Quanto ganha um prefeito depende de determinação da Câmara Municipal de cada cidade

Nesse ano, em 15 de novembro, vamos às urnas para escolher nossos prefeitos e vereadores.

Confira o calendário das eleições 2020 aqui.

E uma das perguntas que mais rondam nossas cabeças: afinal, qual o salário de prefeito?

A pergunta é bem simples e direta. A resposta, no entanto, não é.

Mas, antes, vamos entender o que faz um prefeito?

Simule seu empréstimo e encontre as melhores taxas de juros do mercado!

O que faz um prefeito?

Em resumo, o prefeito tem como dever:

Definir onde serão aplicados os recursos arrecadados com impostos e demais verbas repassadas pelo estado e também pela União.
Prestar uma boa administração do município. Com isso, controlar recursos financeiros públicos e planejar formas de executar obras.
Cabe a ele sancionar ou vetar leis aprovadas pela Câmara Municipal e, se achar necessário, propor Projetos de Lei (PL).
Desenvolver funções sociais com o intuito de organizar serviços públicos e proteger o patrimônio-cultural da região que pertence ao município.
Melhorar o transporte público, pavimentar ruas, zelar pelo meio ambiente, assim como, a limpeza da cidade. Ações consideradas comuns para a boa vivência populacional.
Promover o desenvolvimento urbano e atender a comunidade

Saiba mais detalhes nesta outra reportagem. E entenda, também, o que faz o vice-prefeito.

Qual o salário de prefeito? Depende da cidade

Não existe um valor fixo do salário de prefeito para todo o país. Logo, fica a cargo da Câmara Municipal de cada cidade definir quanto vai ganhar o seu prefeito.

Ah, vale acrescentar: é a Câmara Municipal que define quanto cada funcionário da Câmara Municipal vai ganhar.

Mas voltemos aos prefeitos. Mais uma vez, portanto, depende da cidade. Não é raro ver prefeito de cidade pequena ganhando R$ 6 mil, enquanto outros recebem na casa dos R$ 25 mil. Por exemplo:

  • O salário de prefeito da cidade de São Paulo é R$ 24.165,87;
  • Enquanto isso, o prefeito de Porto Alegre ganha R$ 19.477,40;
  • Ainda mais recebe o prefeito de Belo Horizonte: R$ 31.061,47;
  • Em Curitiba, o salário do prefeito é de R$ 26.723,13;
  • o prefeito de Florianópolis recebe R$ 25.609,42.

No entanto, esses são os valores brutos. Ou seja, quanto recebem sem os abatimentos. Dessa maneira, o líquido é menor.

Esses valores são de 2018, além disso.

Eleições 2020: o que é Fundo Eleitoral?

E os vice-prefeitos, quanto ganham?

Em resumo, usando as mesmas capitais das quais falamos do salário de prefeito como base:

  • O vice-prefeito da cidade de São Paulo ganha R$ 21.749,27;
  • Por sua vez, o vice-prefeito de Porto Alegre ganha R$ 12.984,93;
  • Enquanto isso, o vice-prefeito de Belo Horizonte recebe R$ 20.811,18;
  • Já em Curitiba, o salário do vice-refeito é de R$ 17.767,62;
  • Por fim, o vice-prefeito de Florianópolis recebe R$ 17.927,39.

Eleições 2020: o que faz um suplente de vereador?

Há um teto de quanto um prefeito pode receber?

Embora o salário de prefeito seja definido pelas Câmaras, um prefeito não pode ganhar mais do que R$ 39.293,32. Afinal, esse é o atual teto do funcionalismo público no Brasil.

Eleições 2020: o que faz um vereador?

E você, por fim, tem mais alguma dúvida sobre o salário de prefeito? Comente!

Além disso, siga a FinanZero nas redes sociais: @finanzero no Instagram, /FinanZero no Facebook e @finanzero no Twitter.