Ao contrário do que muitos pensam, o refinanciamento de veículo não é voltado somente para a aquisição de um automóvel

O refinanciamento de veículo, também conhecido como empréstimo com garantia de veículo, é uma linha de crédito mais parecida com o crédito pessoal do que com o financiamento.

O financiamento de veículo é referente à abertura de uma linha de crédito na qual o solicitante adquire um automóvel dando um valor de entrada, e pagando o restante do valor parceladamente em determinado período de tempo.

Enquanto no empréstimo pessoal, a pessoa pega um valor emprestado com o banco, financeira ou fintech. O mesmo ocorre no refinanciamento de veículo: a pessoa pega um valor emprestado, porém, diferentemente do que ocorre no crédito pessoal, um veículo é deixado como garantia do empréstimo.

Deste modo, apesar do valor do refinanciamento de veículo poder ser utilizado para a aquisição de um automóvel, isso não é regra. O cliente pode usar a quantia como bem quiser, desde o pagamento de dívidas até o investimento no próprio negócio.

Veja também – Faça a cotação e receba ofertas pré-aprovadas com o simulador de empréstimo pessoal!

Qual a vantagem de refinanciar um veículo?

A principal vantagem de refinanciar um veículo é obter taxas de juros mais baixas do que as do empréstimo pessoal. Muitas pessoas ficam preocupadas com a perda do automóvel nesta linha de crédito, mas o que ocorre é justamente o contrário: com a garantia, os juros ficam mais baixos.

Isto ocorre pois linhas de crédito sem garantias tendem a ter maiores níveis de inadimplência. Ou seja, sem a garantia concedida em contrato à instituição financeira, as pessoas deixam de pagar as parcelas com mais facilidade.

O mesmo não ocorre em créditos com garantia, como o refinanciamento de veículo: com o medo de perder o bem, a população em geral tende a pagar em dia as parcelas do empréstimo. O que torna este tipo de concessão de crédito mais segura para o banco: e, com essa maior segurança, ele reduz as taxas de juros.

Além disso, caso a pessoa deixe de pagar um determinado número de parcelas do empréstimo com garantia de veículo, a empresa financeira pode tomar o automóvel para si.

Vale ressaltar que isso não é vantajoso para o banco ou fintech: após a tomada do bem, o mesmo vai à leilão, e a recuperação dos recursos pela empresa é demorada e tem custos. O ideal e mais lucrativo para essas companhias é que o cliente pague as parcelas em dia.

Veja também – O que é refinanciamento de imóvel?

Quais veículos podem ser refinanciados?

Podem ser refinanciados diversos tipos de veículos, dependendo de financeira para financeira:

  • Veículos leves: automóvel, utilitário, motocicleta, caminhonete, dentre outros;
  • Veículos pesados: caminhões, tratores, caminhões-tratores, dentre outros;
  • E veículos marítimos: algumas financeiras concedem empréstimo com garantia de veículo marítimo, como barcos e lanchas;

O veículo passa por um processo de análise, e geralmente são aprovados os refinanciamentos para veículos com modelos lançados há no máximo 10 anos.

Também podem ser utilizados veículos com financiamento vigente, ou seja, que ainda não foram totalmente quitados. Contudo, existe um percentual mínimo de quitação do veículo, que varia entre 70% a 80%.

Já nos valores liberados de crédito, há também uma variação: entre 70% a 90% do valor total do veículo. Este valor é estipulado após o processo de análise feito pela empresa credora. Em veículos não quitados, este percentual incide somente no valor quitado do veículo, e não sobre o valor total.

Os parceiros da FinanZero que trabalham com o refinanciamento de veículos liberam valores entre R$ 4 mil e R$ 100 mil, que podem ser pagos entre 6 a 48 meses.

Ficou com mais alguma dúvida sobre o empréstimo com garantia de veículo? Deixe nos comentários e não se esqueça de seguir a FinanZero nas redes sociais: @finanzero no Instagram, /FinanZero no Facebook e @finanzero no Twitter.