Com o alto número de inadimplentes no brasil, muitos cidadãos não sabem se estão com o nome sujo

Compras mal planejadas, créditos que ultrapassam as possibilidades de pagamento ou o pagamento do valor mínimo da fatura do cartão são alguns dos motivos mais conhecidos para que uma dívida saia do controle e deixe o cliente com o “nome sujo”, ou seja, inadimplente.

Mas não são só débitos com bancos que sujam o nome. Boletos de celular esquecidos de pagar, cursos trancados sem quitar os últimos débitos ou a academias por planos também podem levar o nome a inadimplência.

Conforme uma pesquisa divulgada pela Confederação Nacional do Comércio (CNC), 60% das famílias brasileiras iniciaram 2020 endividadas, e 30% dos brasileiros estão inadimplentes.

Atualmente, há três bureaus (“birôs”) de proteção ao crédito que fazem essas consultas e administram os cadastros de inadimplência:

  • o SPC;
  • Boa Vista;
  • Serasa.

Veja abaixo como saber se nome sujo com alguma dessas empresas:

SPC – Serviço de Proteção ao Crédito

O SPC Brasil é o único que cobra pelo serviço online de consulta ao próprio CPF. Os preços variam entre R$ 9,90 e R$ 16,90 a depender da informação buscada.

O valor mais caro é para consultar um CPF de terceiro e o mais barato o seu próprio. Clique aqui para acessar.

Serasa

Nessa empresa, o serviço para ver se está com o nome sujo é online e gratuito. Para isso, basta acessar o site do bureau e fazer o cadastro com seus dados pessoais. Os débitos são apresentados de forma simples e sem muitos detalhes e apenas o valor e origens da pendência, caso houver. Clique aqui para acessar.

Boa Vista

No Boa Vista você precisa criar um cadastro no Consumidor Positivo, onde é possível verificar se há débitos vencidos em seu nome. Para isso, basta informar alguns dados básicos, como nome completo, RG, CPF, telefone e e-mail. Clique aqui para acessar.

Veja também – Faça a simulação do seu crédito pessoal com segurança na FinanZero!

É verdade que após cinco anos a dívida de quem tem nome sujo é perdoada?

Isso não é verdade. O que “caduca” são as restrições de crédito nas instituições. Ou seja, após cinco anos, as restrições não podem mais aparecer, o que não significa que seu nome ficará limpo, pois a cobrança ainda pode ser feita.

É possível conseguir um empréstimo com nome sujo?

Sim, é possível. Na FinanZero há alguns parceiros que podem aprovar empréstimos para negativados. Contudo, esta aprovação depende de uma análise de crédito que será feita pela financeira em questão.

Alguns fatores que entram na análise são:

  • o seu histórico de pagamento;
  • o valor solicitado;
  • e o total de parcelas.

Ainda tem alguma dúvida sobre inadimplência? Deixe nos comentários, e não se esqueça de seguir a FinanZero nas redes sociais: @finanzero no Instagram, /FinanZero no Facebook e @finanzero no Twitter.