IPC-Fipe tem alta e indica inflação na cidade de São Paulo; índice é termômetro para inflação no país

Você sabe o que é IPC-Fipe? Sigla de Índice de Preços ao Consumidor – Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas, ele mede a inflação na cidade de São Paulo, para a faixa de renda entre um e 10 salários mínimos.

E, mesmo que você não viva na capital paulista, isso é importante para você. Afinal, ele é um termômetro do IPC-Brasil, o mesmo índica numa escala nacional.

Quais os bancos com mais reclamações, segundo o Banco Central?

IPC-Fipe em alta

Na terceira semana de outubro, a temperatura não é boa. Em resumo, São Paulo apresentou inflação de 1,10%, de acordo com o IPC-Fipe.

Em relação à medida anterior, da segunda semana do mês, houve aumento de 0,05%.

Golpe do empréstimo falso: “ela falava bem, foi muito convincente”

O que mede o IPC-Fipe?

O IPC-Fipe mede a alteração de preços de questões essenciais do dia a dia, como:

  • Alimentação;
  • Transportes;
  • Despesas Pessoais;
  • Habitação;
  • Vestuário;
  • Educação; e
  • Saúde.

Indústria do país tem dificuldade de comprar insumos, diz CNI

Quais índices tiveram aumento?

O crescimento da inflação de São Paulo nesta semana foi puxado pelas seguintes variáveis:

  • Em primeiro lugar, Alimentação: subiu de 2,10% para 2,27%;
  • Seguido por Despesas Pessoais, com alta de 2,02% para 2,37%;
  • Transportes, com aumento de 0,64% para 0,80%;
  • E, por fim, Saúde, de -0,10% para -0,04%.

Por outro lado, as variáveis seguintes tiveram virada ou apresentaram deflação:

  • Habitação, com queda de 0,48% para 0,38%;
  • Em segundo lugar, Vestuário: de 0,29% para -0,12%;
  • E Educação, que variou de 0,08% para 0,03%.

Esses índices foram medidos comparando preços de 23 de setembro a 23 de outubro com os de 24 de agosto a 22 de setembro.

A próxima divulgação trará a inflação do mês de outubro fechado. Deve acontecer em 4 de novembro.

Auxílio de R$ 300: 1,6 milhão recebem nesta sexta

O que significam as porcentagens do IPC-Fipe?

Os índices do IPC-Fipe representam quantos por cento cada variável de consumo representa no orçamento de famílias que ganham de um a 10 salários mínimos. Em números reais, isso indica de R$ 1045 a R$ 10.450.

Desse modo, indica que o maior gasto dessas famílias, hoje, é com alimentação e despesas pessoais.

Em seguida, com habitação, transporte e saúde.

Simule seu empréstimo e encontre as melhores taxas de juros do mercado!

Tendência de aumento é anual

Todas as semanas de outubro tiveram aumento do IPC-Fipe. Além disso, a tendência também vinha sendo marca registrada deste ano.

O último mês com IPC-Fipe negativo, ou deflação, foi maio. Desde então, ele segue crescendo.

Em setembro, o IPC-Fipe ficou com mediana em 1,07%, o maior resultado do ano até aqui, superando agosto, até então mais alto de 2020, com 0,78%.

Desse modo, se mantiver a tendência de alta, outubro será o novo mês de IPC-Fipe recorde do ano.

Como fazer empréstimo na maquininha de cartão?

Desde quando existe o IPC-Fipe?

O índice de Preços ao Consumidor do Município de São Paulo é o mais tradicional indicador da evolução do custo de vida das famílias paulistanas e um dos mais antigos do Brasil, de acordo com o site oficial.

Ele passou a ser calculado em janeiro de 1939 pela Divisão de Estatística e Documentação da Prefeitura do Município de São Paulo. Desde 1973, no entanto, com a criação da Fipe, migrou para esta instituição. 

Black Friday: maioria vai comprar online, diz Google

E você, por fim, tem sentido o impacto do aumento dos preços? Comente!

Além disso, siga a FinanZero nas redes sociais: @finanzero no Instagram, /FinanZero no Facebook e @finanzero no Twitter.