(atualizado em 15/06/2020) Saque emergencial de R$ 1.045 do FGTS deve seguir os moldes do auxílio emergencial

Com os pagamentos do auxílio emergencial ainda em execução, entre a 1ª e a 2ª parcela do benefício dependendo da data que o beneficiário obteve a aprovação do pedido, os saques do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) liberados em junho serão graduais.

Os depósitos terão início no próximo dia 29 de junho. Entretanto, os saques não serão liberados nesta data, e que obedecerão regras de mês de nascimento, conforme informou o presidente da Caixa Econômica Federal (CEF), Pedro Guimarães.

Veja também – Quem tem direito ao saque emergencial do FGTS de R$ 1.045?

O intuito da instituição bancária é que o cidadão faça o saque em espécie somente se não houver outra alternativa para acessar o dinheiro e fazer os pagamentos desejados.

Desta forma, os saques seguirão um calendário com os meses de nascimentos. Isso já foi feito no passado com o FGTS e com o auxílio emergencial, o leque de possibilidades online deve ser ampliado.

Como sacar o FGTS emergencial em 2020?

Para fazer os saques em espécie, será necessário a pessoa ter em mãos os documentos:

  • Registro Geral (RG);
  • Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS);
  • Número de Integração Social (NIS) ou Cartão Cidadão;

Com estes documentos em mãos, basta encontrar a agência bancária ou posto de atendimento da Caixa mais próximo da residência.

Como acessar a conta do FGTS?

Por meio do aplicativo FGTS já é possível que o trabalhador veja o saldo de todas as suas contas, tanto as ativas (de contratos de trabalho vigentes) como as inativas (de empregos anteriores). Basta baixar o app e se cadastrar:

Para acessar a conta do app, basta informar o CPF e se lembrar da senha cadastrada. Se for o primeiro acesso, será necessário ter em mãos a Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS) para informar os dados solicitados e fazer o preenchimento.

Veja também – Esqueci a senha do FGTS da Caixa. Como recuperar online?

Como transferir o FGTS para outra conta bancária?

Além do calendário de saques, existe também um calendário de depósito em conta dos recursos. O usuário já pode cadastrar uma conta bancária para receber os recursos do fundo:

  1. Entre no app com CPF e senha;
  2. Clique em “Meus Saques”;
  3. Selecione “Minha Conta Bancária”;
  4. Informe os dados da conta na qual deseja receber o FGTS emergencial;

Assim, quando o pagamento for feito pela Caixa, o dinheiro cairá diretamente na conta bancária informada. Independentemente de qual instituição bancária seja a responsável pela conta.

Veja também – Simule seu empréstimo e encontre as melhores taxas de juros do mercado!

Outra opção é transferir o saldo do app do FGTS para o aplicativo Caixa TEM (se esta existir em função do auxílio emergencial) e utilizar a função de carteira virtual. Assim, com o saldo no app da Caixa é possível fazer pagamentos utilizando QR Code.

Ficou com mais alguma dúvida sobre o saque emergencial do FGTS? Deixe nos comentários e não se esqueça de seguir a FinanZero nas redes sociais: @finanzero no Instagram, /FinanZero no Facebook e @finanzero no Twitter.