Os dividendos são uma parcela dos lucros de uma empresa e, sabendo investir, é possível ganhar dinheiro com eles

“Os dividendos da Empresa X cresceram 15% na última semana”. Você já ouviu algo do tipo?

Se já ouviu e não entendeu, a gente explica: de uma forma bem resumida, isso significa que a Empresa X está gerando lucro para os seus acionistas.

Essa é a explicação simples. Mas vamos saber mais sobre dividendos?

Veja também: Seguro desemprego: governo suspende prazo para pedir o benefício

Dividendos: parcela dos lucros de uma empresa

Os dividendos são uma faixa dos lucros de uma sociedade anônima, em geral, estabelecida há mais tempo no mercado e com capital aberto.

Glossário: O que é capital aberto?
Uma empresa de capital aberto é uma sociedade anônima (S.A.) cujo patrimônio líquido é formado por ações. Essas ações são títulos que podem ser negociados no mercado sem a necessidade de uma escritura de propriedade. Quem investe nessas empresas é chamado de acionista.

Tendo essa parcela dos lucros, essas empresas dividem, entre os seus acionistas, os dividendos.

A divisão é feita de acordo com o investimento de cada acionista: quem investe mais naquela empresa, tem direito a uma parcela maior dos lucros em relação a quem investe menos.

Faça a cotação e receba ofertas pré-aprovadas com o simulador de empréstimo pessoal!

Como os acionistas recebem suas parcelas?

Um acionista pode receber dividendos de diversas maneiras:

  • Em dinheiro. Neste caso, o acionista segue fazendo parte do grupo de investidores da empresa no mesmo percentual de antes de receber os dividendos;
  • Em mais ações. Por este cenário, o acionista passa a ter uma parcela ainda maior nos lucros da empresa, já que terá mais títulos desta S.A.

Leia mais: Bolsonaro veta perdão a dívida de igrejas

Como os dividendos são divididos?

Uma empresa nunca divide 100% dos seus lucros com os acionistas, nem mesmo os majoritários.

Por isso, a definição de valores dos dividendos envolve a diretoria administrativa da empresa. Ela define o valor a ser repartido.

A partir daí, o valor é dividido pelo total de ações da empresa, cujo resultado serão os dividendos por ação. Esse cálculo é chamado de Dividend Yield.

Em seguida, basta multiplicar o valor pelo número de ações de cada acionista e, pronto, eles receberão o montante referente à sua carteira de ações.

Saiba mais: Como alterar o e-mail cadastrado no FGTS?

Vale a pena investir nessa parcela dos lucros?

Essa pergunta é complexa, porque sua resposta varia.

Vale investir em empresas que têm histórico de boas pagadoras de dividendos. Afinal, esse investimento tem como objetivo ganhar mais dinheiro ou mais ação (que, indiretamente, também é mais dinheiro).

Além disso, é importante ficar atento às oscilações dos dividendos, o que significa comprar e vender parcelas parcelas dos lucros no momento certo.

Já deu para sentir que requer um certo estudo, né? Mas a prática é simples e, começando pequeno, pode render bons frutos.

E aí, deu para entender bem o que são dividendos? Já sabe, né: restando dúvidas, comente!

Ah, e não se esqueça de seguir a FinanZero nas redes sociais: @finanzero no Instagram, /FinanZero no Facebook e @finanzero no Twitter.