Crédito imobiliário: qual a razão da grande procura, como solicitar e quais são as condições.

No último dia 28 (quarta-feira), a Caixa realizou um balanço a respeito do primeiro semestre de 2021 e concluiu que houve recorde na liberação de crédito imobiliário. De acordo com a instituição houve um crescimento de 36% se comparado ao mesmo período do ano passado. No total foram concedidos mais de R$ 65 bilhões.  

Outro número importante é que a carteira de crédito habitacional cresceu 9,4 % no mesmo período, e chegou ao volume de R$ 528,9 bilhões.  

No Brasil, a Caixa continua sendo o banco com a maior participação de financiamento de casa própria. Atualmente existem mais de 5 milhões de contratos.  

Apenas no mês de junho houve mais de R$ 13 bilhões em contratações, o que gerou um crescimento de 67,4%. Já as contratações feitas com recursos da poupança tiveram um aumento de 103,4%, que dá um valor de R$ 37,4 bilhões. 

Crédito para MEI: como conseguir um empréstimo?

Quais as possíveis causas para justificar este crescimento do crédito imobiliário? 

A Caixa Econômica Federal acredita que existem vários fatores que contribuíram com esse aumento considerável nos financiamentos.  

A primeira razão é a criação de novos produtos e uma maior intensidade na jornada digital do financiamento. Nesse primeiro semestre, a linha de crédito Poupança Caixa foi a responsável por 40% das contratações.  

Uma outra medida que pode ter colaborado para uma maior adesão é a redução nas parcelas para famílias com perda de renda. É possível conseguir descontos de 25% a 75%, mas é preciso comprovar a dificuldade para efetuar os pagamentos. 

Também há a possibilidade de suspender as parcelas por até seis meses. Essa opção está disponível para beneficiários do auxílio emergencial e para quem está recebendo seguro-desemprego.

Qual a diferença entre refinanciamento de imóvel e hipoteca?

Como efetuar a solicitação de financiamento de imóvel na Caixa? 

Para solicitar um financiamento de imóvel, o primeiro passo é entrar no site da Caixa e efetuar uma simulação. Também há a possibilidade de fazer isso pessoalmente em uma agência da instituição. Nesta primeira etapa é possível entender mais sobre valores, prazo para pagamento e condições gerais de contratação. 

Após a apresentação dos documentos, o pedido segue para análise e fica aguardando um retorno por parte da Caixa.  

A terceira fase consiste em uma análise de engenharia. Nesse caso, a Caixa envia uma equipe especializada para avaliar o imóvel e suas condições de venda. Se tudo estiver correto o contrato é confeccionado e assinado por ambas as partes. Contratos de financiamento precisam ser registrados em cartório. 

As parcelas são pagas mensalmente e existe a possibilidade de quitação ou amortização das mesmas. O contratante pode fazer esses pagamentos e demais ajustes através do Internet Banking da Caixa. 

Qual a diferença entre contrato de compra e venda e matrícula do imóvel?

Utilizando o FGTS para financiar imóvel 

Uma das possibilidades de financiamento é através do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). Para conseguir isso é preciso que o trabalhador tenha, no mínimo, 3 anos de carteira assinada. 

Outra regra é que o imóvel esteja localizado na mesma cidade ou nos municípios próximos à sua residência atual ou ao seu trabalho. 

Documentos necessários para conseguir o crédito imobiliário

Para dar continuidade à solicitação de crédito imobiliário é preciso ter alguns documentos essenciais para o pedido. Veja: 

  • Documento original de identificação com foto; 
  • Comprovante de renda com consumo e atual (máximo dois meses); 
  • Recibo de entrega da última Declaração de IRPF; 
  • Extrato do FGTS ou Carteira de Trabalho atualizada com todos os registros.  
  • Documento de identificação do vendedor do imóvel; (Pessoa Física) 
  • Comprovante de residência do vendedor do imóvel; (Pessoa Física) 
  • Certidão Simplificada da Junta Comercial do vendedor; (Pessoa Jurídica) 
  • Estatuto Social de Sociedade Anônima do vendedor; (Pessoa Jurídica)  

Vale ressaltar que existem diversas modalidades diferentes de financiamento imobiliário e cada um possui suas especificidades.  

Lembrou de alguma dúvida sobre crédito imobiliário? Deixe nos comentários, e não se esqueça de seguir a FinanZero nas redes sociais: @finanzero no Instagram, /FinanZero no Facebook e @finanzero no Twitter.