Consórcio

O consórcio de imóvel é uma modalidade de compra a longo prazo sem juros

Realizar a compra de imóvel à vista é o sonho de muitas pessoas, mas não é uma realidade para todos os brasileiros. Entretanto é possível realizar esse sonho de outras formas, como por meio de um consórcio de imóvel.

O qual caracteriza-se por um grupo de pessoas interessadas em se juntar para fazer o financiamento de um determinado imóvel, pagando parcelas mensais para uma administradora.

E o melhor é que uma das principais vantagens do consórcio é poder fazer o pagamento das mensalidades sem a cobrança de juros, as quais são comuns nas parcelas do financiamento. Apenas o que é cobrado é uma taxa baixa de administração, a qual é embutida nas mensalidades.

O que é consórcio de imóvel?

Quando alguém decide comprar um imóvel, muitas alternativas são colocadas a sua disposição. Entre elas está o consórcio de imóveis, que nada mais é do que a junção de um grupo de pessoas que deseja comprar uma casa mas não possuem o montante da compra à vista.

Dessa forma, essas pessoas procuram por um banco ou administradora de consórcios e fecham um contrato de pagamento mensal. Todos os meses, por um período de tempo pré determinado essas pessoas irão pagar mensalmente por uma carta de crédito (que é um documento que reúne ao valor pago para o banco ou administradora).

Todos os meses, o responsável pelo consórcio faz um sorteio entre os pagadores, e entrega para a pessoa sua carta de crédito para que ele possa escolher sua nova casa. Quando a carta de crédito é liberada para o consorciado, o valor é depositado em conta à parte e é pago diretamente a quem está vendendo o imóvel.

Caso o comprador do consórcio queira pegar diretamente o dinheiro, é preciso antes quitar todas as parcelas de seu consórcio e esperar ainda 180 dias, de acordo com as normas do Banco Central (BC).

Veja também – Como investir meu dinheiro?

Quais as vantagens do consórcio de imóvel?

As principais vantagens do consórcio de imóvel são:

  • Não há cobrança de taxa de juros, apenas uma taxa de administração é cobrada nos consórcios, que é diluída nas parcelas.
  • Não precisa dar nenhum valor de entrada, pois todo o valor que o participante escolher para o consórcio de imóvel será parcelado de forma integral.
  • Tem variedade de prazos e planos, o que possibilitar ao integrante a escolha do melhor consórcio conforme o seu perfil.
  • É possível tentar acelerar a contemplação, pois há duas maneiras de ser contemplado no consórcio: lance e sorteio. Aqueles que não desejam esperar pela sorte, podem ofertar lances.
  • Sem burocracia para aquisição do imóvel.
  • Liberdade para usar o crédito, já que ao obter a carta de crédito, o consorciado contemplado tem toda a liberdade para fazer uso do valor no que desejar, contanto que se enquadre na categoria do bem desejado.
  • No consórcio imobiliário, é possível obter imóveis comerciais ou residenciais, sejam eles usados ou novos.
  • Os consórcios são fiscalizados pelo Banco Central.

Veja também – Como diminuir as parcelas do financiamento imobiliário?

Como fazer um consórcio?

Para fazer um consórcio um grupo de pessoas interessadas precisam se reunir para fazer a compra de um imóvel. Cada consorciada arca com parcelas mensais para a administradora, que é responsável por por gerenciar o valor monetário que entra e sai dos consorciados.

Com isso, no momento em que as parcelas atingem um valor mínimo, estipulado no momento da assinatura do contrato do consórcio, um integrante é sorteado e pode fazer a compra de sua casa.

É importante ressaltar que um consórcio imobiliário costuma durar de 10 a 15 anos, de acordo com os planos dos bancos e administradoras. Isso quer dizer que o consorciado pode ser sorteado logo no começo, ou, então, esperar anos para receber a carta de crédito. É por isso que essa modalidade costuma ser uma ótima opção para quem não tem pressa na compara do imóvel.

Lembre-se que para fazer um consórcio de imóvel, é preciso procurar uma administradora confiável, que tenha fica no Banco Central, e boa taxa de reclamação entre os outros clientes. É ela quem vai reunir as pessoas que querem uma casa. Assim, quando um número mínimo de participantes for atingido, o processo tem seu início anunciado.

Como são calculadas as parcelas?

As parcelas do consórcio de um imóvel são calculadas da seguinte forma:

  • taxa de administração: a taxa que o integrante paga à administradora devido aos serviços que ela presta;
  • fundo comum: o valor que todo participante paga para formar um fundo, destinado à aquisição de um bem;
  • seguro: um valor cobrado, quando contratado, para garantir que o pagamento das parcelas continue, em caso de desistência do segurado ou caso de morte;
  • fundo de reserva: um fundo para proteger o funcionamento do grupo, cobrindo despesas relacionadas aos integrantes e eventuais inadimplências.

Veja também – O que é e como funciona o financiamento?

Como fica o pagamento das parcelas em caso de atraso?

No caso de atrasos considerados pequenos, com menos de um mês, o procedimento é apenas uma multa sobre a parcela a ser quitado. Mas, em caso de atrasos de mais de um mês, o integrante pode ser excluído do programa.

Essa especificação consta no contrato do consórcio, e varia de muito, de acordo com o banco ou administradora responsável.

No caso de a pessoa que atrasou o pagamento ter sido contemplado e não utilizado a carta de crédito, pode perder a contemplação. Caso contrário, se já estiver utilizado, pode perder o imóvel adquirido para quitar a sua dívida, e ainda não ter como recorrer.

Parcelas do consórcio atrasadas. O que fazer?

As alternativas nesse caso são:

  • Trocar o valor que consta na carta de crédito: algumas administradoras e bancos costumam aceitar essa troca para que o consorciado obtenha um valor inferior. Dessa forma é possível quitar o débito das parcelas que se encontram em atraso, mas apenas se o integrante ainda não tiver sido sorteado.
  • Negociar a dívida: nem sempre isso é possível, mas o consorciado pode tentar.
  • Transferência de cota: e, claro, é possível ainda que o integrante transfira a sua cota para outra pessoa, o qual fica responsável de arcar com os débitos.

Veja também – Faça a cotação e receba ofertas pré-aprovadas com o simulador de empréstimo pessoal!

Como antecipar ou quitar o consórcio de imóvel?

Quitar as dívidas quando uma renda extra entra é a principal atitude das pessoas, e no caso do consórcio não é diferente. É possível acabar com a dívida de duas formas. Veja:

  • quitação direta: significa que o integrante vai pagar uma quantidade de parcelas consecutivas a partir da última quitada. Exemplo: caso a última parcela quitada tenha sido a quarta, pagará a partir dela (quinta, sexta etc.);
  • pagamento inversa: significa que o consorciado vai começar a pagar a partir da última prestação. Se o consórcio for de 60 parcelas, por exemplo, pagará a 60ª, depois a 59ª e assim por diante.

Quais alternativas para comprar uma casa?

Financiamento de imóvel

O comprador pode procurar um banco ou financeira e pesquisar:

  • quais são as taxas de juros?
  • qual o valor máximo que a renda mensal consegue financiar?

A opção mais em conta de financiamento hoje é o programa Minha Casa Minha Vida, do Governo Federal. São quatro faixas de financiamento:

  • primeira faixa (para quem tem renda até R$ 1.600) faixa 1,5 (renda até R$ 2.600);
  • segunda faixa (renda até R$ 4 mil);
  • terceira faixa (renda até R$ 7 mil).

Para saber mais sobre o assunto, acesse – Como financiar um imóvel?

Refinanciamento de imóvel

O refinanciamento de imóvel, conhecido como Home Equity, é uma modalidade de crédito que necessita que a pessoa já tenha em seu nome um imóvel. Dessa forma, é possível colocar o próprio bem como garantia para conseguir um empréstimo de alto valor, e assim comprar um novo imóvel.

As vantagens desse tipo de empréstimo são:

  • maior tempo de pagamento (até 240 meses para quitar o valor solicitado);
  • possibilidade de emprestar até R$ 1.000.000;
  • juros a partir de 0,89%a.m..

Para saber mais sobre o assunto, acesse – Refinanciamento de Imóvel

Ficou com mais alguma dúvida sobre quem começar a receber o auxílio de R$ 600 agora ganha 3 ou 5 parcelas? Deixe nos comentários, e não se esqueça de seguir a FinanZero nas redes sociais: @finanzero no Instagram, /FinanZero no Facebook e @finanzero no Twitter.