Basicamente, qualquer veículo com menos de 15 anos pode servir como garantia de empréstimo; no entanto, carros mais novos valem mais

Você já ouviu falar em empréstimo com garantia? Pois é, esse é um tipo de empréstimo no qual você deixa um bem como segurança de que irá pagar pelo crédito.

Também chamado de refinanciamento, o empréstimo com garantia pode ser feito sobre bens como, por exemplo:

  • Veículos: carros, motos e até caminhões e tratores;
  • Imóveis: casas, apartamentos e terrenos;
  • Celulares: alguns modelos específicos.

No entanto, em todos esses tipos de empréstimo existem requisitos mínimos do veículo, imóvel ou celular aceito como garantia.

Para os veículos, certas marcas, modelos e ano de fabricação são aceitas. Já os imóveis, por sua vez, têm uma metragem e um valor mínimo. E, quando falamos dos celulares, alguns modelos e marcas podem ser usados.

Hoje, vamos tratar de refinanciamento de veículo. E, portanto, sobre que carros são aceitos no seu empréstimo com garantia:

Saiba mais sobre refinanciamento de veículo.

Como funciona o empréstimo com garantia de veículo?

Partindo do início: o refinanciamento de veículo, em si, funciona de forma simples.

Quando você pede um empréstimo, o banco ou a financeira avaliam seu perfil para entender o risco de lhe dar um empréstimo. Por isso, fixa-se a taxa de juros, o valor do crédito e todos os outros detalhes.

Agora, quando você pede um empréstimo com garantia de veículo, o banco ou a financeira avaliam o seu perfil. No entanto, como parte do princípio de que seu veículo é uma garantia em caso de dívida, fixa uma taxa de juros e um valor relacionado ao veículo.

Ou seja, a tendência é de juros menor. Afinal, há uma garantia que amortiza o risco: o seu carro, que será tomado caso você não cumpra o contrato.

Fui demitido (a), posso sacar o FGTS?

Qualquer carro pode ser usado como garantia de empréstimo?

De forma geral, não. Afinal, existem certos critérios usados para estabelecer os carros que podem ser garantia de um empréstimo. São, por exemplo:

  • Ano de fabricação;
  • Estado de conservação do carro;
  • Se está quitado ou não.

Em resumo, sobre o ano: só podem passar por garantia em um empréstimo carros com até 15 anos de fabricação. No entanto, os modelos mais novos conseguem mais crédito.

Da mesma forma, os modelos mais caros pela tabela Fipe também podem pedir mais valor em empréstimo. Isso porque você pode pedir até 70% do valor do seu veículo em refinanciamento.

Além disso, o estado de conservação do carro interfere muito em se ele será aprovado como garantia e, também, na quantia liberada no empréstimo. Os veículos passam por vistoria durante a contratação e, por isso, aqueles com problemas mecânicos ou batidos podem ser recusados se as questões forem graves.

E, por fim, o carro tem que estar quitado para servir como garantia. Mas, caso seu veículo ainda tenha parcelas de financiamento a pagar, o banco ou a financeira podem pedir que você quite essa dívida antes de seguir com o empréstimo.

Contudo, no mais, quase todos os modelos podem ser usados em um refinanciamento. Basta, então, seguirem as regras acima.

Empréstimo habitacional: o que é e como funciona?

Que marcas de carro são aceitas em empréstimo com garantia?

No tópico anterior, dissemos que quase todos os modelos podem ser uma garantia de empréstimo. Todavia agora vamos falar de marcas.

Por exemplo, aqui na FinanZero, são aceitas marcas como:

  • Chevrolet;
  • Fiat;
  • Volkswagen;
  • Ford;
  • Renault;
  • Hyundai;
  • Honda;
  • Peugeot;
  • Toyota;
  • Citroen;
  • Nissan;
  • Mitsubishi;
  • Jeep;
  • Kia;
  • Mercedes-Benz;
  • Jac;
  • BWM;
  • Audi;
  • Volvo;
  • Chery;
  • Suzuki;
  • Land Rover; e
  • Subaru.

Mas eu quase listei todas as opções à venda no mercado, né? Hehehe 😉 Pois é! Não importa tanto o modelo nem a marca, mas sim o estado do carro e o ano de fabricação, em suma.

Ah, é importante também a documentação e os impostos estarem em dia!

Contrato de empréstimo: o que deve ter?

Que documentos preciso para usar um carro num empréstimo com garantia?

Para que seu carro sirva como garantia em um empréstimo, você precisará:

  • Dos seus documentos pessoais: RG, CPF, comprovante de renda e residência;
  • E dos dos documentos do carro, em dia: IPVA e licenciamento pagos, além de comprovante de quitação de multas.

Enfim, você deve estar com os seus documentos e os documentos do carro em ordem para poder fazer um refinanciamento de veículo, ok?

Eles serão usados para fazer a análise do bem e do seu perfil. Isso antes da vistoria, que comprovará a parte de conservação e mecânica do carro.

Dá para parcelar IPVA em 12 vezes?

Ou seja, o que basta para o carro servir como garantia?

Vamos, então, resumir o que basta comprovar para o carro poder servir como garantia em um empréstimo:

  • Ter menos de 15 anos;
  • Estar bem conservado;
  • Ser quitado;
  • Ter a documentação em dia.

Pronto, basta isso. No mais, outra informação que vale repetir é que você pode pedir até 70% do valor do seu veículo nesse empréstimo com garantia.

Estou negativado. Como limpar o nome?

Onde fazer refinanciamento de carro?

A resposta é muito simples: na FinanZero. Com um único cadastro, você tem acesso aos nossos quase 50 parceiros, que oferecem taxas a partir de 1,49%.

Não perca tempo. Simule já.

Enfim, ficou com alguma dúvida sobre carros que podem servir de garantia de empréstimo? Então, comente!

Além disso, siga a FinanZero nas redes sociais: @finanzero no Instagram, /FinanZero no Facebook e @finanzero no Twitter.