Mesmo com dificuldades, as pessoas que possuem algum tipo de restrição no nome também podem conseguir um empréstimo

De acordo com a Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (Peic) da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), 66,3% dos consumidores terminaram o ano de 2020 endividados. Se o dado for comparado ao ano de 2019, por exemplo, o indicador registra um aumento de 0,7 ponto percentual.

O crescimento no número de endividamento pode se dar em função da crise econômica causada pelo covid-19. Isto é, mesmo com 1/3 da população recebendo os benefícios do Governo, o Brasil tinha mais de 13 milhões de desempregados até o final de 2020. Os dados são do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD), respectivamente.

Por isso, reunimos nesse post algumas dicas de empréstimo para os que estão envidados. Já que, a chance desses consumidores conseguirem algum crédito é menor, devido ao risco de inadimplência para os bancos e instituições financeiras. Então, confira abaixo algumas modalidades de empréstimo que podem funcionar de forma assertiva para os negativados.

Clique aqui e faça sua solicitação de empréstimo com a FinanZero.

Empréstimo consignado

Por ser descontado diretamente da folha de pagamento, o consignado é uma excelente opção aos negativados. Ou seja, com maior segurança que os valores concedidos serão posteriormente pagos, os bancos costumam ser mais flexíveis na liberação desse tipo de empréstimo. Além disso, os clientes contam com prazos mais longos de parcelas e uma das menores taxas de juros que existem hoje no mercado.

Também é válido ressaltar que para conceder esse tipo de empréstimo, os bancos não fazem consulta em bureaus de crédito (os “birôs”). Dessa forma, sem a pesquisa nos órgãos de proteção ao crédito, o processo de concessão do empréstimo fica mais fácil. Acerca dos que podem fazer a solicitação do empréstimo consignado, podemos destacar:

  • Primeiramente, os aposentados pelo INSS;
  • Em seguida, os pensionistas pelo INSS;
  • Também é válido ressaltar os servidores públicos;
  • Além disso, os militares das forças armadas;
  • E por fim, trabalhadores com vínculo empregatício formal.

Taxa Selic em alta é bom ou ruim?

Refinanciamento de imóveis

Também conhecido como “Home Equity” (em português: empréstimo com imóvel de garantia), essa modalidade é outra opção muito vantajosa aos consumidores negativados que buscam empréstimo e possuem um imóvel em próprio nome. Isso porque, é possível colocar o bem como garantia do crédito concedido.

Em resumo, o cliente coloca seu imóvel como garantia do empréstimo e obtêm maiores chances de conseguir ter um valor pré-aprovado. Assim como no caso do consignado, os bancos costumam ser mais maleáveis na concessão do crédito, justamente por acreditarem que com o imóvel como garantia do valor, o risco de inadimplência será menor.

Nesse sentido, o Home Equity também possui ofertas mais extensas aos solicitantes. Na FinanZero, por exemplo, o crédito liberado pode ser de até 70% do valor total do imóvel residencial ou até 30% de imóveis comerciais. As prestações podem ser feitas em até 240 meses e as taxas estão a partir de 0,75% a.m. Para fazer a simulação dessa modalidade conosco, basta clicar aqui.

Qual o novo valor do Bolsa Família?

Refinanciamento de veículos

Similar ao Home Equity, o refinanciamento de veículos se difere da modalidade citada anteriormente pois nesse tipo de empréstimo, – como o próprio nome sugere – o cliente coloca seu automóvel como garantia, e não o imóvel. A solicitação do refinanciamento de veículos com a FinanZero, por sua vez, não exige que o carro ou caminhão do cliente esteja quitado integralmente.

Isto é, como a FinanZero trabalha com mais de 40 parceiros atualmente, todos eles analisam as condições do veículo e podem aprovar propostas para automóveis que estejam quitados em pelo menos 50%. Com o parcelamento de até 48 meses e valores que variam R$ 4 mil a R$ 100 mil, a taxa desse tipo de empréstimo está a partir de 0,99% ao mês.

Em linhas gerais, o refinanciamento de veículos pode ser visto como algo que está entre o consignado e o Home Equity. Os valores aprovados costumam ser mais altos que o do consignado, entretanto, são mais baixos que o do refinanciamento de imóveis. Nesses casos, cabe ao cliente fazer um balanceamento do valor que deseja obter e investir no tipo de refinanciamento que se enquadre melhor na sua escolha. Caso queira fazer a cotação desse tipo de empréstimo com a FinanZero, basta clicar nesse link.

Como funciona a FinanZero?

Celular ou conta de luz como garantia do empréstimo

E se engana quem acha que as únicas formas de um negativado pedir empréstimo, é através do refinanciamento ou do consignado. Através das solicitações comuns de crédito pessoal, agora as fintechs concedem valores acessíveis e o cliente pode usar o celular como garantia ou colocar o débito das parcelas diretamente na conta de luz.

Só para exemplificar, no caso do celular como garantia, após o fechamento efetivo do contrato o cliente precisa fazer o download de um aplicativo no seu smartphone. Através deste, a financeira que concedeu o crédito ao consumidor terá autonomia para bloquear o aparelho em casos de inadimplência. Contudo, se as parcelas forem pagas corretamente o cliente não precisa se preocupar, já que, o aplicativo não interfere na segurança dos dados pessoais do cliente e o bloqueio não será feito no aparelho.

Em contrapartida, no empréstimo concedido na conta de luz, o pagamento das parcelas é debitado mensalmente diretamente na fatura do cliente. Assim sendo, o valor da parcela do empréstimo será somado na conta de energia que o cliente paga mensalmente. Dessa maneira, se o cliente parcelou um empréstimo de R$1.000 em 10 prestações, nas próximas 10 contas de energia além do gasto com a energia o cliente pagará mais R$100 referente ao parcelamento do empréstimo.

Como resolver o erro “an error occurred while processing your request” na Caixa?

Por fim, ficou com dúvidas sobre qual é o melhor tipo de empréstimo para negativados? Se sim, deixe aqui nos comentários que a FinanZero está à disposição.

Ademais, siga a FinanZero nas redes sociais para mais dicas e para nos acionar quando quiser: @finanzero no Instagram, /FinanZero no Facebook e @finanzero no Twitter.