Os encargos de refinanciamento são, em resumo, facultativos; entenda

Um refinanciamento é um sinônimo para um empréstimo com garantia. Ou seja, é um empréstimo pelo qual você deixa um bem seu como uma garantia à fintech ou ao banco que te deu o crédito de que cumprirá o contrato.

No mercado financeiro, há vários tipos de refinanciamento à sua disposição. Por exemplo:

Todos eles, é claro, dependem de um bem. Afinal, o seu carro, a sua casa ou o seu smartphone… enfim, o item do qual você é dono e escolheu como garantia será uma segurança para o banco ou financeira que concedeu esse crédito.

E, assim como quando falamos do empréstimo sem garantia, o crédito pessoal comum, o refinanciamento tem seus encargos.

Isso porque o empréstimo com garantia tem seu próprio CET, que é a sigla para Custo Efetivo Total.

O CET é, em suma, a soma dos valores que você paga na sua parcela de empréstimo, seja ele pessoal, consignado, com garantia ou qualquer outro tipo.

Agora, e afinal quando o assunto é empréstimo com garantia: quais são os encargos de refinanciamento?

Aposentado só pode pedir empréstimo consignado?

O que devo pagar em um refinanciamento?

Para responder sobre essa questão que envolve os encargos de refinanciamento, a gente tem que dividi-la em duas: refinanciamento de imóvel e refinanciamento de veículo.

Por isso, abaixo, você vamos às respostas para os dois tipos de empréstimo com garantia.

Quais são os tipos de empréstimo para negativado?

O que pago num refinanciamento de imóvel?

O queridinho de quem faz um empréstimo com garantia, o refinanciamento de imóvel tem a fama de ser o mais vantajoso do mercado. Não por menos: ele é tido como a menor taxa de juros disponível em um empréstimo hoje.

Em primeiro lugar, ele funciona assim:

  • Você pede um empréstimo de até 70% do valor do seu bem, que deve ser um imóvel quitado em seu nome;
  • Então, seu perfil e seu imóvel são avaliados. Os juros são definidos aqui;
  • Por fim, você assina o contrato e recebe o valor.

Então, o que isso quer dizer sobre os encargos de refinanciamento que podem ser cobrados?

  • Que a vistoria do imóvel pode ser cobrada;
  • A emissão de certidões do imóvel também;
  • Do mesmo modo, uma taxa se houver desistência do contrato.

Importante dizer que essas cobranças são opcionais de quem dá o empréstimo, ou seja, a empresa pode ou não cobrar isso de você.

Além disso, é claro, é cobrado a parcela do valor do empréstimo, juros e IOF.

Empréstimo com garantia de imóvel para negativado: como funciona?

Quais os encargos de um empréstimo com garantia de veículo?

Mais uma vez conhecido por taxas de juros menores, o empréstimo com garantia de veículo tem algumas regras. Os encargos de refinanciamento de veículo são:

  • O bem não pode ter mais do que 20 anos;
  • Precisa estar quitado;
  • E, por fim, em perfeito estado de funcionamento.

Agora, qual o impacto disso na parcela?

  • Seguro do refinanciamento;
  • Tarifa de abertura de cadastro;
  • Registro do contrato.

Claro, esses valores são cobrados à parte da parcela do seu empréstimo, que é adicionada aos juros e ao IOF.

Mais uma vez, vale dizer que o seguro, a tarifa e o registro podem ou não serem cobrados. Fica à critério da empresa.

Extrato de empréstimo consignado: o que é e como emitir?

Há encargos extras no empréstimo com garantia de celular?

Nesse caso, você paga o mesmo que no refinanciamento de veículo. Contudo, assim como no caso anterior, a cobrança é facultativa.

Motoboy busca documentos em casa para empréstimo: é golpe?

Como saber qual é o melhor refinanciamento para mim?

A resposta para economizar com os encargos de refinanciamento é muito fácil: simule com mais de um banco ou fintech! Só por meio de uma simulação, um passo grátis e rápido, você sabe qual é a melhor oferta para o seu bolso.

Por sorte, você está no lugar certo. Aqui na FinanZero, você simula à vontade. Com um único cadastro, seu perfil é avaliado por nossos quase 50 parceiros.

Coisa boa, né? Então não perca tempo:

Ficou com mais dúvidas?

Por fim, ficou com mais dúvidas sobre os encargos de refinanciamento? Então, comente.

Estamos sempre à disposição para tudo o que você precisar 😉

Siga a FinanZero nas redes sociais para mais dicas e para nos acionar quando quiser: @finanzero no Instagram, /FinanZero no Facebook e @finanzero no Twitter.