Home Equity: o que é, como funciona, qual a taxa de juros, qual a distinção com hipoteca, qual a garantia e demais questões sobre o crédito

De acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), cerca de 6 milhões de pessoas pediram empréstimo no Brasil, durante o período pandêmico, que teve início no ano de 2020 e segue durante todo o ano de 2021. Os pedidos de empréstimo podem estar associados à alta taxa de desemprego, que hoje está em 13,5%, ainda de acordo com à instituição.

Em conjunto com as informações mencionadas, as dúvidas em relação às opções disponíveis de crédito tendem a aumentar. Por isso, abaixo estão as principais questões relacionadas ao Home Equity, modalidade de empréstimo com garantia que pode ser solicitada de acordo com algumas condições.

Caí no golpe do Pix, e agora?

O que é Home Equity?

Home Equity é uma linha de crédito, seu nome deriva do inglês e então “Home” significa Casa e “Equity” tem a sua tradução relacionada a capital, ou seja, utilizar um patrimônio para a aquisição de um empréstimo. O Home Equity é conhecido por outros dois nomes:

  • Empréstimo com garantia de imóvel;
  • Refinanciamento de imóvel;

Como funciona o Home Equity?

O Home Equity tem o seu funcionamento baseado em demais linhas de crédito, portanto um determinado valor é emprestado por uma instituição financeira ao solicitante, que paga esse valor por meio de parcelas.

Dessa maneira, o Home Equity é uma opção de crédito que utiliza um bem imóvel como garantia do valor emprestado pela instituição. Então, se as parcelas não forem pagas no tempo determinado, o bem do solicitante será usado para o pagamento da dívida. Ao contatar essa opção de empréstimo, o indivíduo permite que o banco passe a ser dono indireto do bem usado como garantia, o que permite que a instituição tome posse do imóvel.

Contudo, a ação descrita, de tomada da residência do solicitante, é extrema. Os solicitantes que não podem pagar pela dívida podem recorrer a um acordo para que as parcelas possam ser pagas sem que o bem seja tomado.

Acesse e confira as opções de Home Equity disponíveis para você

Qual a taxa de juros do Home Equity?

As taxas de juros de um empréstimo variam conforme dois principais fatores, são eles:

  • Instituições que oferecem as modalidades;
  • Perfil do solicitante;

Cada banco apresenta condições distintas relacionadas ao crédito oferecido. Então, as condições sobre o valor que será emprestado, tempo para quitar a dívidas e taxas do empréstimo podem variar. As instituições realizam analises de crédito e score para definir as características comentadas para cada solicitante, assim as ofertas são personalizáveis para cada cliente da instituição.

Qual a diferença entre hipoteca e Home Equity?

A principal diferença entre o Home Equity e a hipoteca é o contrato firmado nas duas operações financeiras. Na hipoteca existe uma ausência do contrato de alienação fiduciária, o que na prática significa que quando o cliente deixa de pagar a sua dívida o banco não consegue usar um bem dele como forma de pagamento de maneira simples. Dessa forma, diferente do refinanciamento de imóvel, a instituição passa por um processo lento e demorado para conseguir o bem do cidadão inadimplente.

Sendo assim, a hipoteca conta com taxas de juros mais altas, já que o risco encontrado pelo banco é maior do que no Home Equity. No empréstimo com garantia de imóvel, a possibilidade de utilizar o bem do solicitante como pagamento, de dívidas não pagas, é maior e mais simples de acontecer, pois a instituição vira dona indireta da casa, apartamento ou terreno do cliente.

Dessa maneira, o refinanciamento é mais vantajoso pelas condições que apresenta ao cidadão e por taxas de juros menores. A perda do bem para o banco é extrema, não sendo uma realidade comum entre os seus solicitantes. Além disso, em casos de atrasos de parcelas do empréstimo, o devedor pode negociar opções para quitar a sua dívida e não perder o bem que possui.

Qual a garantia do Home Equity?

O Home Equity é um empréstimo com garantia e isso significa que para adquirir essa modalidade o solicitante deve utilizar um bem, registrado em seu nome e em boas condições. O bem do solicitante será utilizado apenas em casos de inadimplência, ou seja, apenas se as parcelas do empréstimo não forem pagas. No Home Equity, o bem utilizado como garantia é um imóvel e dessa maneira podem ser aceitos:

  • Casa;
  • Apartamento;
  • Terreno;
  • Salas comerciais;

De forma geral, os imóveis são analisados pelas instituições e devem cumprir alguns requisitos, como:

  • Estarem em boas condições;
  • Terem a documentação atualizada;
  • Serem localizados em área urbana;
  • Estarem no nome do solicitante do crédito;

Como vender Home Equity?

Conforme mencionado, o Home Equity é uma modalidade de crédito e por isso apenas as instituições financeiras autorizadas pelo Banco Central (BC) podem oferecer esse empréstimo. Então, pessoas físicas, jurídicas e demais empresas não podem oferecer modalidades de crédito, já que essa função se dá apenas para bancos.

Como conseguir um Home Equity?

Para adquiri um Home Equity com a FinanZero, basta seguir os passos abaixo:

  1. Entre no site da FinanZero;
  2. Escolha o valor que deseja emprestado no simulador encontrado ao abrir o site, o valor pode ser escolhido ao movimentar a linha ou nos botões de (-) para diminuir ou no (+) para aumentar o valor;
  3. Após a escolha do valor clique em “Avançar”;
  4. Informe os dados pessoais que serão solicitados e aguarde as propostas serem enviadas;

Após seguir os passos, serão enviadas até 10 ofertas pré-aprovadas para que o solicitante escolha a que deseja e inicie o processo de aquisição.

Carteira de Trabalho Digital serve como documento?

E então, restou mais alguma dúvida sobre o que é e como funciona o Home Equity? Se sim, deixe aqui o seu comentário que nós lhe ajudamos.

Além disso, siga a FinanZero nas redes sociais para mais dicas e para nos acionar quando quiser: @finanzero no Instagram, /FinanZero no Facebook e @finanzero no Twitter.