Pessoas com nome limpo têm mais chance de conseguir empréstimo; veja como aumentar suas chances de aprovação

Você precisa de um empréstimo com urgência e, ainda assim, não é aprovado. O que fazer?

Nós temos algumas dicas.

Mas, antes, vamos falar sobre algumas regras gerais sobre empréstimo.

Fui demitido (a), posso sacar o FGTS?

Quem tem mais chance de conseguir empréstimo?

Esses são casos gerais, ou seja, não valem em todas as financeiras. Portanto, vale você fazer uma simulação no nosso site e entender a sua realidade:

  • Têm mais chances de conseguir empréstimo aqueles que têm o nome limpo. Mas, caso seu nome esteja negativado, ainda há chances de aprovação. No entanto, os juros tendem a ser mais altos;
  • Pessoas com renda própria e estável têm maiores taxas de aprovação;
  • Aqueles que preenchem mais dados nos formulários também têm, em geral, mais possibilidade de ser aprovado.

Contudo, se mesmo assim você não conseguir o empréstimo que precisa, vamos a algumas dicas:

PIS/PASEP não caiu. O que fazer?

1. Preencha o máximo de informações

Os formulários da FinanZero pedem várias informações. Entre elas:

  • Nome;
  • CPF;
  • Estado civil;
  • Data de nascimento;
  • Ocupação;
  • Celular; e
  • Email.

Por isso, é importante que você preencha o nome completo, o CPF e a data de nascimento corretamente, seu estado civil atualizado, assim como sua ocupação, celular e email.

Isso porque a atualização dos dados garante que nossos parceiros consigam analisar o seu perfil com maior precisão. Logo, entendem melhor seu caso, o que facilita conseguir empréstimo.

2. Selecione o valor que precisa e pode pagar

Você sabe quanto precisa pedir de empréstimo, certo? No entanto, é importante entender se é possível pagar pela quantia.

Não há um limite definido do quanto do seu salário você pode comprometer com um empréstimo. Porém, suas chances são maiores se as parcelas não ocuparem mais do que 30% dos seus ganhos.

Conseguir empréstimo, desse modo, é mais fácil quando couber nessa faixa.

3. Escolha o número de parcelas de acordo com sua renda

Além de ser importante definir o valor total, é importante escolher o empréstimo cujas parcelas se adequam à sua realidade para conseguir empréstimo.

Para diminuir a inadimplência, por exemplo, isso é ótimo. Portanto, é ótimo também para aumentar suas chances de conseguir um crédito.

Não há regra, novamente, para percentual. Mas ficar abaixo dos 30% é o recomendado.

4. Limpe o nome antes do empréstimo, se possível

Há empresas que dão empréstimo para CPF negativado. No entanto, além dos juros serem maiores, elas não são maioria no mercado.

Logo, se possível, limpe seu nome antes de pedir um empréstimo. Se você não tem dinheiro para fazer isso de uma vez, negocie a quitação da dívida que gerou a negativação: isso já limpa seu nome.

5. Contas em dia ajudam na hora do empréstimo

Algumas empresas usam, hoje, o chamado Cadastro Positivo. Com essa ferramenta, o credor entende se você tem um bom perfil para empréstimo com base no seu pagamento de contas do dia a dia.

Por isso, se possível, deixe os débitos em dia para conseguir empréstimo com mais tranquilidade!

6. Por fim, tente aumentar seu score

Score baixo significa maior chance de inadimplência e, por isso, muitas financeiras e bancos aumentam as taxas de rejeição a scores menores.

Logo, a dica é estar atento ao seu score. Tal pontuação varia de 0 a 1000 e é baseada na:

  • análise de pagamentos de contas em dia;
  • histórico de dívidas negativadas;
  • relacionamento financeiro com empresas;
  • e dados cadastrais atualizados.

Simule seu empréstimo com o melhor buscador de crédito pessoal online!

E se você, por fim, tiver mais dúvidas sobre parcela de empréstimo? Bem, então, é só comentar!

Você também pode ver mais dicas lá nas nossa redes sociais: @finanzero no Instagram, /FinanZero no Facebook e @finanzero no Twitter.