Empréstimo consignado: o que é, qual o melhor banco, o que é preciso para fazer, em quanto tempo é liberado e como fica o crédito em casos de demissão

De acordo com um levantamento realizado pela fintech Ahfin, 4 a cada 10 pessoas já solicitaram um empréstimo consignado. A pesquisa foi realizada com cerca de 1.430 pessoas e ocorreu entre outubro de 2020 e julho de 2021. O dado revela a busca pela opção de crédito que ainda pode gerar dúvidas entre os cidadãos.

Por isso, abaixo estão as principais questões relacionadas ao consignado, a fim de sanar as dúvidas dos solicitantes e dos indivíduos que pretendem aderir ao crédito. Será abordado o seu funcionamento, a escolha da instituição, informações sobre as condições e ainda como funciona a modalidade quando o solicitante é demitido.

Como tirar extrato do Banco Inter?

O que é o empréstimo consignado?

O empréstimo consignado é uma modalidade de crédito e seu funcionamento, assim como nas demais existentes, consiste na liberação de determinado valor para o solicitante. O diferencial do consignado se encontra na forma de pagamento do crédito adquirido, pois as parcelas são descontadas de forma automática.

Dessa forma, o indivíduo que aderir a opção de empréstimo terá o valor da operação descontado mensalmente da folha de pagamento ou benefício INSS. Por isso, os cidadãos só podem aderir ao consignado por meio de instituições que possuam vínculo com a empresa em que trabalham ou com o INSS.

Qual o melhor banco para fazer empréstimo consignado?

A modalidade é oferecida por grande parte das instituições financeiras, porém conforme mencionado o solicitante só poderá contatar com o banco que possuir vínculo com sua fonte de renda. Então, o indivíduo que deseja solicitar o empréstimo consignado deve verificar quais bancos prestam esse serviço à instituição que trabalha ou ao INSS.

Ao verificar os bancos possíveis de contratação do crédito o cidadão pode iniciar uma simulação e comparação das ofertas recebidas. A melhor financeira para solicitar o empréstimo é aquela que oferece as melhores condições, então é preciso levar em consideração os seguintes fatores:

  • Valor que poderá ser emprestado;
  • Quantidade de parcelas;
  • Taxas de juros;
  • Custo total efetivo do empréstimo;

Como recuperar a senha do aplicativo do Nubank?

O que é preciso para fazer um empréstimo consignado?

O consignado apresenta uma peculiaridade relacionada aos solicitantes do crédito. Nessa opção de empréstimo os cidadão devem cumprir os seguintes requisitos:

  • Terem carteira assinada;
  • Serem funcionários públicos, militares ou aposentados e pensionistas do INSS;

Dessa forma, só poderão fazer o pedido de empréstimo aqueles que se encaixarem nas condições mencionadas. Caso o cidadão não cumpra os requisitos, existem outras modalidades que podem ser adquiridas como o empréstimo pessoal e o refinanciamento de veículo e imóvel.

Além das condições relacionadas ao solicitante, o consignado exige outras duas questões para que possa ser liberado, são elas:

  • Informações corretas e atualizadas;
  • Não comprometimento da renda;

A modalidade do consignado conta com um limite do valor de sua renda que pode ser utilizado pelo solicitante, chamado de margem consignável, ela funciona da seguinte maneira:

  • 30% para o empréstimo consignado;
  • 5% para o cartão de crédito consignado;

Devido a pandemia do Covid-19, a margem consignável está em 40% até o final de dezembro de 2021. Contudo, a partir de janeiro de 2022, o valor volta a ser de 35% conforme indicado acima. Dessa forma, a questão de renda e das informações incorretas podem ser o motivo da não liberação do crédito.

A diferença entre empréstimo pré-aprovado e aprovado

Quanto tempo demora para cair o empréstimo na conta?

Uma das últimas etapas para a liberação do empréstimo consignado é a averbação, essa ação é tomada pelas instituições e tem relação com a automatização das parcelas que serão descontadas do salário ou benefício INSS do solicitante. Então, a averbação é um processo que autoriza os descontos necessários e ainda garante que todas as condições firmadas no acordo sejam cumpridas pela instituição e pelo indivíduo solicitante.

Essa etapa é realizada em um período de até 72 horas, ou seja, em até 3 dias úteis a averbação acaba e o valor desejado é liberado para o cidadão. Porém, alguns casos podem contar com inconsistências e isso faz com que o valor demore um pouco mais para ser depositado na conta do indivíduo. O indicado é que o banco seja consultado para que as informações referentes aos processos sejam informadas e assim, o cliente fique ciente de tudo o que está ocorrendo.

Como fica o empréstimo consignado quando a pessoa é demitida?

Os empréstimos ocorrem devido a um contrato entre uma instituição financeira e um cidadão, por isso um documento precisa ser assinado com todas as condições relacionadas ao pedido. Em situações de demissão ou saídas da empresa quando o cidadão possui um consignado em andamento é preciso verificar as condições e acordos realizados no contrato da operação.

Então, nesses casos, dependendo do documento assinado, o indivíduo pode optar pela renegociação ou portabilidade do empréstimo. A renegociação consiste em uma nova análise e acordo realizado entre o solicitante a instituição para que o crédito possa ser quitado.

A portabilidade é uma opção de troca de banco, então o empréstimo pode ser enviado para uma nova financeira, desde que ela atenda aos requisitos de vínculo com a empresa do solicitante. Assim, o consignado pode ser novamente analisado e obter condições diferentes que atendem a nova realidade do indivíduo que o adquiriu.

Como saber se o empréstimo consignado foi reprovado?

E então, restou mais alguma dúvida sobre o que acontece com o empréstimo consignado quando a pessoa perde o emprego? Se sim, deixe aqui o seu comentário que nós lhe ajudamos.

Além disso, siga a FinanZero nas redes sociais para mais dicas e para nos acionar quando quiser: @finanzero no Instagram, /FinanZero no Facebook e @finanzero no Twitter.