IOF: o que é, qual o valor cobrado, quem paga, quando não é necessário o pagamento e quais são as consequências do aumento do imposto

O IOF é um imposto cobrado pelos bancos e arrecadado pelo Governo Federal em operações financeiras de pessoas físicas e jurídicas. Além de gerar receita a União, o IOF contribui para que a economia do país seja observada pelo Governo. Foi anunciado o seu aumento até o final do ano de 2021 pelo Ministério da Economia e com isso algumas dúvidas podem ser geradas na população.

Então, abaixo estão as principais questões relacionadas ao Imposto sobre Operações Financeiras (IOF), levando em consideração o seu significado e funcionamento e como ocorrem os seus pagamentos. Além disso, serão abordadas as consequências que o aumento do imposto terá na vida da população brasileira.

Qual banco faz empréstimo com cartão de crédito?

O que é o IOF?

IOF é uma sigla que possuem como significado Imposto sobre Operações Financeiras, o valor é pago por pessoas físicas e jurídicas e tem como um de seus objetivos a arrecadação de verba para o Governo. O imposto federal é cobrado quando são realizadas operações financeiras, como:

  • Compra ou venda de moedas estrangeiras;
  • Empréstimos e financiamentos;
  • Resgates de investimentos;
  • Cheque especial;
  • Crédito rotativo;
  • Fazer seguro;

Além de ser cobrado em pedidos de empréstimo e demais operações mencionadas, o IOF também pode ser cobrado em cartões de crédito devido a ações que são consideradas operações financeiras, são elas:

  • Atrasos no pagamento de faturas;
  • Compras no exterior, pela internet ou não;
  • Pedidos de empréstimo pelo cartão de crédito;

Qual o valor do IOF?

O valor cobrado no imposto IOF varia conforme a operação realizada e o seu valor. Nesta quinta-feira (16) o presidente Jair Bolsonaro (Sem partido) assinou um decreto que para aumentar a alíquota diária do imposto IOF até o final do ano para operações de crédito. A medida terá início no dia 20 de setembro e terminará no dia 31 de dezembro, o aumento se deu da seguinte forma:

  • De 0,0082% para 0,01118% para pessoas físicas;
  • De 0,0041% para 0,00559% para pessoas físicas;

Contudo, para pessoas jurídicas do Simples Nacional, como MEIs, a alíquota diária não terá o valor alterado para operações de crédito, permanecendo em 0,00137 por dia. Vale ressaltar que o aumento comunicado pelo Ministério da Economia é válido apenas para operações de crédito, não sendo alterado para demais serviços que possuem o imposto cobrado.

Além disso, o aumento se dá apenas para o IOF diário, o IOF fixo permanece com o valor atual de:

Empréstimos e financiamentosDe 0,38% a 3,38%
Cartão de crédito6,38%
SegurosAté 25%
Câmbio de moedas1,1% sobre o total

Quanto tempo o dinheiro do saque aniversário cai na conta?

Quem paga o IOF?

Conforme comentado, o imposto IOF é cobrado e obrigatoriamente pago por pessoas físicas e empresas sobre operações financeiras. Dessa forma, o valor é cobrado por produtos e serviços como empréstimo, financiamentos, vendas ou compras de moedas e entre outros serviços. Dessa forma, o pagamento do IOF ocorre de forma obrigatória no momento de contratação das operações mencionadas e é pago pelos solicitantes.

Quando o IOF não é cobrado?

O imposto IOF pode não ser cobrado nas seguintes operações:

  • Financiamento imobiliário residencial;
  • Empréstimos realizados com moedas estrangeiras entre duas pessoas físicas;
  • Pagamentos de dividendos a um investidor internacional;

O que significa o aumento do IOF?

O anúncio do aumento em 36% da alíquota diário do imposto IOF foi realizada com a justificativa de um valor extra que será arrecadado para custear o novo bolsa família. Com o aumento do IOF nas operações de crédito, o Governo espera acumular um valor de R$ 2,14 bilhões que serão utilizados como forma de pagamento do Auxílio Brasil.

O Auxílio Brasil é um programa que será o substituto do atual bolsa família, o Governo espera que com o novo benefício contribua com cerca de 16 milhões de pessoas, diferente do atual programa que beneficia 14 milhões. Além disso, o pagamento será 50% a mais do que o atual, então a expectativa é que cada família beneficiada receba em média R$300. Contudo, o aumento dos beneficiários, juntamente com o aumento do valor pago gera uma dívida de R$53 a R$56 milhões anuais.

Com o aumento do IOF a taxa diária do imposto tem um aumento que será cobrado apenas em operações de crédito, porém a alteração do valor não será sobre os juros já embutidos nas parcelas de empréstimos. Então, apenas o IOF pago diariamente será mudado, aumentando o seu valor. Dessa forma, o valor principal do empréstimo, parcelas, juros e IOF fixo não serão alterados, apenas o IOF diário que terá o seu valor alterado conforme o valor da operação.

Como fazer empréstimo com garantia de celular Samsung

E então, restou mais alguma dúvida sobre o que significa o aumento do IOF? Se sim, deixe aqui o seu comentário que nós lhe ajudamos.

Além disso, siga a FinanZero nas redes sociais para mais dicas e para nos acionar quando quiser: @finanzero no Instagram, /FinanZero no Facebook e @finanzero no Twitter.