Assim como nossos documentos de identidade, os automóveis também têm uma documentação que traz todas as informações e dados importantes sobre eles: o chamado Renavam; saiba como funciona e como consultar o código numérico

Renavam é uma sigla para Registro Nacional de Veículos Automotores e é um código numérico composto por 11 dígitos.

Basicamente, ele cumpre a função de RG dos veículos, sendo considerado como uma identidade do automóvel. É por meio dele que é possível identificar alguns dados do veículo. Por exemplo:

Além disso, é importante lembrar que esse número acompanha o veículo por toda a vida dele. Por isso, ele é inalterável, intransferível e é obrigatório para todos os veículos, inclusive os rurais.

Peça uma cotação grátis e receba ofertas de empréstimo de até 10 parceiros FinanZero!

Quando um veículo recebe o Renavam?

Todos os veículos recebem o código numérico do Registro Nacional de Veículos Automotores no momento em que saem da fábrica.

Por isso, nesse momento dados sobre as características técnicas e físicas do veículo já ficam armazenadas nesse registro. Mas, ao longo do tempo de uso, são acrescentadas informações como:

  • infrações;
  • multas;
  • débitos;
  • mudança de proprietário;
  • além disso, também pode conter histórico de roubo e furto ou passagens por leilão.

Leia também – IPVA SP 2021: confira calendário de pagamento do imposto

É possível alterar o código do Renavam?

Não! Isso porque o código do Registro Nacional de Veículos Automotores não muda, independe de quem é o proprietário veículo.

No entanto, apesar de não ser possível alterar o número do registro, ele sempre recebe novas informações ao longo dos anos.

Posso transferir o Renavam de um veículo para outro?

Não! Isso porque, como dito anteriormente, o Registro funciona como um documento de identificação e atua de forma parecida com o RG.

Por isso, o número é único para cada veículo, independente de quem é o proprietário, e é intransferível. Além disso, pelo mesmo motivo, não existem vários veículos com o mesmo número de registro.

Confira também – Como parcelar o IPVA 2021 no cartão de crédito?

Quais informações o Renavam tem?

Basicamente, o registro tem inúmeras informações importantes sobre o veículo. Por exemplo:

  • Data de fabricação;
  • Dados de registro;
  • Placa;
  • Mudança de proprietário;
  • Características físicas – isto é, cor e modelo, por exemplo;
  • Se o IPVA está quitado;
  • Se o licenciamento está em dia;
  • Por fim, informações sobre multas e quaisquer irregularidades.

Confira – O que é seguro DPVAT?

Por que o Renavam é importante?

Como dito anteriormente, o Renavam é importante principalmente por armazenar todas as informações sobre o veículo.

Por isso, ele é útil nas seguintes situações:

  • Em casos de paradas policiais, ter o registro em mãos pode ajudar o motorista a fornecer as informações necessárias;
  • Além disso, também é útil para pessoas que querem comprar algum carro usado ou seminovo – isso porque com ele é possível fazer uma pesquisa sobre o histórico do veículo.

Por isso, caso você esteja em uma negociação e o proprietário do veículo se recuse a lhe passar o Renavam do veículo: desconfie. Isso porque esse é um número que tem todas as informações importantes sobre o automóvel e o ato de negar pode significar que o veículo está com dívidas, multas ou algo que o vendedor está tentando esconder.

Como consultar o Renavam?

É possível consultar o Registro em alguns lugares. Como, por exemplo:

  • No Certificado de Registro de Veículo, mais conhecido como CRV;
  • No Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo, também conhecido como CRLV;
  • Além disso, possível consultar com a concessionária – em casos de carros novos;
  • Por fim, algumas empresas privadas também conseguem fazer a consulta a partir do número da placa do automóvel.

Por isso, nas duas primeiras opções você consegue encontrar o código logo no início do documento. Isto é, acima do campo “nome”.

Veja também – O que é DUT do veículo?

Como consultar as informações do veículo com o Renavam?

Como dito anteriormente, o Renavam tem como função armazenar as informações do veículo. Por isso, quem tiver o número em mãos pode consultar todos os dados daquele automóvel.

Para isso, basta:

  • Entrar o site oficial do Detran do seu estado;
  • Acessar a guia serviços;
  • Depois disso, pegue o número do Renavam e a placa do veículo;
  • Por fim, basta clicar em “ok” e acessar todas as informações sobre o automóvel.

Leia também – Pagamento antecipado do IPVA 2021. Como funciona?

Qual a importância do Renavam no meu empréstimo?

Uma das linhas de crédito disponíveis no mercado financeiro é o refinanciamento de veículo, também conhecido como empréstimo com garantia de veículo.

Basicamente, nessa modalidade, o cliente usa um automóvel como garantia de pagamento das parcelas do empréstimo. Por isso, o veículo fica no nome do banco.

Mas não se preocupe: enquanto estiver rolando o contrato, o cliente pode utilizar o automóvel da forma que preferir. No entanto, em casos de inadimplência, isto é, do não pagamento das parcelas, o banco pode tomar o veículo da pessoa.

Além disso, o refinanciamento oferece as seguintes condições:

  • Taxa de juros a partir de 1,39% a.m.;
  • Possibilidade de parcelar entre 6 e 48 meses;
  • Por fim, o cliente consegue até 70% do valor do veículo no empréstimo – mas é importante lembrar que o automóvel não pode ter mais do que 15 anos de fabricação.

Mas qual a ligação do empréstimo com o Renavam? Em resumo, todos os clientes que solicitam um empréstimo passam por uma análise de crédito. Isso porque é nesse momento que o banco entende qual o perfil da pessoa e consegue montar uma oferta de empréstimo que seja adequada para ela.

Por isso, o cliente precisa fornecer alguns dados pessoais e sobre o veículo, dentre eles: o Renavam. Além disso, o banco também solicita as seguintes informações:

  • Cópia do RG;
  • CPF;
  • Comprovante de renda – isto é, contracheque, extrato bancário ou suas notas fiscais;
  • Comprovante de residência;
  • IPVA quitado;
  • Licenciamento;
  • DPVAT quitado, e
  • Por fim, comprovante de quitação de multas.

Caso queira fazer uma solicitação de refinanciamento de veículo, basta clicar aqui.

Por fim, ficou com mais alguma dúvida sobre o código Renavam? Deixe nos comentários e não se esqueça de seguir a FinanZero nas redes sociais: @finanzero no Instagram, /FinanZero no Facebook e @finanzero no Twitter.