Estado de Goiás abre inscrições para o CNH social, programa do Governo que permite a retirada do documento sem custos

Começou no dia 18 de setembro o prazo de inscrições do programa CNH Social (Carteira Nacional de Habilitação). Serão ofertadas ao todo 4.014 vagas, nas modalidades Estudantil, Rural e Urbana. A inscrição é feita no site do Detran-GO.

No momento apenas o Estado de Goiás encontra-se com inscrições abertas para a população residente.

O programa oferece aos contemplados a isenção das taxas do Detran-GO:

As pessoas inscritas também ficarão isentos de pagar:

  • pelos exames médico e psicológico;
  • junta médica, quando se tratar de candidato com deficiência;
  • toxicológico, exigido para categoria profissional.

Por meio de parcerias, são oferecidos ainda o curso teórico, de legislação de trânsito, as aulas práticas de direção e até três testes de direção que comtemplam a habilitação.

Quais os critérios para fazer a inscrição no programa de CNH social?

O governo decidiu usar novos critérios para quem deseja tirar a habilitação por meio do programa social. Dessa forma, agora o Cadastro Único (CadÚnico) servirá como meio de comprovação dos dados cadastrais dos candidatos.

Também houve, na categoria estudantil, substituição da nota do Enem pela média do aluno no ensino médio, que é averiguada pela Secretaria Estadual de Educação (Seduc). Assim, não é mais necessários que os estudantes façam o Exame do Ensino Médio para participar do programa. Entretanto, aluno medianos ou ruins poderão ser excluídos do CNH Social.

Qual a renda para participar do Programa CNH Digital?

Além das mudanças já citadas, o Detran de Goiás tem mais uma novidade, a qual é em relação as seguintes questões:

  • renda familiar capita;
  • maior idade;
  • número de componentes do grupo familiar;
  • existência de benefício social;
  • data e hora da inscrição.

A data de abertura do programa coincidiu com a abertura da Semana Nacional de Trânsito, que alerta para a violência no trânsito. Segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP-GO), 1.405 pessoas morreram em acidentes de trânsito no estado apenas no de 2019.

Quem pode fazer a inscrição para o CNH Social?

Para concorrer em uma das categorias oferecidas pelo programa estadual:

  • urbana;
  • estudantil;
  • rural.

É preciso estar de acordo com as seguintes regras:

Veja também – Simule seu empréstimo e encontre as melhores taxas de juros do mercado!

Estudantes:

Os estudantes devem:

  • ter entre 18 e 25 anos;
  • estar com cadastro ativo no CadÚnico;
  • ter cursado integralmente e concluído o ensino médio na rede pública estadual.

Para essa modalidade, um dos critérios de desempate será a nota média apurada pela Secretaria de Educação do Estado de Goiás.

Urbana e Rural:

Para conquistar uma vaga na modalidade Urbana ou Rural é necessário:

  • idade igual ou superior a 18 anos;
  • estar inscrito e ativo no CadÚnico;
  • saber ler;
  • escrever;
  • e atender aos critérios estabelecidos pelo Código Brasileiro de Trânsito e pelas leis estaduais 20.637/2019 e 20.834/2020.

Além disso, 5% das vagas serão destinadas a pessoas com deficiência.

Veja também – Como solicitar a Carteira de Trabalho durante a quarentena?

Como fazer a inscrição para a CNH social?

Se candidatar a uma das vagas do programa é gratuito e rápido. O interessado deve acessar o site e clicar na aba CNH Social, localizada na barra horizontal na parte superior da tela.

Quando abrir a página, deverá clicar em inscrições. Nesse momento, deverá optar para qual modalidade deseja se inscrever. Por isso, é importante saber os critérios exigidos para cada uma.

Após selecionar a modalidade, aparecerá uma tela para que o candidato preencha os dados pessoais necessários. Quando preencher os campos obrigatórios, o postulante deverá certificar-se de que os dados estão corretos antes de clicar em avançar, qualquer erro pode gerar desclassificação do usuário.

Preenchidos os dados pessoais, é hora de escolher se deseja fazer a primeira habilitação para:

  • motocicleta (A);
  • automóvel de passeio (B);
  • adicionar A ou B ou mudar de categoria B para D (ônibus).
  • Feito isso, o candidato deve clicar em “avançar”.

Sendo assim, para finalizar a inscrição, o candidato deve selecionar aceito no termo de responsabilidade e no aviso de que as despesas referentes ao deslocamento para a entrega de documentação, exames, cursos e provas são de competência do postulante. Então é só avançar, e gerar o comprovante de inscrição.

Não consegui entrar para o programa CNH Social. O que fazer?

Quem deseja tirar a habilitação mas, infelizmente, não está apto a se inscrever ao programa governamental que permite a retirada do documento tem a opção de fazer os testes de habilitação de forma particulares.

Para isso é necessário pagar o valor de cerca de R$ 1200. De acordo com um levantamento da FinanZero, tirando a média de autoescolas da região oeste de São Paulo.

O valor pode estar acima do esperado, principalmente pelo atual momento de crise econômica no País. Mas uma solução é recorrer ao empréstimo pessoal no valor exato. Dessa forma, é possível pagar o documento à vista e conseguir até mesmo um desconto.

Outra forma ainda de conseguir dar entrada no documento é optando pelo parcelamento do valor em boletos mensais. Diversas autoescolas oferecem essa facilidade.

Veja também – Como consultar CPF e CNH por aplicativo?

Ficou com mais alguma dúvida sobre como tirar a CNH Social em GO? Deixe nos comentários e não se esqueça de seguir a FinanZero nas redes sociais: @finanzero no Instagram, /FinanZero no Facebook e @finanzero no Twitter.