O microcrédito é uma modalidade voltada aos Microempreendedores Individuais (MEIs), microempresas (MEs) e também para os empreendedores informais.

De acordo com dados da Receita Federal, divulgados pelo Banco Central, em fevereiro de 2020, os Microempreendedores Individuais (MEIs) e as microempresas (MEs) correspondiam a 85,4% do total das empresas brasileiras.

Já de acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o período entre fevereiro e abril de 2021 fechou com mais de 24 milhões de trabalhadores autônomos, caracterizados por não possuírem vínculo empregatício.

A principal diferença entre esses grupos, normalmente, é a formalização do trabalho autônomo. Isso porque, quem atua como MEI ou microempresa possui um CNPJ aberto, enquanto quem atua de maneira informal utiliza o CPF em situações burocráticas, como ao emitir nota fiscal.

Além disso, a formalização garante ao profissional o acesso a benefícios e direitos previdenciários, enquanto no trabalho informal o profissional deve realizar o recolhimento de forma individual, caso queira ter acesso aos benefícios.

Contudo, em ambos os casos, é possível obter um empréstimo no microcrédito, já que a modalidade é voltada aos pequenos negócios.

Microcrédito Caixa Tem: quem tem direito e como solicitar?

O que é o microcrédito?

Como dito inicialmente, o microcrédito é uma modalidade de financiamento direcionada aos pequenos negócios e foi proposta pelo Governo Federal, a fim de incentivar os microempreendedores, gerando crescimento econômico.

Para obter o microcrédito, não é necessário dar garantias de pagamento, como comprovar patrimônio. Por outro lado, é comum que seja solicitado a apresentação de um planejamento de utilização dos recursos, ou seja, onde e como os valores tomados serão aplicados.

Além disso, o prazo para quitar o microcrédito pode ser mais curto que o comum, com prazos que começam em quatro meses e podem chegar a vinte e quatro meses, como acontece na Caixa Econômica Federal.

Vale destacar que uma outra característica do microcrédito é o acompanhamento dos agentes de crédito. Na prática, antes de receber o valor solicitado, o empreendedor é acompanhado por esses agentes, que avaliam as condições de pagamento e o negócio.

Após a concessão da quantia, os agentes de crédito acompanham ainda a evolução do negócio e podem oferecer orientação e suporte ao empreendedor, a fim de contribuir na forma que os recursos são investidos.

Posso fazer empréstimo com CNPJ mesmo com o nome sujo?

Quem pode solicitar o microcrédito?

Apesar de ser considerado menos burocrático, o microcrédito não pode ser solicitado por todos os empreendedores. Isso porque, para ser elegível à obtenção do crédito, é necessário que a empresa ou profissional possua faturamento anual igual ou inferior a R$360 mil.

Outra característica do microcrédito é que a quantia só pode ser utilizada para financiar reformas, aquisição de equipamentos e insumos e capital de giro. Por isso é preciso apresentar um planejamento, como citado anteriormente.

Apesar disso, o empréstimo pode ser feito tanto por microempresas, Microempreendedores Individuais (MEIs) e também por profissionais autônomos que atuam de maneira informal, ou seja, que prestam serviços ou vendem produtos como pessoa física.

Vale lembrar, por fim, que diversas instituições financeiras exigem que o profissional não possua o nome inscrito em cadastros de proteção ao crédito, como SPC e Serasa, bem como é obrigatório, em todos os casos, ser maior de 18 anos de idade.

Como ver o saldo do FGTS no Caixa Tem?

Qual o valor do microcrédito?

Os valores concedidos no microcrédito são compatíveis com as atividades produtivas do profissional ou empresa, bem como com a capacidade de pagamento. Portanto, é feita uma análise prévia, a fim de estabelecer o valor e também o prazo de pagamento.

Entretanto, quando comparado a outras linhas de crédito tradicionais, o microcrédito possui valores considerados inferiores, pois começam em R$300 e podem chegar até, no máximo, R$21 mil, a depender da instituição financeira que concede a quantia.

Qual banco oferece microcrédito?

O microcrédito não é uma modalidade de empréstimo oferecida por todas as instituições financeiras. Dessa forma, vamos citar a seguir quatro bancos que oferecem o microcrédito e quais são as condições básicas.

Microcrédito Caixa Econômica Federal

Voltado para empreendedores ou empresas com faturamento de, no máximo, R$360 mil por ano, para obter o microcrédito Caixa é preciso ter recebido orientação negocial ou financeira, ter conta corrente, poupança ou conta Caixa Fácil e não possuir o nome inscrito nos cadastros de inadimplentes.

Os valores liberados começam em R$300 e podem chegar a R$21 mil, com prazo de pagamento entre 04 e 24 meses. As taxas de juros, por sua vez, são de 3,49% e não possui cobrança de IOF.

Microcrédito Bradesco

Chamado de Microcrédito Produtivo Orientado, o microcrédito Bradesco é oferecido para empreendedores formais e informais, desde que possuam faturamento anual de até R$360 mil.

O valor do crédito pode chegar a R$21 mil, contudo, a instituição não informa qual é a taxa de juros praticada, apenas que há isenção de IOF.

Precisa ter CNPJ para emitir nota fiscal?

Microcrédito Banco do Brasil

O Banco do Brasil não divulga em seu site quais são as taxas de juros praticadas, bem como qual é o valor máximo concedido através do microcrédito. O prazo de pagamento do microcrédito, por sua vez, varia entre 05 e 18 meses.

Contudo, para solicitar o empréstimo é preciso ser correntista da instituição. Além disso, empreendedores informais devem ter renda mensal de até R$30 mil, MEI deve possuir faturamento anual de até R$81 mil e microempresas devem faturar até R$360 mil ao ano.

Microcrédito Itaú

O microcrédito Itaú não está disponível para todas as regiões do Brasil, de acordo com o site da instituição. Contudo, para solicitar não é necessário ser correntista, basta ter, no mínimo, seis meses de atividade e possuir receita bruta de até R$360 mil ao ano.

Os valores concedidos variam entre R$400 e R$20.300, com prazo de pagamento que começa em 04 meses e vai até 15 meses. A taxa de juros, por sua vez, é de até 3,79% ao mês.

Como fazer empréstimo no microcrédito?

Para solicitar o microcrédito é necessário entrar em contato com a instituição financeira escolhida. Então, o processo costuma ser semelhante à contratação de um empréstimo tradicional, já que envolve uma análise do perfil da empresa, do empreendedor e também da quantia solicitada.

A partir daí, é realizada ainda uma análise socioeconômica pela instituição financeira, que normalmente acontece através da visita de um agente de crédito à empresa ou casa do empreendedor, a fim de efetuar um diagnóstico da situação financeira e confirmar se o solicitante está dentro do perfil socioeconômico exigido.

Por fim, é determinado o valor de concessão do crédito, bem como o prazo para pagamento, que como já citado anteriormente, é estipulado de acordo com a capacidade de quitação do empreendedor e do porte do negócio.

Tem mais alguma dúvida sobre o microcrédito? Deixa nos comentários. Ah, e não deixe de acompanhar a FinanZero por aqui e nas redes sociais: @finanzero no Instagram, /FinanZero no Facebook e @finanzero no Twitter.