O empréstimo para autônomo nada mais é do que um crédito pessoal. Essa modalidade, também conhecida como empréstimo pessoal, é uma linha de crédito voltada para pessoas maiores de 18 anos.

Diferente dos refinanciamentos, o empréstimo para autônomo não precisa que o cliente deixe um bem como garantia de pagamento. Além disso, nessa opção é possível utilizar a movimentação da conta bancária como uma comprovação de renda, para quem não possui um holerite.

Como funciona o empréstimo para autônomo?

Como dito anteriormente, o empréstimo para autônomo segue a mesma linha do crédito pessoal. Por isso, o procedimento base é o seguinte:

  • o cliente faz uma simulação;
  • passa por uma análise de crédito;
  • caso seja aprovado, ele recebe a quantia em sua conta bancária;
  • e, por fim, mensalmente paga esse valor, em parcelas acordadas entre a instituição financeira e ele, acrescido de uma taxa de juros.

Além disso, assim como em outras modalidades de crédito, é importante lembrar que: nenhuma instituição financeira pode cobrar depósito ou taxa antecipada no momento de conceder o crédito. Isso porque essa prática é ilegal, de acordo com normas do Banco Central.

Quais documentos são necessários para solicitar um empréstimo?

Depende muito de qual instituição financeira o cliente solicitou um empréstimo. Cada banca tem sua forma de trabalhar, por isso, a quantidade e quais documentos são solicitados vai depender de como funciona a análise da instituição.

No entanto, dentre os documentos mais pedidos estão:

  • CPF;
  • RG ou outro documento de identificação com foto;
  • comprovante de renda;
  • comprovante de residência.

Sou autônomo. Como comprovo minha renda?

Para comprovar renda o cliente pode utilizar alguns documentos como:

  • holerite;
  • movimentação bancária;
  • nota fiscal.

No entanto, é importante lembrar que existem algumas instituições que não aceitam algumas formas de comprovante de renda. Por isso, é importante se informar sobre a empresa e como funciona o pedido de empréstimo na hora de solicitar um crédito.

Qual a taxa de juros do empréstimo para autônomo?

A taxa de juros não tem uma porcentagem específica e que é regra para todos os empréstimos. Isso porque esse valor pode variar dependendo que qual instituição financeira está oferecendo o crédito e de qual o perfil da pessoa que está solicitando.

Isso porque o cálculo para a taxa de juros para um empréstimo considera divesos fatores como:

  • perfil do solicitante;
  • risco de inadimplência;
  • entre outros.

No entanto, a taxa de juros dos parceiros da FinanZero para essa modalidade tem início em 1,49%.

O que é inadimplência?

Inadimplência nada mais é do que o não pagamento de uma dívida, empréstimo ou conta no nome de uma pessoa. Por isso, o cliente que é inadimplente é aquele que tinha assumiu um compromisso financeiro com alguém ou uma instituição e não pagou, transformando a situação em uma dívida.

Estou negativado. Posso pedir empréstimo para autônomo?

Não são todas as instituições financeiras que oferecem empréstimo para negativados. No entanto, é possível conseguir em alguns bancos.

Mas é importante ressaltar que, por conta do risco de inadimplência, a taxa de juros para esses clientes pode ser maior que de outros clientes sem esse histórico.

Quais são as outras opções de empréstimos?

Hoje em dia, o mercado financeiro tem uma série de produtos financeiros. Por isso, é possível escolher o que se encaixa melhor em cada situação. No entanto, para isso, é importante comparar as instituições financeiras e as modalidades de crédito:

Empréstimo consignado

O empréstimo consignado é voltado para algumas categorias específicas como:

O público dessa modalidade é mais limitado porque o valor do crédito é descontado diretamente na folha de pagamento ou no benefício da pessoa. Por isso, não são todos os clientes que podem solicitar um empréstimo consignado.

Confira também – Vale a pena pegar empréstimo consignado agora? FinanZero responde

Empréstimo com garantia

O empréstimo com garantia tem três opções: automóveis, celular ou imóveis. No entanto, as três têm a mesma base: ao assinar um contrato de empréstimo o cliente deixa um bem como garantia de pagamento do crédito.

Em caso de inadimplência o banco ou instituição financeira pode retirar o bem da pessoa. No entanto, enquanto o contrato estiver correndo é possível continuar usufruindo do bem.

Automóveis

Empréstimo com garantia de veículo, também conhecido como refinanciamento de veículos é uma linha de crédito em que o cliente deixa um automóvel como garantia de pagamento.

No entanto, no final do contrato, após o pagamento do crédito, o veículo volta para o nome da pessoa. Por isso, é possível usar como garantia:

  • moto;
  • carro;
  • ônibus;
  • caminhões,
  • entre outros.

Além disso, nessa modalidade o cliente pode parcelar em até 48 vezes, com juros a partir de 1,49% a.m.

Faça uma simulação de refinanciamento de veículos e receba até 10 ofertas pré-aprovadas

Celular

Assim como na modalidade anterior, o empréstimo com garantia de celular o cliente utiliza seu bem como garantia de pagamento do empréstimo. No entanto, em caso de não pagamento do valor, o banco ou instituição financeira bloqueia o celular da pessoa para que ela não consiga mais utilizar.

Além disso, é importante lembrar que não são todos os celulares que as instituições aceitam.

Saiba mais em – Empréstimo com garantia de celular: o que é e como pedir?

Imóveis

O empréstimo com garantia de imóvel, também conhecido como refinanciamento de imóvel ou Home Equity é uma modalidade de crédito em que o cliente coloca seu imóvel como garantia de pagamento.

Assim como os outros dessa linha, a pessoa pode usar o bem durante o contrato, ao menos que fique inadimplente.

Além disso, algumas informações relevantes sobre essa modalidade:

  • até 240 meses para o pagamento do empréstimo;
  • valores maiores;
  • juros mais baixos – na FinanZero a taxa de juros para o Home Equity começa em 0,89% a.m.

Simule seu refinanciamento de imóvel e receba até 10 ofertas com a FinanZero

Empréstimo na conta de luz

Por fim, o empréstimo na conta de luz é uma linha de crédito em que o cliente paga mensalmente as parcelas do empréstimo por meio da fatura da conta de luz.

Saiba mais em – Empréstimo na conta de luz: o que é e como pedir?

Ficou com mais alguma dúvida sobre empréstimo para autônomos? Deixe nos comentários e não se esqueça de seguir a FinanZero nas redes sociais: @finanzero no Instagram, /FinanZero no Facebook e @finanzero no Twitter.