opção é a com menos riscos para sua empresa. Nela há compromisso em contrato de ambas as partes, por isso é importante ler com muita atenção. Aqui também é possível receber antecipação do total dos recebíveis;
  • Por fim temos a conta vinculada, com essa opção você não precisa solicitar a transferência porque o banco os deposita em sua conta vinculada. As taxas dessa opção costumam ser muito boas e é com base no que ainda resta de sua garantia e seu capital de giro

Antes de escolher qualquer opção ou banco você deve pesquisar e comparar. Embora pareça uma opção boa e fácil, sem a pesquisa você pode acabar complicando mais que ajudando seu negócio. Além de pesquisar as opções de um banco, confira em mais de um, existem variações de um banco para outro.

Leia também: PROCON dá dicas para as compras de natal

Vantagens e desvantagens

Em primeiro lugar temos as vantagens mais óbvias que são a obtenção de capital de forma rápida e simples. O depósito acontece direto na conta da empresa, e pode ajudar a manter seu negócio. Além de pagar as contas que não puderem ser adiadas, como salário de funcionários e contas com fornecedores por exemplo.

A antecipação pode adiantar os pagamentos, sem comprometer o fluxo de caixa e mantendo capital de giro para investir no seu negócio. Além disso, existem taxas que são, no geral, menores que em empréstimos.

Entretanto você precisa prestar atenção em alguns fatores, como o uso contínuo por exemplo, porque assim ela vira uma fonte de capital de giro mais cara. O empresário também deve pesquisar as taxas antes de escolher a mais vantajosa para seu negócio.

Confira: Quem não paga IPVA em 2021?

Antecipação X Empréstimo

As pessoas muitas vezes confundem antecipação e empréstimo, mas existem diferenças claras e condições diferentes. Na antecipação você está adiantando um dinheiro que receberá em breve, logo é mais seguro para o banco. As chances de você pagar a antecipação são maiores já que há a garantia de que você terá essa quantia.

Como todo crédito com garantia, as condições são melhores, os juros são mais baixos. Enquanto no empréstimo você recebe um dinheiro que não tem uma garantia que receberá de volta em um futuro próximo, por isso normalmente essa opção é mais cara.

Dicas para economizar na ceia de Natal? FinanZero responde

O que é capital de giro?

O capital de giro é o dinheiro disponível necessário para manter sua empresa em bom funcionamento e garantir sua continuidade. Essa valor conta com o dinheiro em caixa, valores em contas bancárias e contas a receber. Além disso, contas pendentes que podem ser convertidas em dinheiro para a empresa.

No capital de giro estão inclusos todos os valores disponíveis para a empresa cumprir com seus compromissos e faça investimentos, já contando com possíveis imprevistos. Essa quantia garante a saúde financeira do seu negócio.

Veja: Jovem aprendiz: o que é e como funciona?

Sempre consulte as taxas e juros antes de pedir uma antecipação.

Além disso, se ficar com dúvidas nos pergunte nos comentários!

E, por fim, não esqueça de seguir a FinanZero nas redes sociais: @finanzero no Instagram; FinanZero no Facebook e @finanzero no Twitter.